Do Exercício a Efetivação: Analisando a Socialização Organizacional Outros Idiomas

ID:
43080
Resumo:
Este trabalho tem por objetivo analisar a percepção dos servidores públicos em período de estágio probatório acerca da sua socialização organizacional. Caracteriza-se como um estudo descritivo, de abordagem metodológica quantitativa. Em uma amostra de 126 servidores públicos em período de estágio probatório de uma Instituição Superior de Ensino aplicou-se o modelo de Inventário de Socialização Organizacional proposto por Borges et al. (2010). Os dados foram analisados através de análise de estatísticas descritivas e Teste ANOVA. Os resultados permitiram identificar níveis eficazes de socialização organizacional entre os pesquisados. Encontrou-se também existência de diferenças significativas nas médias de socialização entre os cargos. Com isso, compreende-se que existem diferenças significativas na maneira como os servidores percebem a sua socialização, influenciadas pelas suas características ocupacionais.
Citação ABNT:
TOMAZZONI, G. C.; COSTA, V. M. F.; SANTOS, A. S. D.; SOUZA, D. L. Do Exercício a Efetivação: Analisando a Socialização Organizacional . Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 10, n. 2, p. 80-92, 2016.
Citação APA:
Tomazzoni, G. C., Costa, V. M. F., Santos, A. S. D., & Souza, D. L. (2016). Do Exercício a Efetivação: Analisando a Socialização Organizacional . Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 10(2), 80-92.
DOI:
http://dx.doi.org/10.12712/rpca.v10i2.650
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/43080/do-exercicio-a-efetivacao--analisando-a-socializacao-organizacional-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANDRADE, D. C. T.; OLIVEIRA, M. L. S.; OLIVEIRA, D. R. Os Diferentes Níveis de Socialização Organizacional de uma Ifes: a comparação entre grupos ocupacionais e lotação setorial/departamental. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPAD, 36., Rio de Janeiro, 2012. Anais... Rio de Janeiro, 2012.

ANDRADE, D. C. T.; RAMOS, H. R. A Comparação entre grupos ocupacionais e lotação setorial/departamental de uma IFES sob a ótica da socialização organizacional. Revista Economia & Gestão, Belo Horizonte, v. 15, n. 39, p. 104-125, 2015.

ASHFORTH, B. E.; SLUSS, D. M.; SAKS, A. M. Socialization tactics, proactive behavior, and newcomer learning: Integrating socialization models. Journal of Vocational Behavior, Orlando, v. 70, n. 3, p. 447-462, 2007.

BARATA, A. M. Questões relevantes sobre concurso público. Revista do Ministério Público do Estado do Pará, Belém, v. 1, n. 4, p. 41-55, dez. 2009.

BORGES, L. O.; ALBUQUERQUE, F. J. B. Socialização Organizacional. In: ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J. E.; BASTOS, A. V. B. (Org.). Psicologia organizacional e do trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2004. p. 331-356.

BORGES, L. O.; ROS, M. G.; TAMAYO, A. Socialización organizacional: tácticas y autopercepción. Revista de Psicología del Trabajo y de las Organizaciones, v. 17, n. 2, p. 173-196, 2001.

BORGES, L. O.; SILVA, F. H. V. C.; MELO, S. L.; OLIVEIRA, A. S. Re-construção e validação de um inventário de socialização organizacional. Revista de Administração Mackenzie, v. 11, n. 4, p. 4-37, 2010.

BRASIL. Lei n. 8.112, de 11 de dezembro de 1990. Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Diário Ofcial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 19 abr. 1991. Disponível em: . Acesso em 24 ago. 2014. .

BRESSER-PEREIRA, L. C. A reforma da Administração Pública: Crise Econômica e Reforma do Estado no Brasil. São Paulo, Editora 34, 1996.

CARVALHO, V. D.; BORGES, L. O.; VIKAN, A. Socialização Organizacional: estudo comparativo entre servidores públicos brasileiros e noruegueses, Revista Eletrônica de Administração, Porto Alegre, v. 18, n. 2, p. 339-371, 2012. Disponível em: . Acesso em 09 set. 2014.

CHAO, G. T.; O’LEARY-KELLY, A. M.; WOLF, S.; KLEIN, H. J.; GARDNER, P. D. Organizational socialization: its content and consequences. Journal of Applied Psychology, Washington, v. 79, n. 5, p. 730-743, 1994.

CHAVES, C. S. Socialização Organizacional: O Processo de Integração de Novos Servidores na Câmara dos Deputados. 2003. 117 f. Monografia (Especialização em Desenvolvimento Gerencial)– Universidade de Brasília, Brasília, 2003.

FRAGA, C. G. S.; MARTINS, J. R. A (in)eficácia do estágio probatório do servidor público como instrumento de avaliação da Administração Pública Municipal. Revista do Instituto do Direito Brasileiro, v. 1, n. 10, 2, p. 5991-6031, 2012.

Lei n. 12.772, de 28 de dezembro de 2012. Dispõe sobre a estruturação do plano de carreiras e cargos de Magistério Federal; sobre a carreira do Magistério Superior.... Diário Ofcial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 21 dez. 2012. Disponível em: . Acesso em 24 ago. 2014.

LEVY JUNIOR, M. Socialização. In: CARDOSO, F. H.; IANNI, O. (Org.). Homem sociedade. São Paulo: Editora Nacional, 1973.

LOPES, L.F.D.; MULLER, I.; SOUZA, A. M.; ANSUJ, A. P.; MOREIRA JUNIOR, F. J.; STRAZZABOSCO, F.; BORTOLUZZI, O. A. Estatística geral. Caderno didático 3ª ed. Santa Maria: UFSM, 2008.

MARTINS, A. S. O. Socialização organizacional. In: SIQUEIRA, M. M. M. (Org.). Novas medidas do comportamento organizacional: ferramentas de diagnóstico e de gestão. Porto Alegre: Artmed, 2014, p. 264 -279.

MODESTO, P. Estágio Probatório: Questões Controversas. Revista Eletrônica de Direito de Estado, Salvador, n. 10, p. 1-27, abr./jun. 2007.

MONTEIRO, M.B. Estágio Probatório como Método de Avaliação do Servidor: Estudo de caso no Ministério Público Gaúcho. 2010. 69 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração)–Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

OLIVEIRA, S. D. C.; LINO, M. A. B.; BORGES, L. O.; CARVALHO, V. D.; MELO, S. L.; SILVA, A. K. L.; BAHIA, F. R. A.; SOUZA, N. C.; STEVEN, G. A socialização organizacional dos servidores da UFRN, segundo grupo ocupacional e tempo de serviço. Revista Psicologia: Organização e Trabalho, Florianópolis, v. 8, n. 1,p. 118-141, 2008.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. H.; LUCIO, P. B. Metodologia de Pesquisa. São Paulo: McGrawHill, 2006.

SHINYASHIKI, G. T. O processo da socialização organizacional. In: FLEURY, M. T. As pessoas na organização. São Paulo: Gente, 2003. p. 165-184.

SILVA, A. H.; FOSSÁ, M. I. T. O Processo de Socialização Organizacional como Estratégia de Integração Indivíduo e Organização. Revista REUNA, Belo Horizonte, v. 18, n. 4, p. 5-29, 2013.

SIMIONE A. A. A modernização da gestão e a governança no setor público em Moçambique. Revista de Administração Pública, v. 48, n. 3, Rio de Janeiro, p. 551-570, 2014.

WAGNER, J. A.; HOLLENBECK, J. R. Comportamento organizacional: criando vantagem competitiva. São Paulo: Saraiva, 2012.