Pesquisa Empírica em Contabilidade Tributária: um Panorama das Pesquisas Tributárias no Brasil Outros Idiomas

ID:
42574
Resumo:
A pesquisa na área tributária traz uma nova perspectiva de estudar e analisar as questões sobre tributos. Assim, este estudo tem como objetivo identificar quais os temas abordados no campo da pesquisa cientifica da área tributária nos periódicos qualificados pela Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. A amostra dessa pesquisa é composta por 65 artigos relativos à área tributária publicados nos periódicos citados anteriormente. A pesquisa se caracteriza como descritiva e os dados foram coletados diretamente nos sites dos periódicos. A abordagem é qualitativa, pois visa analisar os artigos e classificá-los de acordo com sua temática tributária. Através disso, os resultados mostram um crescimento nas publicações na área tributária, sendo identificadas 09 (nove) áreas temáticas, sendo as mais estudadas: impacto dos tributos, pesquisa legal, e auditoria e gestão pública. No que se refere às abordagens de metodológicas utilizadas nos artigos analisados, destacaram-se: analítico, arquivo/documental e caso. Neste contexto, o estudo contribui para identificação de temas estudados ao longo dos anos e possíveis lacunas de pesquisas na área tributária.
Citação ABNT:
FOLSTER, A.; SILVEIRA, T. P.; FERREIRA, L. F.; LUNKES, R. J. Pesquisa Empírica em Contabilidade Tributária: um Panorama das Pesquisas Tributárias no Brasil . Reunir: Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, v. 6, n. 2, p. 1-16, 2016.
Citação APA:
Folster, A., Silveira, T. P., Ferreira, L. F., & Lunkes, R. J. (2016). Pesquisa Empírica em Contabilidade Tributária: um Panorama das Pesquisas Tributárias no Brasil . Reunir: Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, 6(2), 1-16.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/42574/pesquisa-empirica-em-contabilidade-tributaria--um-panorama-das-pesquisas-tributarias-no-brasil-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALM, J.; MCCLELLAN, C. Tax Morale and Tax Compliance from the Firm’s Perspective. Kyklos, v. 65, n. 1, p. 1-17, 2012. Disponível em: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.14676435.2011.00524.x/abstract;jsessionid=0ED6F7587BFE4790F95953E1547C12CE.f01t04?deniedAccessCustomisedMessage=&userIsAuthenticated=false. Acesso em: 10 mai. 2012.

AMARAL, G. L. do. Governança Tributária é imprescindível para todos os tamanhos de empresas. Revista Governança Tributária, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 24-25, 2011.

AMARAL, L. M. F. do. Brasil sobe no ranking mundial dos países com maior carga tributária. Revista Governança Tributária, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 24-25, 2011.

ARMSTRONG, C. S.; BLOUIN, J. L.; LARCKER, D. F. The incentives for tax planning. Journal Of Accounting & Economics, v. 53, n. 1/2, p. 391-411, 2012. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0165410111000371. Acesso em: 10 mai. 2012.

AYERS, B. C.; JIANG, J.; LAPLANTE, S. K. Taxable Income as a Performance Measure: The effects of tax planning and Earnings Quality. Contemporary Accounting Research, v. 26, n. 1, p. 15-54, 2009. . Disponível em: https://www.msu.edu/~jiangj/Ayers%20et%20al.%202009%20CAR%20tax%20income.pdf. Acesso em: 10 mai. 2009.

BIRNBERG, J. G.; SHIELDS, M. D.; YOUNG, S. M. The case for multiple methods in empirical management accounting research (with an illustration from budget setting). Journal of Management Accounting Research, vol. 2, n. 1, p. 33-66. 1990.

CASTRO, C. M. A prática da pesquisa. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1977.

CHEN, S, CHEN, X.; CHENG, Q.; SHEVLIN, T. Are family firms more tax agressive than non-family firms? Journal of Financial Economics, n. 95, p. 41-61. 2010.

CUMMINGS, R. G.; MARTINEZ-VAZQUEZ, J.; MCKEE, M.; TORGLER, B. Tax morale affects tax compliance: Evidence from surveys and an artefactual field experiment. Journal of Economic Behavior and Organization, v. 70, n. 3, p. 447-457, 2009. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0167268109000183. Acesso em: 10 mai. 2019.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: 4. ed. Atlas. 2007.

HANLON, M.; HEITZMAN, S. A Review of Tax Research, Journal of Accounting and Economics, Elsevier, v. 50, p. 127-178, 2010.

HASSELDINE, J.; ZHUHONG, L. More tax evasion required in new millennium. Crime, Law and Social Change, Dordrecht, v. 31, n. 2, p. 91-103, 1999.

HESFORD, S. R.; LEE, S. H.; VAN DER STEDE, W. A.; YOUNG, S. M. Management accounting: a bibliographic study. In: CHAPMAN, C.; A. G. HOPWOOD y M. SHIELDS (Org.). Handbook of management accounting research. Amsterdam: Elsevier. vol. 1, n. 1, p. 3-26. 2007.

LUNKES, R. J.; FERREIRA, L. F.; RECH, J. D. O.; REZZIERI, T. A Legitimidade Cognitiva da Disciplina de Planejamento Tributário no Brasil. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 17, n. 2, 2014.

MAYDEW, E. L. Empirical tax research in accounting: A discussion. Journal of Accounting and Economics, Rochester, v. 31, p. 389-403, 2001

NAZÁRIO, N da S.; MENDES, P C de M.; AQUINO, D. R. B. de. Percepção dos discentes quanto à importância do conhecimento em contabilidade tributária em instituições de ensino superior do distrito federal: um estudo empírico. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 4, n. 3, p. 64-81, jul/set. 2008.

OLIVEIRA, G. P. Contabilidade tributária. São Paulo: Saraiva, 2005.

POHLMANN, M. C.; DE IUDÍCIBUS, S. Classificação da pesquisa tributária: uma abordagem interdisciplinar. Enfoque: Reflexão Contábil, v. 25, n. 3, p. 57-71, 2006.

RIBEIRO, A. E. L.; MÁRIO, P do C. Utilização de metodologia de reestruturação societária como ferramenta de planejamento tributário: um estudo de caso. Contabilidade Vista & Revista, Belo Horizonte, v. 19, n. 4, p. 107-128, out/dez. 2008.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa Social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23 ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SHACKELFORD, D. A.; SHEVLIN, T. Empirical tax research in accounting. Journal of Accounting and Economics, Rochester, v. 31, p. 321-387, 2001.