Competências Profissionais e Classe de Comportamentos Requeridos no Mercado de Trabalho nos Meios de Hospedagem Outros Idiomas

ID:
40263
Periódico:
Resumo:
Delineia as competências profissionais requeridas na execução das tarefas dos trabalhadores que atuam nos meios de hospedagem, por meio da decomposição da classe de comportamentos que determinado cargo demanda. Pesquisa descritiva, coletou dados de 52 vagas de trabalho anunciadas em cinco sites de divulgação de vagas nacionais: Sine, Catho, Indeed, Pense Emprego e Manager. Os dados foram classificados e analisados de acordo com as variáveis dispostas nos anúncios de vagas de empregos analisados. O estudo identificou dez classes de comportamentos, as quais foram traduzidas em diversas classes de comportamentos intermediários dos cargos: comunicar-se com o cliente, relacionar-se com o cliente, agir com proatividade, organizar as atividades, atuar com agilidade, concentrar-se para solução de problemas, trabalhar em equipe, planejar ações, realizar as atividades técnicamente, e liderar com foco para o resultado. Igualmente, no que se refere à escolaridade, o estudo constatou que 73% das vagas do nível operacional e gerencial primam pela absorção de profissionais que possuam no mínimo ensino médio ou superior, porém apenas seis vagas de nível superior solicitam formação na área de Hotelaria, Turismo e Gastronomia. O estudo também apontou que somente 27% das vagas requerem profissionais com domínio de outros idiomas.
Citação ABNT:
LAMONATO, C.; PRESSER, N. H. Competências Profissionais e Classe de Comportamentos Requeridos no Mercado de Trabalho nos Meios de Hospedagem. Turismo em Análise, v. 26, n. 4, p. 774-794, 2015.
Citação APA:
Lamonato, C., & Presser, N. H. (2015). Competências Profissionais e Classe de Comportamentos Requeridos no Mercado de Trabalho nos Meios de Hospedagem. Turismo em Análise, 26(4), 774-794.
DOI:
http://dx.doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v26i4p774-794
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/40263/competencias-profissionais-e-classe-de-comportamentos-requeridos-no-mercado-de-trabalho-nos-meios-de-hospedagem/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BOTOMÉ, S. P. Repertório de entrada dos aprendizes para um programa de ensino. Manuscrito não publicado. Universidade Federal de São Carlos. 1996.

BOTOMÉ, S. P. Sobre a noção de comportamento. In: FELTES, H. P. de M.; ZILLES (orgs). Filosofia: diálogos de horizontes. Porto Alegre: Editora da Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre, 2001, v. 1, p. 685-708.

BOTOMÉ, S. P. Um procedimento para encontrar os comportamentos que constituem as aprendizagens envolvidas em um objetivo de ensino. Manuscrito não publicado. Universidade Federal de São Carlos 1996.

BOTOMÉ, S.P.; KUBO, O.M. Responsabilidade social dos programas de pós-graduação e formação de novos cientistas e professores de nível superior. Interação em Psicologia, v. 6, n. 1, 81-110, 2002.

CHAGAS, M. M.; FERNANDES, G. A. Avaliação dos Impactos socioeconômicos gerados pelo setor hoteleiro. Uma análise dos hotéis da Via Costeira, Natal, RN. Anais VI Seminário de Pesquisa em Turismo no MERCOSUL - SeminTUR. Saberes e fares no turismo: interfaces. Universidade de Caxias do Sul, RS, 9 e 10 de julho, 2010.

CORRÊA, J.M.F.G.; TEIXEIRA, R.M. Demanda e Competências dos Profissionais: estudo em agências de viagens e hotéis em Aracaju, Sergipe. Turismo em Análise, v. 25, n. 2, agosto. 2014.

FERNANDES, L. R. Estudo da necessidade de formação profissional dos trabalhadores operacionais da rede hoteleira de Itajaí e Balneário Camboriú. Anais VI Seminário de Pesquisa do Turismo do Mercosul. Caxias do Sul. Brasil, 2010.

FLEURY, M. T. L. et al. A importância das competências individuais para o mundo globalizado: os casos Citibank, Copesul e WEG. In: FICHER, André L (org.) et al. Gestão de Pessoas: desafios estratégicos das organizações contemporâneas. São Paulo: Atlas, 2009.

FRANCESCHINI, A. Psicologia Organizacional e a Análise do Comportamento. TransForm. Psicol, v. 2, n. 2, p. 114-125, 2009. Disponível em: . Acesso em: 16 maio2015.

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GLENN, S.S.; MALLOT, M. A. Complexidade e Seleção: Implicações para a Mudança Organizacional. In: TODOROV, J. C.; MARTONE, R. C.; MOREIRA, M. B. Metacontingências: Comportamento, Cultura e Sociedade (pp. 101-119). Santo André: ESETec, 2005.

IPEA - Instituto De Pesquisa Econômica Aplicada. Perfil da mão de obra no turismo no Brasil nas atividades características do turismo e ocupações. Brasília: Rio de Janeiro: Ipea, 2014.

ISAMBERT-JAMATI, V. O apelo à noção de competência na revista L’orientation scolaire et professionelle – Sua criação aos dias de hoje. In: F. Ropé & L. Tanguy (Orgs.), Saberes e Competências: o uso de tais noções na escola e na empresa. (pp. 5-20). Campinas: Papirus, 1997.

KIENEN, N. Classes de comportamentos profissionais do psicólogo para intervir, por meio de ensino, sobre fenômeno e processos psicológicos, derivadas a partir das diretrizes curriculares, da formação desse profissional e de um procedimento para decomposição de comportamentos complexos. 2008. Tese (Doutorado em Psicologia). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.

LE BORTEFF, G. De la compétence. Paris: Les Editions D`Organization, 1994.

LUZ, T. R. da; CARRIERI, A.P.; PEREIRA, M.C. Práticas de gestão de pessoas nos caminhos da estrada real. Revista Turismo Visão e Ação – Eletrônica, v. 13, n. 1, p. 96-114, jan-abr. 2011. Disponível em: http://www6.univali.br/seer/index.php/rtva/article/view/2161/1867. Acesso em: 21 jan 2016.

MENEZES, E. T; SANTOS, T. H. "Classes multisseriadas" (verbete). Dicionário Interativo da Educação Brasileira - EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2002. Disponível em: . Acesso em: 10 dez 2014. 2002.

MERRIAM, S.B. Qualitative research and case study applications in education. San Francisco: Jossey-Bass, 1998.

OLIVEIRA, D. P. R. de. Planejamento estratégico: conceitos, metodologias e práticas. 17.ed. SÃO PAULO: Atlas, 2002.

PARRY, S. B. The quest of competencies. Training, 1996.

PERRENOUD, P. Dez novas competências para uma nova profissão. In Pátio. Revista pedagógica. Porto Alegre, Brasil, n. 17, Maio-Julho, p. 8-12, 2001.

RABAGLIO, M. O. Ferramentas de avaliação de performance com foco em competências. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2004.

RELATÓRIO BRASIL 2014. Índice de competitividade do turismo nacional: destinos indutores do desenvolvimento turístico regional. Coordenação Luiz Gustavo Medeiros Barbosa. Brasília, DF: SEBRAE, 2014.

SANTOS, G. C. V. dos; KIENEN, N.; VIECILI, J.; BOTOMÉ, S. P.; KUBO, O. M. Habilidades e competências a desenvolver na capacitação de psicólogos: uma contribuição da análise do comportamento para o exame das diretrizes curriculares. Interação em Psicologia, v. 13, n. 1, p. 131-145, 2009.

SPECTOR, P. E. Psicologia nas organizações. 2º ed. São Paulo: Saraiva, 2002.

TEIXEIRA, R. M. Competências e Aprendizagem de Empreendedores/Gestores de Pequenas Empresas no Setor Hoteleiro. Turismo em Análise, v. 22, n. 1, abril. 2011.

ANDRADE, N.; BRITO, P. L. de; JORGE, W. E. Hotel: Planejamento e projeto. 9 ed. São Paulo: Senac, 2007.