Piscicultura Integrada à Agroindústria: uma Proposta de Fluxo Contábil de Acordo com os CPCS 29 e 16 Outros Idiomas

ID:
42905
Resumo:
Determinadas condições internacionais colocam o Brasil como um dos principais produtores de alimentos de pescados, a indústria alimentícia que mais cresce no mundo. Os peixes são considerados, contabilmente, ativos biológicos consumíveis, e a sua mensuração ocorre pelo valor justo menos a despesa de venda reconhecida no momento inicial e final de cada período de competência. Igualmente, o produto agrícola advindo de ativo biológico deve ser mensurado pelo valor justo menos a despesa no momento em que é colhido. O valor atribuído ao produto é considerado seu custo no momento em que é incorporado à agroindústria, seja o custo de aquisição, seja de fabricação. Nesta pesquisa se visou propor um modelo de fluxo contábil para a piscicultura integrada – nas fases de transformação biológica do ativo e de processamento das carcaças – a partir da identificação das particularidades do manejo. Como abordagem metodológica, adotou-se o estudo de caso único. Para tratamento dos dados, utilizou-se a análise de conteúdo. Os resultados permitiram uma proposta de contas para o grupo Estoques, visando à mensuração e à evidenciação do ativo biológico na piscicultura, possibilitando identificar os momentos em que o ativo é mensurado a valor justo e pelo custo histórico. Um fluxo contábil da formação de estoques integrado à agroindústria foi proposto. Adicionalmente, uma proposta de contas do grupo Imobilizado foi apresentada com base na integração produtiva. A contribuição teórico-empírica desta pesquisa e sugestões de pesquisas futuras são apresentadas nas considerações finais.
Citação ABNT:
BARRETO, A. A. R.; OLIVEIRA, D. L.; RODRIGUES, S.; PONTES, J. A.; PORTO, W. S. Piscicultura Integrada à Agroindústria: uma Proposta de Fluxo Contábil de Acordo com os CPCS 29 e 16. RACE: Revista de Administração, Contabilidade e Economia, v. 15, n. 3, p. 915-944, 2016.
Citação APA:
Barreto, A. A. R., Oliveira, D. L., Rodrigues, S., Pontes, J. A., & Porto, W. S. (2016). Piscicultura Integrada à Agroindústria: uma Proposta de Fluxo Contábil de Acordo com os CPCS 29 e 16. RACE: Revista de Administração, Contabilidade e Economia, 15(3), 915-944.
DOI:
http://dx.doi.org/10.18593/race.v15i3.9998
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/42905/piscicultura-integrada-a-agroindustria--uma-proposta-de-fluxo-contabil-de-acordo-com-os-cpcs-29-e-16/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANDRADE, J.; TEÓPHILO, C. R.; YAMAMOTO, M. M. A. Aderência dos Pronunciamentos Contábeis do CPC às Normas Internacionais de Contabilidade. Revista Contabilidade, Gestão e Governança, São Paulo, v. 15, n. 2, 2012.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BARROS, C. D. C. et al. O impacto do valor justo na mensuração dos ativos biológicos nas empresas listadas na BM&FBOVESPA. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, Rio de Janeiro, v. 17, n. 3, p. 47-59, 2012.

BRASIL. Lei n° 11.638, de 28 de dezembro de 2007. Altera e revoga dispositivos da Lei no 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e da Lei no 6.385, de 07 de dezembro de 1976, e estende às sociedades de grande porte disposições relativas à elaboração e divulgação de demonstrações financeiras. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 28 dez. 2007. Disponível em: . Acesso em: 19 maio 2007.

BRASIL. Lei n° 11.958, de 26 de junho de 2009. Altera as Leis nos 7.853, de 24 de outubro de 1989, e 10.683, de 28 de maio de 2003; dispõe sobre a transformação da Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca da Presidência da República em Ministério da Pesca e Aquicultura; cria cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores - DAS e Gratificações de Representação da Presidência da República; e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2009. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2009.

CARVALHO, F. S. de et al. Ativos biológicos: evidenciação das empresas do Ibovespa. Revista Custos e @gronegócio online, Recife, v. 9. n. 3, 2013.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. CPC 00.Estrutura conceitual para elaboração e divulgação de relatório contábil-financeiro (R1). Disponível em: . Acesso em: 04 mar.2016.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. CPC 16 Estoques.Pronunciamentos técnicos contábeis 2009. Brasília, DF: Conselho Federal de Contabilidade, 2009. Disponível em: . Acesso em: 16 out. 2009.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. CPC 27 Ativo Imobilizado.Pronunciamentos técnicos contábeis 2009. Brasília, DF: Conselho Federal de Contabilidade, 2009.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. CPC 29 Ativo biológico e produto agrícola.Pronunciamentos técnicos contábeis 2009. Brasília, DF: Conselho Federal de Contabilidade, 2009. Disponível em: . Acesso em: 16 out. 2009.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. CPC 46 Mensuração do valor justo.Pronunciamentos Técnicos contábeis 2012. Brasília, DF: Conselho Federal de Contabilidade, 2012. Disponível em: . Acesso em: 16 out. 2012.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. NBC T 10.14 Entidades Rurais 2001. Brasília, DF: Conselho Federal de Contabilidade, 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2001.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução n° 1.055, de 07 de outubro de 2005. Cria o Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), e dá outras providências. Diário Oficial da União, 24 out. 2005. Disponível em: . Acesso em: 16 out. 2005.

COSTA, J. A.; THEÓPHILO, C. R.; YAMAMOTO, M. M. A aderência dos Pronunciamentos Contábeis do CPC às normas internacionais de contabilidade. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 15, n. 2, p. 110-126, 2012.

CREDISIS & NEGÓCIOS. Frigorífico mira mercados do Centro-Sul. Rondônia for export. Revista Credisis & Negócios, Rondônia, v. 8, n. 33, p. 14-15, out./dez. 2013.

EMBRAPA. Formação de plantel de matrizes e reprodutores de pirarucu. Belém, 2000. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2000.

FAO. El estado mundial de la pesca y la acuicultura 2014. 2014. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2014.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE RONDÔNIA (FIERO). Frigorífico de peixes em Vilhena surpreende caravana da FIERO pela variedade de produtos que comercializa. Porto Velho, nov. 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2010.

FIGUEIREDO, A. M.; SANTOS, M. L. D.; LIMA, J. F. D. Importância do agronegócio para o crescimento econômico de Brasil e Estados Unidos. Revista Gestão & Regionalidade, v. 28, 2012.

FIORENTIN, F. R. et al. Fair value e custo histórico na produção de flores: uma proposta de mensuração pelo fluxo de caixa líquido esperado. Custos e @gronegócio online, v. 10, n. 3, jul./set. 2014.

FREIRE, F. S. et al. Valor justo dos ativos biológicos: um estudo sobre a aplicabilidade do CPC 29 em um jardim zoológico. Revista Gestão Contemporânea, Porto Alegre, p. 207-233, 2012.

HORNGREN, C. T.; SUNDEM, G. L.; STRATTON, W. O. Contabilidade Gerencial. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2004.

IUDÍCIBUS, S. D. et al. Manual de contabilidade societária: aplicável a todas as Sociedades – De acordo com as Normas Internacionais e do CPC. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2013.

KUBITZA, F. et al. Panorama da piscicultura no Brasil PARTE I: Estatísticas, espécies, polos de produção e fatores limitantes à expansão da atividade. Panorama da Aquicultura, Rio de Janeiro, 19 ago. 2013. Disponível em: . Acesso em: 09 out. 2013.

KUBITZA, F. et al. Panorama da piscicultura no Brasil PARTE III: Particularidades regionais da piscicultura custos de produção, preços de venda e os gargalos que limitam a expansão dos cultivos. Panorama da Aquicultura, Rio de Janeiro, ago. 2013. Disponível em: . Acesso em: 09 out. 2013.

MARION, J. C. Contabilidade Empresarial. 13. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MARION, J. C. Contabilidade Rural – contabilidade agrícola, contabilidade da pecuária, Imposto de Renda – Pessoa Jurídica. 14. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

MARTINS, A. S.; OLIVEIRA, D. de L. Reconhecimento contábil da degeneração de ativos biológicos para a produção no cultivo de árvores frutíferas. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 11, n. 22, p. 73-94, abr. 2014.

MARTINS, V. G.; MACHADO, M. A. V.; CALLADO, A. L. C. Relevância e representação fidedigna na mensuração de ativos biológicos a valor justo por empresas listadas na BM&FBovespa. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 11, n. 22, p. 163, 2014.

MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA. Boletim estatístico da pesca e aquicultura. 2011. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2014.

MINISTÉRIO DA PESCA E AQUICULTURA. Ministro Eduardo Lopes destaca papel estratégico do Brasil no setor de pescados. 2014. Disponível em: . Acesso em: 01 out. 2014.

OLIVEIRA, D. D. L.; FERREIRA, E. P. D. S.; PORTO, W. S. Mensuração e evidenciação do ativo biológico na piscicultura: uma proposta de fluxo contábil à luz do CPC 29. R.E.S.C – Revista Eletrônica Saber Contábil, v. 2, p. 39-53, 2012.

OLIVEIRA, D. D. L.; OLIVEIRA, G. D. Contabilidade rural: uma abordagem do agronegócio dentro da porteira. 2. ed. Curitiba: Juruá, 2015.

PADILHA JUNIOR. J. B. Comercialização de produtos agrícolas. Curitiba: [s.n.], 2006.

RECH, N. J.; CUNHA, M. F. Análise das taxas de desconto aplicáveis na mensuração dos ativos biológicos a valor justo. In: CONGRESSO USP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 11.; 2011, São Paulo. Anais... São Paulo, 2011. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2011.

RESSUTTI, W. Piscicultura: proposta coletiva busca fortalecimento do setor. Emater, Rondônia, 11 mar. 2011. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2011.

ROCHA, S. RO é líder na produção nacional de tambaqui e destaque na piscicultura. Globo.com, Rondônia, mar. 2014. Disponível em: . Acesso em: 14 out. 2014.

RONDÔNIA (Estado). Lei n° 1861, de 10 de janeiro de 2008. Dispõe, define e disciplina a piscicultura no Estado de Rondônia e dá outras providências. Diário Oficial do Estado de Rondônia, 10 jan. 2008.

SCORVO FILHO, J. D. Previsões para a aquicultura em 2014: Vamos continuar crescendo? Panorama da Aquicultura, Rio de Janeiro, fev. 2014. Disponível em: . Acesso em: 01 out. 2014.

SCRAMIM, F. C. L.; BATALHA, M. O. Gestão de custos agroindustriais. Gestão agroindustrial, São Paulo: Atlas, v. 1, n. 3, 2007.

SEBRAE. Boletim o mercado potencial da piscicultura em megaeventos. 2014. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2014.

SILVA, A. F. S. de; SILVA, E. P. D.; DENBER, M. W. D. S. Mensuração do fair value de ativos tangíveis: estoque e ativo imobilizado. Revista Pensar Contábil, v. 13, p. 48-55, 2011.

SILVA, A. P. da. Pesca artesanal brasileira. Aspectos conceituais, históricos, institucionais e prospectivos. Palmas: Embrapa Pesca e Aquicultura, 2014. Disponível em: . Acesso em: 01 out. 2014.

SOCIEDADE NACIONAL DE AGRICULTURA. Piscicultura é tratada como novo agronegócio de Rondônia ao crescer 300% em 3 anos. Rio de Janeiro, jun. 2014. Disponível em: . Acesso em: 09 out. 2014.

SOUZA, F. J. V. D. et al. Produção científica sobre ativos biológicos e produtos agrícolas: um estudo entre os anos de 2006 e 2011. Custos e @gronegócio online, Recife, v. 9, n. 1, 2013.

THOMAZ, A. Vilhena: Confúcio vistoria frentes de trabalho e visita frigorífico de peixe. Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (SEDAM), Porto Velho, 05 set. 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2013.

VITELA, M. C. A. et al. Análise da viabilidade econômico-financeira de projeto de piscicultura em tanques escavados. Custos e @gronegócio online, v. 9, n. 3, 2013. Disponível em: . Acesso em: 03 nov. 2013.

WANDERLEY, C. A. N.; SILVA, A. C. D.; LEAL, R. B. Tratamento contábil de ativos biológicos e produtos agrícolas: uma análise das principais empresas do agronegócio brasileiro. Revista Pensar Contábil, v. 14, p. 53-62, 2012.

XAVIER, R. E. Caracterização e prospecção da cadeia produtiva da piscicultura no Estado de Rondônia. 2013. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente)–Fundação Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2013. Disponível em: . Acesso em: 03 nov. 2013.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.