Teoria dos Stakeholders: um Estudo Bibliométrico de sua Produção Acadêmica Divulgada nos Periódicos Nacionais de 1999 a 2013 Outros Idiomas

ID:
42124
Resumo:
O objetivo deste estudo foi mapear a produção acadêmica do tema Teoria dos Stakeholders nos periódicos nacionais das áreas de Administração, Contabilidade e Turismo de 1999 a 2013. Metodologicamente, foi uma pesquisa documental, bibliométrica e de rede social. Foram identificados 54 artigos sobre o tema ora investigado. Os principais resultados foram: evolução do tema em definitivo a partir de 2010; os periódicos, RIAE, RCA, Pretexto e RAC, se destacaram na publicação dos artigos sobre a Teoria dos Stakeholders. Houve predominância de artigos publicados em parceria; os autores Costa e Gomes foram os mais profícuos. No que se refere as IESs, as mais produtivas foram: USP, Uninove e Univali. Em relação as referências, o autor Freeman, foi o mais citado, em especial com sua obra “strategic management: a stakeholder approach”. E os temas mais vistos nos 54 manuscritos publicados foram: Gestão Pública, Responsabilidade Social, Turismo, Gestão Ambiental, Ética e Governança Corporativa.
Citação ABNT:
RIBEIRO, H. C. M.Teoria dos Stakeholders: um Estudo Bibliométrico de sua Produção Acadêmica Divulgada nos Periódicos Nacionais de 1999 a 2013. Contextus - Revista Contemporânea de Economia e Gestão, v. 14, n. 1, p. 163-192, 2016.
Citação APA:
Ribeiro, H. C. M.(2016). Teoria dos Stakeholders: um Estudo Bibliométrico de sua Produção Acadêmica Divulgada nos Periódicos Nacionais de 1999 a 2013. Contextus - Revista Contemporânea de Economia e Gestão, 14(1), 163-192.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/42124/teoria-dos-stakeholders--um-estudo-bibliometrico-de-sua-producao-academica-divulgada-nos-periodicos-nacionais-de-1999-a-2013/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALBUQUERQUE FILHO, J. B.; MACHADO-DA-SILVA, C. L. Práticas organizacionais e estrutura de relações no campo do desenvolvimento metropolitano. Revista de Administração Contemporânea, v. 13, n. 4, p. 626-646, 2009.

ARGANDOÑA, A. The stakeholder theory and the common good. Journal of Business Ethics, v. 17, n. 9, p. 1093-1102, 1998.

BEUREN, I. M.; DA SILVA, M. Z. Características bibliométricas dos artigos sobre gestão hospitalar publicados em periódicos de alto impacto. Revista Cubana de Información en Ciencias de la Salud, v. 25, n. 1, p. 36-65, 2014.

BEUREN, I. M.; SOUZA, J. C. de. Em busca de um delineamento de proposta para classificação dos periódicos internacionais de contabilidade para o Qualis CAPES. Revista Contabilidade & Finanças, v. 19, n. 46, p. 44-58, 2008.

BOAVENTURA, J. M. G.; CARDOSO, F. R.; SILVA, E. S. da; SILVA, R. S. da. Teoria dos stakeholders e teoria da firma: um estudo sobre a hierarquização das funções-objetivo em empresas brasileiras. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, v. 11, n. 32, p. 289-307, 2009.

CAMPOS, T. L. C. Políticas para stakeholders: um objetivo ou uma estratégia organizacional? Revista de Administração Contemporânea, v. 10, n. 4, p. 111-130, 2006.

CLARKSON, M. A stakeholder framework for analyzing and evaluating corporate social performance. Academy of Management Review, v. 20, n. 1, p. 92117, 1995.

COLE, C. R.; HE, E.; MCCULLOUGH, K. A.; SEMYKINA, A.; SOMMER, D. W. An empirical examination of stakeholder groups as monitoring sources in corporate governance. Journal of Risk and Insurance, v. 78, n. 3, p. 703-730, 2011.

CORRÊA, V. S.; VALE, G. M. V. Redes sociais, perfil empreendedor e trajetórias. Revista de Administração da USP, v. 49, n. 1, p. 77-88, 2014.

CRUZ, A. P. C. da; ESPEJO, M. M. dos S. B.; COSTA, F.; ALMEIDA, L. B. de. Perfil das redes de cooperação científica: congresso USP de controladoria e contabilidade - 2001 a 2009. Revista Contabilidade & Finanças, v. 22, n. 55, p. 64-87, 2011.

DONALDSON, T.; PRESTON, L. The stakeholder theory of the corporation: concepts, evidence and implications. Academy of Management Review, v. 20, n. 1, p. 65-91, 1995.

DUCCI, N. P. C.; TEIXEIRA, R. M. As redes sociais dos empreendedores na formação do capital social: um estudo de casos múltiplos em municípios do norte pioneiro no estado do Paraná. Cadernos EBAPE.BR, v. 9, n. 4, p. 967-997, 2011.

FARIA, A.; SAUERBRONN, F. F. A responsabilidade social é uma questão de estratégia? Uma abordagem crítica. Revista de Administração Pública, v. 42, n. 1, p. 07-33, 2008.

FASSIN, Y. A dynamic perspective in Freeman’s stakeholder model. Journal of Business Ethics, v. 96, p. 39-49, 2010.

FASSIN, Y. Imperfections and shortcomings of the stakeholder model´s graphical representation. Journal of Business Ethics, v. 80, p. 879-888, 2008.

FASSIN, Y.; ROSSEM, A. V. Corporate governance in the debate on CSR and ethics: sensemaking of social issues in management by authorities and International Review, v. 17, n. 5, p. 573593, 2009.

FASSIN, Y. Stakeholder management, reciprocity and stakeholder responsibility. Journal of Business Ethics, v. 109, n. 1, p. 83-96, 2012.

FERREIRA, A. G. C. Bibliometria na avaliação de periódicos científicos. DataGramaZero-Revista de Ciência da Informação, v. 11, n. 3, p. 1-9, 2010.

FREEMAN, R. E.; MCVEA, J. A stakeholder approach to strategic management. In M. A. Hitt, E. Freeman, & J. S. Harinson (Eds.), The Blackwell handbook of strategic management (p. 189-207). Oxford: Blackwell Publishing, 2006.

FREEMAN, R. E.; REED, D. L. Stockholders and stakeholders: a new perspective on corporate governance. California Management Review, v. 3, n. 25, p. 88-106, 1983.

FREEMAN, R. E. Strategic management: a stakeholder approach. Massachusetts: Pitman, 1984.

FRIEDMAN, A. L.; MILES, S. Developing stakeholders theory. Journal of Management Studies, v. 39, n. 1, p. 121, 2002.

FROOMAN, J. Stakeholder influence strategies. Academy of Management Review, v. 24, n. 2, p. 191-205, 1999.

GOMES, R. C. Who are the relevant stakeholders to the local government context?Empirical evidences on environmental influences in the decisionmaking process of english local authorities. Brazilian Administration Review, v. 1, n. 1, p. 34-52, 2004.

HEATH, J.; NORMAN, W. Stakeholder theory, corporate governance and public management: what can the history of staterun enterprises teach us in the post-Enron era? Journal of Business Ethics, v. 53, n. 3, p. 247-265, 2004.

JANSSON, E. The stakeholder model: the influence of the ownership and governance structures. Journal of Business Ethics, v. 56, p. 1-13, 2005.

LAPLUME, A. O.; SONPAR, K.; LITZ, R. A. Stakeholder theory: reviewing a theory that moves us. Journal of Management, v. 34, n. 6, p. 1152-1189, 2009.

LEITE FILHO, G. A. Padrőes de produtividade de autores em periódicos e congressos na área de contabilidade no Brasil: um estudo bibliométrico. Revista de Administração Contemporânea, v. 12, n. 2, p. 533-554, 2008.

MACIEL, C. O.; CAMARGO, C. Overqualification at work and its influence on attitudes and behaviors. Revista de Administração Contemporânea, v. 17, n. 2, p. 218-238, 2013.

MAINARDES, E. W.; ALVES, H.; RAPOSO, M. Stakeholder theory: issues to resolve. Management Decision, v. 49, n. 2, p. 226-252, 2011.

MARTINS, G. S.; ROSSONI, L.; CSILLAG, J. M.; MARTINS, M. E.; PEREIRA, S. C. F. Gestão de operações no Brasil: uma análise do campo científico a partir da rede social de pesquisadores. RAE eletrônica, v. 9, n. 2, p. 1-26, 2010.

MELLO, C. M. de; CRUBELLATE, J. M.; ROSSONI, L. Dinâmica de relacionamento e prováveis respostas estratégicas de programas brasileiros de pós-graduação em administração à avaliação da Capes: proposições institucionais a partir da análise de redes de coautorias. Revista de Administração Contemporânea, v. 14, n. 3, p. 434-457, 2010.

MITCHELL, R. K.; AGLE, B. R.; WOOD, D. J. Toward a theory of stakeholder identification and salience: defining the principle of who and what really counts. Academy of Management Review, v. 22, n. 4, p. 853-886, 1997.

NERUR, S. P.; RASHEED, A. A.; NATARAJAN, V. The intellectual structure of the strategic management field: an author co-citation analysis. Strategic Management Journal, v. 29, p. 319-336, 2008.

ORTS, E. W.; STRUDLER, A. Putting a stake in stakeholder theory. Journal of Business Ethics, v. 88, p. 605-615, 2009.

PACHECO, R. C. dos S.; KERN, V. M. Uma ontologia comum para a integração de bases de informações e conhecimento sobre ciência e tecnologia. Ciência da Informação, v. 30, n. 3, p. 56-63, 2001.

RAMOS-RODRÍGUEZ, A. R.; RUÍZNAVARRO, J. Changes in the intellectual structure of strategic management research: a bibliometric study of the strategic management journal, 1980-2000. Strategic Management Journal, v. 25, p. 981-1004, 2004.

RIBEIRO, H. C. M. Corporate governance versus corporate governance: an international review: uma análise comparativa da produção acadêmica do tema governança corporativa. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 11, n. 23, p. 95-116, 2014.

RIBEIRO, H. C. M.; COSTA, B. K.; FERREIRA, M. A. S. P. V.; SERRA, B. P. de C. Produção científica sobre os temas governança corporativa e stakeholders em periódicos internacionais. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 17, n. 1, p. 95114, 2014.

RIBEIRO, H. C. M.; MURITIBA, S. N.; MURITIBA, P. M.; DOMINGUES, L. M. Entender para progredir: análise da pesquisa em governança corporativa no Brasil. Gestão Contemporânea, v. 9, n. 12, p. 11-42, 2012.

RODRIGUEZ-DOMINGUEZ, L.; GALLEGO-ALVAREZ, I.; GARCIASANCHEZ, I. M. Corporate governance and codes of ethics. Journal of Business Ethics, v. 90, p. 187-202, 2009.

ROSSONI, L.; GUARIDO FILHO, E. R. Cooperação entre programas de pósgraduação em Administração no Brasil: evidências estruturais em quatro áreas temáticas. Revista de Administração Contemporânea, v. 13, n. 3, p. 366-390, 2009.

ROSSONI, L.; HOCAYEN-DA-SILVA, A. J.; FERREIRA JÚNIOR, I. Aspectos estruturais da cooperação entre pesquisadores no campo de Administração Pública e Gestão Social: análise das redes entre instituições no Brasil. Revista de Administração Pública, v. 42, n. 6, p. 1041-1067, 2008.

ROWLEY, T. J. Moving beyond dyadic ties: a network theory of stakeholder influences. Academy of Management Review, v. 22, n. 4, p. 887-910, 1997.

SCHIAVONI, P M de B.; MORAES, M. C. B.; CASTRO, A. C. de; SANTOS, J. N. Stakeholders: principais abordagens. Revista de Ciência da Administração, v. 15, n. 37, p. 187-197, 2013.

SCHRÖDER, L., & BANDEIRA-DEMELLO, R. Relacionamento entre empresa e stakeholders: um estudo de caso no setor eletroeletrônico. Revista de Administração e Inovação, v. 8, n. 1, p. 148-168, 2011.

SUNDARAM, A. K.; INKPEN, A. C. Stakeholder theory and "the corporate objective revisited": A reply. Organization Science, v. 15, n. 3, p. 370-371, 2004.

SZABO, V.; COSTA, B. K.; RIBEIRO, H. C. M. Stakeholders e sustentabilidade: produção científica internacional e nacional entre 1998 e 2011. Revista Brasileira de Estratégia, v. 7, n. 2, p. 174-190, 2014.

VANTI, N. A. P. Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Ciência da Informação, v. 31, n. 2, p. 152-162, 2002.

VIEIRA, S. F. A.; COSTA, B. K.; CINTRA, R. F. Stakeholders Analysis: Um novo campo de pesquisa no turismo. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, v. 6, n. 2, p. 147-159, 2012.

XAVIER, W. G. Resenha de "Lições da Índia: um caminho replicável?" de Peter Cappelli, Harbir Singh, Jitendra Singh e Michael Useem. RAE-eletrônica, v. 9, n. 2, 2010.