Ética: um Estudo com Servidores Públicos Federais da Câmara dos Deputados Outros Idiomas

ID:
40891
Resumo:
Esta pesquisa busca identificar a percepção dos servidores públicos federais da Câmara dos Deputados quanto aos aspectos éticos, relacionado aos julgamentos desses profissionais sobre ações adotadas que envolvam dilemas éticos. A pesquisa se baseou nos estudos de Cohen, Pant e Sharp (1996) e Lustosa et al. (2012). Por meio de aplicação de questionário online, foram enviados e-mails a todos os servidores da Câmara dos Deputados, dos quais 459 contribuíram com o estudo. Pode-se inferir que os resultados aqui expostos poderão ser considerados para o universo de servidores públicos da Câmara dos Deputados. Os resultados da amostra geral indicam que as Teorias da Equidade Moral e a do Contratualismo explicam o julgamento ético dos servidores públicos federais da Câmara dos Deputados. Ainda, conta com análises nos segmentos por função e por profissão, sendo que para o primeiro, a apreciação reflete o resultado encontrado na amostra completa, exceto para detentores da função comissionada destinada à alta administração, cujas decisões se pautam somente na Teoria da Equidade Moral. Já para o segmento por profissões, no caso, apenas contadores e outras profissões, a análise revela que os contadores adotam apenas a Teoria da Equidade Moral para explicar o julgamento ético. Para as demais profissões, os resultados seguem a análise das Teorias da Equidade Moral e do Contratualismo. Verificou-se, também, que os respondentes preveem adotar decisões éticas e morais diante de situações similares, no entanto, não esperam que a mesma atitude seja tomada por seus colegas, com exceção da análise realizada por função em que detentores da função comissionada destinada à média administração esperam que seus colegas também tomem decisões éticas.
Citação ABNT:
CAMPOS, R. M. Z.; BOTELHO, D. R. Ética: um Estudo com Servidores Públicos Federais da Câmara dos Deputados. Revista Universo Contábil, v. 12, n. 1, p. 122-143, 2016.
Citação APA:
Campos, R. M. Z., & Botelho, D. R. (2016). Ética: um Estudo com Servidores Públicos Federais da Câmara dos Deputados. Revista Universo Contábil, 12(1), 122-143.
DOI:
10.4270/ruc.2016107
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/40891/etica--um-estudo-com-servidores-publicos-federais-da-camara-dos-deputados/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALVES, Francisco José dos Santos et al. Um Estudo Empírico sobre a importância do código de ética profissional para o contabilista. Revista Contabilidade e Finanças, 2007, pp. 58-68.

ALVES, Francisco José dos Santos; LISBOA, Nahor Plácido; WEFFORT, Elionor Farah Jreige; ANTUNES, Maria Thereza Pompa. Adesão do contabilista ao Código de ética da sua profissão: um estudo empírico sobre percepções. Tese (Doutorado). Universidade de São Paulo, 2005.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda; MARTINS, Helena P. Martins. Temas de Filosofia. São Paulo: Moderna, 2005.

BAILEY, Charles. D.; SCOTT, Irana., & THOMA, Stephen. J. Revitalizing accounting ethics research in the neo-kohlbergian framework: Putting the DIT into perspective. Behavioral Research in Accounting, 2010, pp. 1-26.

BAMPTON, R.; COWTON, C. J. (2013). Taking Stock of Accounting Ethics Scholarship: A Review of th Journal Literature. Journal of Business Ethics, v. 17, p. 549-563, 2013.

BRASIL. Legislação: Decreto n º 1.171/94, de 22 de junho de 1994. Disponível em: http://www2.planalto.gov.br/. Acesso em: 24 de jan. de 2014.

COFFEE JR, John C. What caused Enron?: A capsule social and economic history of the 1990's. Cornell Law Review, 2004, pp. 269-309.

COHEN, Jeffrey; PANT, Laurie W.; SHARP, David J. Measuring the Ethical Awareness and Ethical Orientation of Canadian Auditors. Behavioral Research in Accounting, v. 8, p. 98199, 1996.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Publicações: Conselho Federal de Contabilidade. Disponível em: http://www.portalcfc.org.br/. Acesso em: 27 de jan. de 2014.

CORRÊA, Denise Virgínia; FERREIRA, Clemilda Rodrigues; SHINZAKI, Keiko. Uma breve reflexão sobre a importância da ética na profissão contábil. Revista Contemporânea de Contabilidade, 2005, pp. 57-72.

EUA, E. U. About: Securities Laws, Sarbanes-Oxley Act of 2002. U.S. Securities and Exclange Commission. Disponível em: http://www.sec.gov/. Acesso em: 24 de jan. de 2014.

IESBA. Ifac Global Knowledge Gateway/ethics. Internatinal Ethics Board of Accountants. Disponível em: https://www.ifac.org/. Acesso em: 24 de jan. de 2014.

LUSTOSA, Paulo Roberto Barbosa; DANTAS, José Alves; FERNANDES, Bruno Vinícius Ramos; SILVA, José Dionísio Gomes da. A moral do contador brasileiro: uma avaliação por meio da escala ética multidimensional. Revista Contabilidade Vista & Revista, Belo Horizonte, v.23, n.1, p.15-45, jan./mar. 2012.

MONTANER, Jessica; PEROZO, Javier S. Formación ética del Contador Público. Revista de Ciencias Sociales, 2008, pp. 379-387.

NALINI, José Renato. Ética Geral e Profissional. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2011.

REIDENBACH, R.; ROBIN, D. Some initial steps toward improving the measurement of ethical evaluations of marketing activities. Journal of Business Ethics, p. 871-879, 1988.

REST, James R. Moral development: Advances in research and theory. New York: Praeger, 1986.

SAMUEL, S.; COVALESK, M.; DIIRSMITH, M. W. On the eclipse of profissionalism in accounting: an essay. In: CHAPMANN, Christopher S. Accounting, organizations and institutions. Oxford University Press, 2009.