Proposta de uma abordagem analítica agonística para avaliação de iniciativas participativas no Brasil Outros Idiomas

ID:
42086
Resumo:
Este artigo tem como objetivo analisar os principais argumentos desenvolvidos pela literatura contemporânea dedicada a avaliar as condições e resultados da participação social no Brasil. Considerando a crítica crescente à necessidade de incorporação de novos aspectos a esse debate, este trabalho busca explorar uma linha alternativa de análise – a teoria democrática agonística de Chantal Mouffe – a partir da qual este artigo defende que um novo ferramental analítico pode ser desenvolvido para aprimorar o entendimento acerca das contribuições da participação social para a democracia brasileira.
Citação ABNT:
KOGA, N. M.Proposing an agonistic analytical framework to assess participatory initiatives in Brazil . Revista do Serviço Público, v. 67, n. 2, p. 249-268, 2016.
Citação APA:
Koga, N. M.(2016). Proposing an agonistic analytical framework to assess participatory initiatives in Brazil . Revista do Serviço Público, 67(2), 249-268.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/42086/proposta-de-uma-abordagem-analitica-agonistica-para-avaliacao-de-iniciativas-participativas-no-brasil-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Inglês
Referências:
Mouffe, C. For an agonistic public sphere. In: Tønder, L. and Thomassen, L. Radical democracy: politics between abundance and lack. Manchester: Manchester University Press, 2005.

Pogrebinschi, T. et al. Conferências Nacionais, Participacão Social e Processo Legislativo. Série Pensando o Direito, 27. Brasília: Secretaria de Assuntos Legislativos do Ministério da Justica, 2010.

Abers, R. and Keck, M. Representando a diversidade: Estado, sociedade e “relacões fecundas” nos conselhos gestores. Caderno CRH. v. 21, n. 52, p. 99-112, 2008. Available from: . Accessed on: 29 September 2009. 2008.

Barth, J. Public policy management councils in Brazil: how far dos institutionalised participation reach? Public Administration and Development, v. 26, p. 253-263, 2006.

Carvalho, A. I. Conselhos de saúde, responsabilidade pública e cidadania: a reforma sanitária como reforma do Estado. In: Fleury, S. (ed.). Saúde e democracia: a luta do CEBES. São Paulo: Lemos Editorial, 1997.

Chagas, A. M. R. et al. A política de assistência e participação social: o caso do Conselho Nacional de Assistência Social. Texto de Discussão n. 1005. Brasília: IPEA, 2003.

Côrtes, S. V. et al. Conselho Nacional de Saúde: histórico, papel institucional e atores estatais e societais. In: Côrtes, S. V. (ed). Participação e saúde no Brasil. Rio de Janeiro: Editora FioCruz, 2009.

Côrtes, S. V. Participação e saúde no Brasil. Rio de Janeiro: Editora FioCruz, 2009.

Fleury, S. Socialismo e democracia: o lugar do sujeito. In: Fleury, S. and Lobato, L.; Participação, Democracia e Saúde. Rio de Janeiro: CEBES, 2010.

Gohn, M. G. Conselhos gestores e participação sociopolítica. São Paulo: Cortez, 2003.

Laclau, E.; Mouffe, C. Hegemony and socialist strategy: towards a radical democratic politics. 2 ed. London: Verso, 2001.

Lüchmann, L. H. H. Participação e representação nos conselhos gestores e no orçamento participativo. Cad. CRH., v. 21, n. 52, p. 87-97, 2008. Available from: . doi: 10.1590/S0103-49792008000100007>. Accessed on: 3 March 2010.

Lüchmann, L. H. H. The Issues Deserve More Credit: Pragmatist Contributions to the Study of Public Involvement in Controversy. Social Studies of Science, n. 37, p. 759-780, 2007. Available from:. Accessed on: 16 February 2011. 2007.

Marres, N. S. No issue, no public: democratic deficits after the displacement of politics. Amsterdam: University of Amsterdam (Thesis for the degree of Doctor of Philosophy), 2005.

Miessen, M. The nightmare of participation: crossbench praxis as a mode of criticality. Berlin: Sternberg Press, 2010.

Moroni, J. A. Participamos, e daí? In: Observatório da Cidadania - Textos para Debate, 2005. Available from: www.ibase.br/pubibase/media/Participacao_Moroni.pdf. Accessed on: 01/03/2010. 2005.

Mouffe, C. Democracy Revisited: in conversation with Chantal Mouffe. In: Miessen, M. The nightmare of participation: crossbench praxis as a mode of criticality. Berlin: Sternberg Press, 2010.

Mouffe, C. On the political. New York: Routledge, 2005.

Mouffe, C. The Democratic Paradox. London: Verso, 2009.

Moura, J.; Silva, M. K. Atores sociais em espaços de ampliação da democracia: as redes sociais em perspectiva. Revista de Sociologia Política, v. 16, (número suplementar), p. 43-54, 2008. Available from: . Accessed on: 7 December 2009.

Muller, J. A relação entre democracia, descentralização e políticas de saúde no Brasil: atualização do debate e estudo de caso em uma perspectiva comunicativa. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca. Fundação Oswaldo Cruz (Thesis for the degree of Doctor of Philosophy), 2010.

Oliveira, M. S. C. Por uma construção democrática do direito à saúde: a Constituição Federal, os instrumentos de participação social e a experiência do Conselho Nacional de Saúde. Brasília: Universidade de Brasília. (Dissertation for the degree of Master of Philosophy), 2005.

Santos, B. and Avritzer, L. Opening up the canon of democracy. In: Santos, B.; (ed.). Democratizing democracy. New York: Verso, 2005.

Silva, E. R. A. Participação social e as conferências nacionais de políticas públicas: reflexões sobre os avanços e desafios no período de 2003-2006. Rio de Janeiro: IPEA, 2009. Available from: Accessed on: 28 February 2010. 2009.

Silva, M. K. et al. A dinâmica das relações sociais no Conselho Nacional de Saúde. In: Cortes, S. V. (ed.). Participação e saúde no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2009.

Souza, C. H. L. Partilha de poder decisório em processos participativos nacionais. Brasília: Universidade de Brasília (Thesis for the degree of Doctor of Philosophy), 2008.

Stratford, E. et al. Relational spaces and the geopolitics of community participation in two Tasmanian local governments: a case for agonistic pluralism? Transactions of the Institute of British Geographers. New Series, v. 28, p. 461-472, 2003. Available from: http://www.jstor.org/stable/3804392. Accessed on: 07 December 2010. 2003.

Tatagiba, L. Conselhos gestores de políticas públicas e democracia participativa. Revista Sociologia Política. 25, p. 209-213, 2004.

White, J.; (2010). Europe and the Common. Political Studies, v. 58, p. 104-122.