Carreiras: novas ou tradicionais? Um estudo com profissionais brasileiros Outros Idiomas

ID:
40374
Resumo:
Este artigo procurou identificar quais são as principais características apresentadas por alunos e ex-alunos de pós-graduação em relação às atitudes de carreira e relacionar o perfil destes indivíduos às atitudes de três modelos de carreira. A metodologia utilizada foi quantitativa e o método de coleta de dados, o survey. Três resultados principais foram detectados. O primeiro é que não foi possível a distinção estatística entre as atitudes de carreira proteana e sem fronteiras. O segundo foi que as atitudes referentes às novas carreiras predominaram na maior parte dos respondentes, embora constatadas diferenças associadas ao gênero e geração do mesmo.
Citação ABNT:
SILVA, R. C.; DIAS, C. A. F.; SILVA, M. T. G.; KRAKAUER, P. V. C.; MARINHO, B. L. Carreiras: novas ou tradicionais? Um estudo com profissionais brasileiros. Revista de Carreiras e Pessoas, v. 2, n. 1, p. 19-39, 2012.
Citação APA:
Silva, R. C., Dias, C. A. F., Silva, M. T. G., Krakauer, P. V. C., & Marinho, B. L. (2012). Carreiras: novas ou tradicionais? Um estudo com profissionais brasileiros. Revista de Carreiras e Pessoas, 2(1), 19-39.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/40374/carreiras--novas-ou-tradicionais--um-estudo-com-profissionais-brasileiros/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português