Nível de Conhecimento dos Discentes em Ciências Contábeis Sobre o Pronunciamento Conceitual Básico Outros Idiomas

ID:
40889
Resumo:
O Pronunciamento Conceitual Básico (CPC 00) é composto por um conjunto de conceitos e características qualitativas que servem como pilar para o desenvolvimento de novos pronunciamentos contábeis e para fundamentar o processo de escolhas contábeis. O caráter eminentemente preditivo da informação contábil no âmbito das International Financial Reporting Standards (IFRS) traz a necessidade do desenvolvimento de capacitações para o exercício do julgamento e para a realização de estimativas relevantes na preparação das demonstrações financeiras. Assim, o ensino em contabilidade deveria começar pela Estrutura Conceitual (EC). Dessa forma, o objetivo desta pesquisa é avaliar o nível de conhecimento dos alunos do curso de Ciências Contábeis de uma universidade pública mineira quanto ao conteúdo do CPC 00. Participaram da investigação 198 alunos que já haviam cursado ou que estavam cursando a disciplina de Teoria da Contabilidade (oferecida no sexto período do curso) no primeiro semestre letivo de 2013. Os resultados sugerem baixo nível de conhecimento dos alunos sobre o conteúdo da EC. Das dez questões específicas sobre esse tema, a média de acertos foi de 4,2 questões. Além disso, os alunos do sexto e do sétimo período apresentaram nível de conhecimento significativamente superior ao daqueles alunos de períodos posteriores. Isto pode ser explicado por três principais fatores: 1) falta de educação continuada dos discentes; 2) curva de aprendizagem no ensino da EC, uma vez que os alunos do oitavo, nono e décimo períodos discutiram esse conteúdo no segundo ano de adoção obrigatória das normas internacionais de contabilidade. 3) a filosofia contida na EC e nas normas internacionais de contabilidade é mais bem aceita por graduandos no início do curso, principalmente aqueles que não foram expostos à padrões contábeis baseados em regas e que não exigiam o julgamento profissional.
Citação ABNT:
NUNES, I. V.; MARQUES, A. V. C.; COSTA, P. S. Nível de Conhecimento dos Discentes em Ciências Contábeis Sobre o Pronunciamento Conceitual Básico . Revista Universo Contábil, v. 12, n. 1, p. 87-104, 2016.
Citação APA:
Nunes, I. V., Marques, A. V. C., & Costa, P. S. (2016). Nível de Conhecimento dos Discentes em Ciências Contábeis Sobre o Pronunciamento Conceitual Básico . Revista Universo Contábil, 12(1), 87-104.
DOI:
10.4270/ruc.2016105
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/40889/nivel-de-conhecimento-dos-discentes-em-ciencias-contabeis-sobre-o-pronunciamento-conceitual-basico-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BARTH, M. E. Global financial reporting: Implications for US academics. The Accounting Review, v. 83, n. 5, p. 1159-1179, 2008.

BRASIL. Lei n. 11.638, de 28 de dezembro de 2007. Altera e revoga dispositivos da Lei no 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e da Lei no 6.385, de 7 de dezembro de 1976, e estende às sociedades de grande porte disposições relativas à elaboração e divulgação de demonstrações financeiras. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato20072010/2007/lei/l11638.htm. Acesso em: 03 mar. 2014.

CARMONA, S.; TROMBETTA, M. On the global acceptance of IAS/IFRS accounting standards: The logic and implications of the principles-based system. Journal of Accounting and Public Policy, v. 27, n. 6, p. 455-461, 2008.

CARVALHO, L. N.; SALOTTI, B. M. Adoption of IFRS in Brazil and the Consequences to Accounting Education. Issues in Accounting Education, v. 28, n. 2, p. 235-242, 2013.

CELLA, G.; RODRIGUES, J. M.; NIYAMA, J. K. Contabilidade internacional: análise dos periódicos internacionais sobre pesquisas em educação contábil face à convergência e globalização. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 8, n. 15, p. 177-198, 2011.

CHRISTENSEN, J. Conceptual frameworks of accounting from information perspective. Accounting and Business Research, v. 40, n. 3, p. 287-299, 2010.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS CVM. Deliberação CVM n. 29, de 5 de fevereiro de 1986. Estrutura Conceitual Básica da Contabilidade. Disponível em: http://www.cvm.gov.br/. Acesso em: 03 mar. 2014.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS CVM. Deliberação CVM n. 539, de 14 de março de 2008. Aprova o Pronunciamento Conceitual Básico do CPC que dispõe sobre a Estrutura Conceitual para a Elaboração e Apresentação das Demonstrações Contábeis. Disponível em: http://www.cvm.gov.br/. Acesso em: 03 mar. 2014.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS CVM. Deliberação CVM n. 675, de 13 de dezembro de 2011. Aprova o Pronunciamento Conceitual Básico do Comitê de Pronunciamentos Contábeis que dispõe sobre a Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro. Disponível em: http://www.cvm.gov.br/. Acesso em: 03 mar. 2014.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS – CPC. Estrutura conceitual para elaboração e divulgação de relatório contábil-financeiro. 2011. Brasília: CPC. Disponível em: http://www.cpc.org.br/mostraOrientacao.php?id=15. Acesso em: 03 mar. 2014.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE CFC. Resolução CFC n. 1.282, de 28 de maio de 2010. Atualiza e consolida dispositivos da Resolução CFC n. 750/93. Disponível em:< http://www. cfc. org. br>. Acesso em: 05 mar. 2014.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE CFC. Resolução CFC n. 1.374, de 08 de dezembro de 2011. Dá nova redação à NBC TG Estrutura Conceitual – Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro. Brasília: CFC Disponível em: http://www2.cfc.org.br/sisweb/sre/detalhes_sre.aspx?Codigo=2011/001374.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE CFC. Resolução CFC n. 750, de 29 de dezembro de 1993. Dispõe sobre os Princípios Fundamentais de Contabilidade (PFC). Disponível em:< http://www. cfc. org. br>. Acesso em: 05 mar. 2014.

CRUZ, C. F.; FERREIRA, A. C. S.; SZUSTER, N. Estrutura Conceitual da Contabilidade no Brasil: Percepção dos Docentes dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Contábeis. Pensar Contábil, v. 13, n. 50, p. 53-64, 2011.

ECHTERNACHT, T. H. D. S.; NIYAMA, J. K.; ALMEIDA, C. O ensino da Contabilidade Internacional em cursos de graduação no Brasil: uma pesquisa empírica sobre o perfil dos docentes e recursos didáticos e metodológicos adotados. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 10, n. 2, p. 119-146, 2007.

ERNST & YOUNG; FIPECAFI. Manual de normas internacionais de contabilidade: IFRS versus normas brasileiras. 2.ed. São Paulo: Atlas, 2010.

ESPEJO, M. M. S. B. et al. Evidências empíricas do ensino no curso de ciências contábeis – uma análise das respostas às alterações provenientes da Lei 11.638/07. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 15, n. 1, p. 22-39, 2010.

HENDRIKSEN, E. S.; VAN BREDA, M. F. Teoria da contabilidade. São Paulo: Atlas, 1999.

HODGDON, C.; HUGHES, S. B.; STREET, D. L. Framework-based teaching of IFRS judgements. Accounting Education, v. 20, n. 4, p. 415-439, 2011.

IUDÍCIBUS, S. et al. Manual de Contabilidade Societária. Aplicável a todas as sociedades. De acordo com as normas internacionais e do CPC. São Paulo: Atlas, 2010.

JACKLING, B. Global Adoption of International Financial Reporting Standards: Implications for Accounting Education. Issues in Accounting Education, v. 28, n. 2, p. 209-220, 2013.

JACKLING, B.; HOWIESON, B.; NATOLI, R. Some implications of IFRS adoption for accounting education. Australian Accounting Review, v. 22, n. 4, p. 331-340, 2012.

LOPES, A. B. Teaching IFRS in Brazil: News from the front. Accounting Education, v. 20, n. 4, p. 339-347, 2011.

MACHADO, V. S. A.; CASA NOVA, S. P. C. Análise comparativa entre os conhecimentos desenvolvidos no curso de graduação em contabilidade e o perfil do contador exigido pelo mercado de trabalho: uma pesquisa de campo sobre educação contábil. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 2, n. 1, p. 1-23, 2008.

NIYAMA, J. K. Contabilidade Internacional. São Paulo: Atlas, 2005.

NUNES, I. V. et al. A Percepção dos Estudantes de Ensino Médio sobre as Responsabilidades de um Contador. Revista Universo Contábil, v. 6, n.4, 2014, 144-161.

REZAEE, Z.; SMITH, L. M.; SZENDI, J. Z. Convergence in accounting standards: Insights from academicians and practitioners. Advances in accounting, incorporating Advances in International Accounting, v. 26, n. 1, p. 142-154, 2010.

SCHIPPER, K. Principles-based accounting standards. Accounting Horizons, v. 17, n. 1, p. 61-72, 2008.

SUNDER, S. Adverse effects of uniform written reporting standards on accounting practice, education, and research. Journal of Accounting and Public Policy, v. 29, n. 2, p. 1-16, 2009.

WELLS, M. J. Framework-based approach to teaching principle-based accounting standards. Accounting Education, v. 20, n. 4, p. 303-316, 2011.