Contabilidade criativa, ética e gerenciamento de resultados: auditoria versus academia Outros Idiomas

ID:
40456
Resumo:
O objetivo deste artigo é examinar a percepção de auditores e acadêmicos em relação à Contabilidade Criativa, ao Gerenciamento de Resultados, assim como suas implicações éticas. Além do levantamento bibliográfico sobre o assunto, aplicou-se um questionário para acadêmicos de cinco instituições de ensino superior e auditores independentes de duas empresas consideradas parte do grupo "Big Four". Os resultados obtidos apontam que, ao longo do questionário, os acadêmicos mantiveram uma linha de raciocínio coerente, sendo contra o gerenciamento de resultados. Já os auditores apresentaram comportamento oscilante em relação a perguntas que tratavam do mesmo tema. Em questão específica sobre atitude fraudulenta, houve disparidade entre a maioria das respostas. O estudo está em linha com resultados apresentados por Jones (2011), Dechow e Skinner (2000), que demonstraram que a visão acadêmica sobre a Contabilidade Criativa, difere do observado entre os profissionais contábeis de forma geral.
Citação ABNT:
DIAS, A. G. G.; CUNHA, J. H. C.; SALES, I. C. H.; BEZERRA, P. C. S. Contabilidade criativa, ética e gerenciamento de resultados: auditoria versus academia. Revista Administração em Diálogo, v. 18, n. 1, p. 133-151, 2016.
Citação APA:
Dias, A. G. G., Cunha, J. H. C., Sales, I. C. H., & Bezerra, P. C. S. (2016). Contabilidade criativa, ética e gerenciamento de resultados: auditoria versus academia. Revista Administração em Diálogo, 18(1), 133-151.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/40456/contabilidade-criativa--etica-e-gerenciamento-de-resultados--auditoria-versus-academia/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BARALDI, P. IFRS, contabilidade criativa e fraudes. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

BONHOEFFER, D. Ethics. Kindle edition. Reino Unido: Oxford University Press, 1994.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS (CVM). Instrução Normativa nº 308 de 14 de maio de 1999. Dispõe sobre o registro e o exercício da atividade de auditoria independente no âmbito do mercado de valores mobiliários, define os deveres e as responsabilidades dos administradores das entidades auditadas no relacionamento com os auditores independentes, e revoga as Instruções CVM nos. 216, de 29 de junho de 1994, e 275, de 12 de março de 1998. Disponível em: . Acesso em:29 set 2012.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE (CFC). Resolução nº 1.146 de 12 de dezembro de 2008 Aprova a nova redação da NBC PA 12 Educação Profissional Continuada. Disponível em: . Acesso em: 29 set 2012.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE (CFC). Resolução nº 803, de 20 de novembro de 1996. Aprova o código de ética profissional do contabilista CEPC. Disponível em: . Acesso em: 29 set 2012.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE (CFC). Resolução nº 820 de 1997 que aprovou a NBC T 11 Normas de Auditoria Independente das Demonstrações Contábeis. Disponível em: . Acesso em: 29 set 2012.

DANTAS, J. A.; DE MEDEIROS, O. R.; GALDI, F. G.; DA COSTA, F. M. Gerenciamento de resultados em bancos com o uso de TVM: validação de modelos de dois estágios. Revista Contabilidade & Finanças, v. 24, n. 61, p. 37-54, 2013.

DECHOW, P. M.; SKINNER, D. Earning Management: reconciling the views of accounting academics practitioners and regulators. Accounting Horizons, v. 14, n. 2, 2000.

DOS SANTOS, A.; GRATERÓN, I. R. G. Contabilidade Criativa e Responsabilidade dos Auditores. Revista Contabilidade & Finanças, v. 14, n. 32, p. 7-22, 2003.

DOS SANTOS, A.; GRATERÓN, I. R. G. Contabilidade Criativa e Responsabilidade dos Auditores. Revista Contabilidade & Finanças, v. 14, n. 32, p. 7-22, 2003.

FIELS, T. D., LYS, Z. T.; VINCENT, V. Empirical Researching in Accounting Choice, Journal of Accounting and Economics, v. 3, n. 1-3, set. 2001.

GLOCK R. S.; GOLDIM, J. R. Ética Profissional é Compromisso Social. Disponível em . Acesso em: 2 nov. 2012.

JONES, M. Creative Accounting, Fraud and International Accounting Scandals. Reino Unido: Wiley, 2011.

KOTHARI, S. P. Capital markets research in accounting. Journal of Accounting and Economics, n. 31v. 1-3, p. 105-231, 2001.

KRAEMER, M. E. P. Contabilidade Criativa: Maquiando as Demonstrações Contábeis. Pensar Contábil, v. 7, n. 28, 2005.

LUCENA, E. R. F. C. V.; MELO, C. L. L.; LUSTOSA, P. R. B.; SILVA, C. A. T. Ética: a tendência de os profissionais contábeis denunciarem atos questionáveis Revista de Contabilidade e Organizações, v. 24 p. 3-17, 2015.

LUSTOSA, P. R. B. et al. A moral do contador brasileiro: uma avaliação por meio da escala ética multidimensiona. Contabilidade Vista & Revista, v. 23, n. 1, 2012.

MAEDA, M. The Complete Guide to Spotting Accounting Fraud & Cover-ups: Everything You Need to Know Explained Simply. Kindle Edition: 2012.

MARTINEZ, A. L. Gerenciamento dos resultados contábeis: estudo empírico das companhias abertas brasileiras. 2001. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis), Departamento de Contabilidade e Atuária da Faculdade de Economia, Administração, e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

MATSUMOTO, A. S; PARREIRA, E. M. Uma pesquisa sobre o Gerenciamento de Resultados Contábeis: causas e consequências. UnB Contábil, v. 10, n. 1, 2007.

NIYAMA, J. K.; RODRIGUES, A. M. G.; RODRIGUES, J. M. Algumas Reflexões Sobre a Contabilidade Criativa e as Normas Internacionais de Contabilidade. Revista Universo Contábil, v. 11, n. 1, p. 68-87, jan./mai., 2015.

PAULO, E. Manipulação de informações contábeis: uma análise teórica e empírica sobre os modelos operacionais de detecção de gerenciamento de resultado. Tese (Doutorado) Universidade de São Paulo, USP, 2007.

YAPING, N. The theoretical framework of earnings management. Canadian Social Science, v. 1, n. 3, nov. 2005.