Influence of cash flow on leverage adjustments: empirical evidence from Brazil Outros Idiomas

ID:
42434
Resumo:
OBJETIVO A pesquisa tem como objetivo verificar a influência da geração de caixa (negativa ou positiva) na velocidade com a qual as empresas ajustam a sua estrutura de capital. METODOLOGIA Este estudo baseia-se na metodologia de velocidade de ajuste proposta por Faulkender et al (2012). O modelo de ajuste parcial estabelece que a mudança observada na estrutura de capital é uma função da mudança desejada. A partir dessa premissa, os autores propõem uma metodologia em que a mudança desejada seja colocada em função do fluxo de caixa gerado pela empresa para avaliar os seus efeitos na velocidade de ajuste da estrutura de capital. Esta, por sua vez, foi aferida a partir do estimador de Mínimos Quadrados Ordinários com Erros Robustos, para dirimir a heteroscedasticidade. A amostra referese às empresas brasileiras de capital aberto na BM&F Bovespa no período de 2003 a 2013. RESULTADOS E CONCLUSÕES Consistentes com Faulkender et al (2012), os resultados evidenciam que as empresas brasileiras ajustam a sua estrutura de capital em direção ao alvo, e que a geração de fluxo de caixa tem influência na velocidade desse ajuste. Mais especificamente, em empresas sub-endividadas o fluxo de caixa aumenta a velocidade de ajuste, independentemente do nível de geração de caixa. Nas empresas sobreendividadas, o fluxo de caixa influencia significativamente a velocidade de ajuste somente quando a sua geração é alta. IMPLICAÇÕES PRÁTICAS A literatura recente indica que os custos de transação impedem que as empresas ajustem a sua estrutura de capital mais rapidamente. No entanto, conforme sugere Faulkender et al (2012), incentivos ao acesso ao mercado de capitais, como a geração de caixa, desempenham um papel importante na velocidade de ajuste, visto que pode fazer com os ajustes ocorram a custos marginais. Os resultados deste estudo vão ao encontro de Faulkender et al (2012), ao evidenciar que as decisões de estrutura de capital das empresas brasileiras são influenciadas não só pelo custo de transação, mas também pelo incentivo a acessar o mercado de capitais.
Citação ABNT:
BRUNALDI, E. O.; KAYO, E. K.; SECURATO, J. R. Influence of cash flow on leverage adjustments: empirical evidence from Brazil. Revista de Finanças Aplicadas, v. 3, n. 1, p. 1-20, 2015.
Citação APA:
Brunaldi, E. O., Kayo, E. K., & Securato, J. R. (2015). Influence of cash flow on leverage adjustments: empirical evidence from Brazil. Revista de Finanças Aplicadas, 3(1), 1-20.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/42434/influence-of-cash-flow-on-leverage-adjustments--empirical-evidence-from-brazil/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Inglês