Mulheres executivas brasileiras: O teto de vidro em questão Outros Idiomas

ID:
40490
Resumo:
O objetivo deste artigo é discutir o fenômeno teto de vidro nas organizações brasileiras. Fenômeno que dificulta a ascensão de mulheres aos cargos de comando das empresas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa descritivacom 47 executivas que conseguiram chegar aos três níveis mais altos das grandes organizações situadas no Brasil. Os resultados confirmam a literatura quanto ao fenômeno teto de vidro, apesar de que na perspectiva delas as barreiras “mesmo existentes” não impedem o crescimento. Entretanto, se verificarmos os números fica a impressão que elas estão suavizando a situação, pois apenas 23% das executivas brasileiras de nível estratégico são mulheres.
Palavras-chave:
Citação ABNT:
SANTOS, C. M. M.; TANURE, B.; CARVALHO NETO, A. M. Mulheres executivas brasileiras: O teto de vidro em questão. Revista Administração em Diálogo, v. 16, n. 3, p. 56-75, 2014.
Citação APA:
Santos, C. M. M., Tanure, B., & Carvalho Neto, A. M. (2014). Mulheres executivas brasileiras: O teto de vidro em questão. Revista Administração em Diálogo, 16(3), 56-75.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/40490/mulheres-executivas-brasileiras--o-teto-de-vidro-em-questao/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português