Interpersonal relationship and expertise of professionals: Some notes from the accountant Other Languages

ID:
39362
Abstract:
The purpose of this work is to analyze the importance of relationships and interpersonal skills for the accountant in his entire work. As theoretical references, we used the propositions of Iudícibus, Martins and Gelbcke (2006), Marion (2009) and Sá (2004). The methodological background took a qualitative exploratory approach, based on in-depth semi-structured interviews. The results showed that interpersonal relationship has great importance in all that concerns to the accountant work, who needs to know, understand and put into a more suitable format for its users all the information he obtains. Additionally, is possible to assume that interpersonal skills improve professional performance by providing a clearest vision of the company by its accountant department.
ABNT Citation:
KAWAUCHE, R.; VIEIRA, A. M.; MENDONÇA NETO, O. R. Relações interpessoais e atuação profissional: A perspectiva dos contabilistas. Revista Eletrônica Gestão e Serviços, v. 6, n. 2, p. 1289-1314, 2015.
APA Citation:
Kawauche, R., Vieira, A. M., & Mendonça Neto, O. R. (2015). Relações interpessoais e atuação profissional: A perspectiva dos contabilistas. Revista Eletrônica Gestão e Serviços, 6(2), 1289-1314.
Permalink:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/39362/interpersonal-relationship-and-expertise-of-professionals--some-notes-from-the-accountant-/i/en
Document type:
Artigo
Language:
Português
References:
BALDISSERA, R. Comunicação turística. Revista do Programa de Pós-graduação em Turismo – Universidade Caxias do Sul, Rio Grande do Sul: Univ. Caxias do Sul, v. 1, n. 1, p. 6-15, jan./jun. 2010.

BEKKERS, R. Who gives what and when? A scenario study of intentions to give time and money. Social Science Research, v. 39, p. 369-381, 2010.

BEN-NER, A.; HALLDORSSON, F. Trusting and trust-worthiness: What are they, how to measure them, and what affects them. Journal of Economic Psychology, v. 31, p. 64-79, 2010.

BERLO, D. K. O processo da comunicação: introdução à teoria e à prática. Tradução Jorge Arnaldo Fontes. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

CARDOSO, R. P. O perfil do profissional da área de Contabilidade com o avanço da tecnologia. Trabalho de Conclusão de Curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: 2012.

CATELLI, A. Contando História: o Departamento de Contabilidade e Atuária – FEA-USP entre números e palavras, São Paulo: D’ Escrever, 2009.

CHANLAT, J. F. O indivíduo na organização: dimensões esquecidas. São Paulo: Atlas, 1993.

COLEMAN, J. S. Foundations of social theory. Cambridge: The Belknap Press of Harvard University Press, 1990.

CREPALDI, S. A. Contabilidade gerencial: teoria e prática, 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

DEL PRETTE, Z. A. P.; DEL PRETTE, A. Psicologia das relações interpessoais – vivência para o trabalho em grupo. Rio de Janeiro: Vozes, 2011.

FISCHER, R. M.; NOVELLI, J. G. N. Confiança como Fator de Redução da Vulnerabilidade Humana no Ambiente de Trabalho. RAE São Paulo: abr./jun. 2008.

FRITZEN, S. J. Jogos dirigidos. Petrópolis: Vozes, 1999.

GELIS FILHO, A.; BLIKSTEIN, I. Comunicação assertiva e o relacionamento nas empresas. GV executivo, v. 12, n. 2, jul./dez. 2013.

GONÇALVES, C. M. O Papel das Relações Interpessoais em Redes Interorganizacionais. Dissertação (Pós-Graduação em Engenharia de Produção). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2005, 139s.

GUARESCHI, N. M. F.; MEDEIROS, P. F.; BRUSCHI, M. E. Psicologia Social e estudos culturais: Rompendo fronteiras na produção do conhecimento. In: GUARESCHI, N. M. F.; MEDEIROS, P. F.; BRUSCHI, M. E. (orgs.). Psicologia Social nos estudos culturais: Perspectivas e desafios para uma nova Psicologia Social (p. 2.49). Petrópolis: Vozes, 2003.

HARRIS, S.; DIBBEN, M. Trust and cooperation in business relationship development: Exploring the influence of national values. Journal of Marketing Management, v. 15, n. 6, p. 463-483, 1999.

HINDE, R. Describing relationships. In: AUHAGEN, A. E.; SALISCH, M. V. The diversity of human relationships. Cambridge: Cambridge University Press, 1996, p.7-35.

IUDÍCIBUS, S. Teoria da Contabilidade. São Paulo: Atlas, 2006.

IUDÍCIBUS, S.; MARTINS, E.; GELBCKE, E. R. Manual de Contabilidade das Sociedades por Ações: aplicável às demais Sociedades. São Paulo: Atlas 2006.

KANAANE, R. Comportamento humano nas organizações: o homem rumo ao século XXI, 2. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

KASPARY, M. C.; SEMINOTTI, N. A. Os processos grupais e a gestão de equipes no trabalho contemporâneo: compreensões a partir do pensamento complexo. Revista de Administração do Mackenzie, v. 13, n. 2. São Paulo, SP: mar./abr., 2012, p. 15-43.

LEHTONEN, T. Collaborative relationships in facility services. Leadership & Organisational Development Journal, v. 27, n. 6, p. 429-437, 2006.

MACARENCO, I. Gestão com pessoas – Gestão, Comunicação e Pessoas: Comunicação como competência de apoio para a Gestão Alcançar Resultados, 2006, 233s. Tese (Ciências da Comunicação) Universidade de São Paulo – USP, São Paulo: 2006.

MARION, J. C. Contabilidade Empresarial, 15. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MOSCOVICI, S. Representações Sociais, 7. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

MOTTA, P. R. Gestão contemporânea: a ciência e a arte de ser dirigente, 15. ed. Rio de Janeiro: Record, 2004.

NETO, A. F. de S.; MELLO, S. C. B. de. Características dos relacionamentos estabelecidos em diferentes contextos de serviços sob a ótica do consumidor. Revista de Administração de Empresas, FGV. São Paulo: v. 49, n. 3, p. 309-322, jul./set. 2009.

NUNES, M. F. As relações interpessoais na construção da EAD sob um enfoque etnometodológico e multirreferencial, 2009, 261s. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de humanidades e Direito da Universidade Metodista de São Paulo: 2009.

PIRES, C. B.; OTT, E.; DAMACENA, C. Guarda-livros ou “parceiros de negócios”? Uma análise do perfil profissional requerido pelo mercado de trabalho para contadores na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA). Revista Contabilidade Vista & Revista, v. 20, n. 3, p. 157-187, jul./set. 2009.

PONCHIROLLI, O.; FIALHO; F. A. P. Gestão estratégica do conhecimento como parte da estratégia empresarial. Rev. FAE, Curitiba: v. 8, n. 1, p. 127-138, jan./jun. 2005.

RIGGIO, R. E. Introduction to industrial/organizational psychology. New Jersey: Pearson Education, 2013.

SÁ, A. L. de. Ética Profissional, 6. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

SÁ, A. L. Teoria da Contabilidade, 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico, 23 ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SILVA, A. C. R. Metodologia da pesquisa aplicada à Contabilidade: Orientações de estudos, projetos, relatórios, monografias, dissertações, teses. São Paulo: Atlas, 2003.

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação, 4. ed. Florianópolis: UFSC, 2005.

SILVA, F. M. V. A transição para a Gestão Universitária: O significado das relações interpessoais. Faces Journal, v. 11, n. 4, p. 72-91, out./dez. 2012.

SOUZA, A. A; RAMOS, P. Relacionamento interpessoal nas Organizações. Revista de Divulgação Técnico-Científica do Instituto Catarinense de Pós-Graduação. Blumenau: v. 1, n. 4, p. 19-23, 2004.

VAYRE, E.; PIGNAULT, A. A systemic approach to interpersonal relationships and activities among French teleworkers. New Technology, Work and Employment, v. 29, p. 177-192, 2014.

VENTORINI, B.; GARCIA, A. Relacionamento interpessoal: Da obra de Robert Hinde à gestão de Pessoas. In: GARCIA, A. Relacionamento interpessoal: estudos e pesquisas. Vitória: IARR, 2005, p. 127-131.