Comportamento estratégico no setor de beleza e estética baseado na tipologia de Miles e Snow Outros Idiomas

ID:
38663
Resumo:
Este artigo tem como objetivo identificar o comportamento estratégico sob a ótica dos gestores de pequenas empresas no ramo de beleza e estética em Balneário Camboriú – Santa Catarina. Frente às características do objeto de estudo, optou-se por uma pesquisa quantitativa, utilizando-se de um questionário estruturado a partir do modelo de Miles e Snow (1978), baseado no comportamento estratégico, características da empresa e do gerente. Os dados foram analisados a partir da analise de correspondência simples, desenvolvida a partir de uma matriz disjuntiva, segundo Conant et al. (1990), utilizando-se o software Statistica, a fim de correlacionar informações realizadas na análise tradicional deste estudo com uma análise padronizada. Em relação ao comportamento estratégico, o resultado apresentado pelas onze dimensões se diferencia com destaque ao comportamento prospector.
Citação ABNT:
GALLAS, J. C.; CANCELLIER, ?. L. P. L.; VARGAS, S. M. L.; ROSSETTO, C. R. Comportamento estratégico no setor de beleza e estética baseado na tipologia de Miles e Snow . Revista Organizações em Contexto, v. 11, n. 22, p. 119-141, 2015.
Citação APA:
Gallas, J. C., Cancellier, ?. L. P. L., Vargas, S. M. L., & Rossetto, C. R. (2015). Comportamento estratégico no setor de beleza e estética baseado na tipologia de Miles e Snow . Revista Organizações em Contexto, 11(22), 119-141.
DOI:
http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v11n22p119-141
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/38663/comportamento-estrategico-no-setor-de-beleza-e-estetica-baseado-na-tipologia-de-miles-e-snow-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANSOFF, H. I. A nova estratégia empresarial. São Paulo: Atlas, 1991.

ANSOFF, H. I. Estratégia empresarial. São Paulo: MacGraw-hill, 1977.

BLACK, T. Doing quantitative research in social sciences. London: Sage, 1999.

CONNANT, J. S.; MOKWA, M. P.; VARADARAJAN, P. R. Strategic tips, distinctive marketing competencies and organizational performance: a multiple measures-based study. Strategic Management Journal, v. 11, p. 365-383, 1990.

CUMMINGS, S. The first strategists. In: WIT, B.; MEYER, R. Strategy: process, content, context: an international perspective. Minneapolis/St. Paul: West Publishing Company, 1994. p. 6-8.

DESARBO, W.; BENEDETTO, C.; SONG, M.; SINHA, I. Revisiting the Miles and Snow strategic framework: uncovering interrelationships between strategic types, capabilities, environmental uncertainty, and firm performance. Strategic Management Journal, v. 26, p. 47-74, 2005.

DESS, G. G.; BEARD, D. W. Dimensions of organizational task environments. Administrative Science Quarterly, v. 29, n. 1, p. 52-73, 1984.

DEV, C. S.; OLSEN, M. D. Environmental uncertainty, business strategy, and financial performance: an emperical study of the U.S. lodging industry. Journal of Hospitality & Turism research, v. 13, p. 171, 1989.

DUNCAN, R. B. Characteristics of organizational environments and perceived environmental uncertainty. Administrative Science Quarterly, v. 17, p. 313-327, 1972.

GHEMAWAT, P. A estratégia e o cenário dos negócios. Porto Alegre: Bookman, 2000.

GIMENEZ, F. A. P.; CRUBELLATE, J. M. C. S.; GRAVE, P. S. Estratégia como configuração: uma versão construtivista da estratégia em organizações. In: ENCONTRO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 24, 2005, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2005.

GIMENEZ, F. et al. Estratégias em pequenas empresas: uma aplicação do modelo de Miles e Snow. RAC, v. 3, n. 2, p. 53-74, maio/ago. 1999.

GULINI, P. L. Ambiente organizacional, comportamento estratégico e desempenho empresarial um estudo no setor de provedores de internet de Santa Catarina. 2005. 160f. Dissertação (Mestrado) - Universidade do Vale do Itajaí, Biguaçu, 2005.

HAIR, J. Análise multivariada de dados. 5. ed. São Paulo: Bookman, 2005.

HÉKIS, H. R.; SOARES, M. L.; VALENTIM, R. A.; TEIXEIRA, O. R.; NEIS, D. F. Evaluación del comportamiento organizacional: una aplicación del tipologia de Miles y Snowenel sector de Hotel Florianópolis - Santa Catarina - Brasil. Revista de Globalización, Competitividad & Gobernabilidad, v. 7, n. 2, p. 26-43, may/ago. 2013.

HENDERSON, B. D. The origin of strategy. Harvard Business Review, p. 139-143, nov./dec. 1989.

HOFFMANN, R. A. A Importância da microempresa varejista do vale do Iguaçú à luz da estratégia organizacional. 2006. Dissertação (Mestrado em Administração) - Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade do Vale do Itajaí, Biguaçú, 2006.

LUO, Y.; PARK, S. H. Strategic alignment and performance of market-seeking MNCs in China. Strategic Management Journal. Chichester, v. 22, n. 2, p. 141, fev. 2001.

MILES, R. E.; SNOW, C. C. Organizational strategy, strucure, and process. New York: McGraw-Hill, 1978.

MINTZBERG, H. Criando organizações eficazes: estruturas em cinco configurações. São Paulo: Atlas, 1995.

MINTZBERG, H. Strategy-making in three modes. California Management Review, v. 16, n. 2, p. 44-53, 1973.

MINTZBERG, H.; AHLSTRAND, B.; LAMPEL, J. Safári de estratégia: um roteiro pela selva do planejamento estratégico. Porto Alegre: Bookman, 2000.

NICOLAU, I. O conceito de estratégia. Campo Grande: ISCTE, 2001.

OHMAE, K. The mind of the strategist. New York: Mcgraw-Hill, 1982.

PEREIRA, M. F. O processo de construção do planejamento estratégico através da percepção da coalizão dominante. Florianópolis, 2002. 294 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002.

PORTER, M. E. Competitive strategy. New York: The Free Press, 1980.

PORTER, M. E. Estratégia: a busca da vantagem competitiva. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

PORTER, M. E. What is Strategy? Harvard Business Review, p. 61-78, nov./dec. 1996.

PRAHALAD, C. K; HAMEL, Gary. Competindo pelo futuro. Rio de Janeiro: Campus, 1995.

ROSSETTO, C. R.; ROSSETTO, A. M. O. Comportamento estratégico segundo a teoria de miles e snow: um estudo multicaso, em três empresas familiares na indústria da construção civil – Setor de Edificações. In: EGEPE, 2. 2001. Londrina. Anais… Londrina: EGEPE, 2001.

SHIMIZU, N.; TAMURA, A. Connecting capital budgeting practice with the Miles Snow strategic type: a novel manegerial accounting approach. In: GLOBAL CONFERENCEON BUSINESS AND FINANCE, 2012. Proceedings... 2012.

SILVA, C. V.; FONSECA, V. S. Conversação entre abordagens da estratégia em organizações: escolha estratégica, cognição e instituição. O&s, v.9, n. 25, set./dez. 2002.

SNOW, C. C.; HREBINIAK, L.G. Strategy, distinctive competence, and organizational performance. Administrative Sciense Quartely, v. 25, jun. 1980.

SOLLOSY, M. D.A Contemporary examination of the Miles and Snow strategic typology through the lenses of dynamic capabilities and ambidexterity. 2013. 552p. Dissertations, Theses and Capstone Projects. Kennesaw State University. 2013.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução a pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação, o positivismo, a fenomenologia, o marxismo. São Paulo: Atlas, 1987.

VERDINELLI, M. A.; ESCOBAR, M. A. R. Tipos estratégicos genéricos de Miles e Snow imputados aos respondentes de uma escala multi-itens com uso de métodos multidimensionais. In: ENCONTRO DE ENSINO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE, 3.; João Pessoa, 2011. Anais... João Pessoa, 2011.