Avaliação de políticas públicas no Brasil e nos Estados Unidos: análise da pesquisa nos últimos 10 anos Outros Idiomas

ID:
43688
Resumo:
Este estudo compara a pesquisa sobre avaliação de políticas públicas no Brasil e nos Estados Unidos. No intuito de examinar o grau em que a pesquisa em avaliação está estabelecida nesses países, este artigo usa os métodos bibliométrico e de análise de rede social para comparar as publicações recentes da pesquisa em avaliação em ambos os países. Os resultados mostram que o Brasil e os Estados Unidos têm pesquisado e publicado nas mesmas áreas, em especial, nas áreas de saúde, de educação e de bem-estar social. Observou-se também que os pesquisadores dos dois países utilizam métodos de investigação similares, embora os americanos façam maior uso de métodos quanti-quali e suas redes de pesquisa apresentem características semelhantes, apesar de as redes americanas serem de tamanho e densidade maiores. A partir das evidências encontradas, conclui-se que a pesquisa em avaliação no Brasil evoluiu durante o período investigado e que está em vias de consolidação como um campo de estudo e prática.
Citação ABNT:
CRUMPTON, C. D.; MEDEIROS, J. J.; FERREIRA, V. R. S.; SOUSA, M. M.; NAJBERG, E. Avaliação de políticas públicas no Brasil e nos Estados Unidos: análise da pesquisa nos últimos 10 anos . Revista de Administração Pública, v. 50, n. 6, p. 981-1001, 2016.
Citação APA:
Crumpton, C. D., Medeiros, J. J., Ferreira, V. R. S., Sousa, M. M., & Najberg, E. (2016). Avaliação de políticas públicas no Brasil e nos Estados Unidos: análise da pesquisa nos últimos 10 anos . Revista de Administração Pública, 50(6), 981-1001.
DOI:
http://dx.doi.org/10.1590/0034-7612156363
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/43688/avaliacao-de-politicas-publicas-no-brasil-e-nos-estados-unidos--analise-da-pesquisa-nos-ultimos-10-anos-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALBAEK, Erik. Knowledge, interests and the many meanings of evaluation: a developmental perspective. Scandinavian Journal of Social Welfare, n. 7, p. 94-98, 1998.

ALTSCHULD, James W.; KUMAR, David Devraj. Needs assessment. Thousand Oaks, CA: Sage Publications, 2010.

APPLETON-DYER, Sarah et al. Understanding evaluation influence within public sector partnerships: a conceptual model. American Journal of Evaluation, v. 33, n. 4, p. 532-546, 2012.

ARAÚJO, Carlos A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, v. 12, n. 1, p. 11-32, 2006.

ARRETCHE, Marta. Dossiê agenda de pesquisa em políticas públicas. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 18, n. 51, p. 4, 2003.

BECHELAINE, Cinthia H de O.; CKAGNAZAROFF, Ivan B. Por que as avaliações vão para a gaveta? Uma revisão teórica dos fatores relacionados ao uso dos resultados das avaliações de políticas públicas. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 17, n. 2, p. 78-93, 2014.

BORGMAN, Christine L.; FURNER, Jonathan. Scholarly communication and bibliometrics. Annual Review of Information Science and Technology, v. 36, n. 1, p. 2-72, 2002. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2015.

CAPOBIANGO, Ronan Pereira et al. Análise das redes de cooperação científica através do estudo das coautorias dos artigos publicados em eventos da Anpad sobre avaliação de políticas públicas. Rev. Adm. Pública, v. 45, n. 6, p. 1869-1890, 2011. Disponível em: . Acesso em: 25 fev.2015. 2011.

CARACELLI, Valerie J. Evaluation use at the threshold of the twenty-first century. New Directions for Evaluation, v. 2000, n. 88, p. 99-111, 2000.

CENEVIVA, Ricardo; FARAH, Marta F. S. Avaliação, informação e responsabilização no setor público. Revista de Administração de Empresas, v. 46, n. 4, p. 993-1016, 2012.

CHAMBERS, Donald E.; WEDEL, Kenneth R. Social policy and social programs: a method for the practical public policy analyst. 5. ed. Boston: Allyn and Bacon, 2009.

COOK, T. D.; LEVITON, L. C.; SHADISH, W. R. Foundations of program evaluation. Theory of practice. Newbury Park, CA: Sage Publications, 1991.

COSTA, Frederico L.; CASTANHAR, José C. Avaliação de programas públicos: desafios conceituais e metodológicos. Rev. Adm. Pública, v. 37, n. 22, p. 969-992, 2005.

COTTA, Tereza C. Avaliação educacional e políticas públicas: a experiência do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Revista do Serviço Público, v. 52, n. 4, p. 89-111, 2001.

DELEON, Peter. The historical roots of the field. In: MORAN, Michael et al. (Org.). The Oxford handbook of public policy. Londres: Oxford University Press, 2006. p. 1000.

DONALDSON, Stewart I.; GRANT-VALLONE, Elisa J. Understanding self-report bias in organizational behavior research. Journal of Business and Psychology, v. 17, n. 2, p. 245-260, 2002.

FARIA, Carlos Aurélio P. de. A política da avaliação de políticas públicas. RBCS, v. 20, n. 59, p. 97-169, 2005.

FREY, Klaus. Políticas públicas: um debate conceitual e reflexões. Planejamento e Políticas Públicas, n. 21, p. 211-259, 2000.

GARGANI, John. More than 25 years of the american journal of evaluation: the recollections of past editors in their own words. American Journal of Evaluation, v. 32, n. 3, p. 428-447, 2011.

JANNUZZI, Paulo de Martino. Indicadores para diagnóstico, monitoramento e avaliação de programas sociais no Brasil. Revista do Serviço Público, v. 56, n. 2, p. 137-160, 2005.

JOHNSON, Kelli et al. Research on evaluation use: a review of the empirical literature from 1986 to 2005. American Journal of Evaluation, v. 20, n. 3, 2009

KISBY, Ben. Analyzing policy networks. 2007. p. 71-90. Disponível em: . Acesso em: 25 fev.2015. 2007.

LAVELLE, John M.; DONALDSON, Stewart I. The state of preparing evaluators. New Directions for Evaluation, n. 114, p. 107-114, 2007.

LYNN Jr, Lauence E. A place at the table: policy analysis, its the future of practice and postpositive critics. Journal of Policy Analysis and Management, v. 18, n. 3, p. 411-425, 1999. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2015. 1999.

MARK, Melvin M.; HENRY, Gary T. The mechanisms and outcomes of evaluation influence. Evaluation, v. 30, n. 1, p. 35-57, 2004.

MELO, Marcos A. Estado, governo e políticas públicas.O que ler na ciência social brasileira. São Paulo: Sumaré; Brasília: Anpocs; Capes, 1999. p. 55-100.

MICHAEL, Ewen J. Public policy: the competitive framework. South Melbourne, Australia: Oxford University Press, 2006.

MONTERO, Alfred P. Brazilian politics: reforming a democratic state in a changing world. Cambridge, UK: Polity Press, 2005.

MUNGER, Michael C. Analyzing policy: choices, conflicts, and practices (new institutionalism in American politics). s.l.: W. W. Norton, 2000. Disponível em: . Acesso em: 20 fev.2015.

NEIROTTI, Nerio. Evaluation in Latin America: paradigms and practices. In: KUSHNER, Saville; ROTONDO, Emma (Org.). Evaluation voices from Latin America. p. 128. San Francisco: Jossey-Bass, 2012.

NOOY, Wouter de; MRVAR, Andrej; BATAGELJ, Vladmir. Exploratory social network analysis with pajek. Nova York: Cambridge University Press, 2011.

PRELL, Christina. Social network analysis: history, theory and methodology. Londres: Sage, 2012.

RAMOS, Marília P.; SCHABBACH, Letícia M. O estado da arte da avaliação de políticas públicas: conceituação e exemplos de avaliação no Brasil. Rev. Adm. Pública, v. 46, n. 5, p. 1271-1294, 2012.

ROSSI, Peter H.; LIPSEY, Mark W.; FREEMAN, Howard E. Evaluation: a systematic approach. 7. ed. Thousand Oaks, CA: Sage Publications, 2004.

ROSSI, Peter H.; WRIGHT, James D. Evaluation research: an assessment. In: MILLER, Delbert C. (Org.). Handbook of research design and social measurement. 5. ed. p. 87-97. Newbury Park, CA: Sage Publications, 1991.

SHULHA, Lyn M.; COUSINS, J. Bradley. Evaluation use: theory, research, and practice since 1986. American Journal of Evaluation, v. 18, n. 3, p. 195-208, 1997.

SUGIYAMA, Natasha B. Diffusion of good government: social sector reforms in Brazil. s.l.: University of Notre Dame Press, 2013.

TREVISAN, Andrei P.; VAN BELLEN, Hans M. Avaliação de políticas públicas: uma revisão teórica de um campo em construção. Rev. Adm. Pública, v. 42, n. 3, p. 529-550, 2008.

VAITSMAN, Jeni; RIBEIRO, Jose M.; LOBATO, Lenaura. Policy analysis in Brazil. Chicago: University of Chicago Press, 2013. Disponível em: . Acesso em:15 fev. 2013.

WEISS, Carol Hirschon. An alternate route to policy influence: how evaluations affect D/A/R/E. American Journal of Evaluation, v. 26, n. 1, p. 12-30, 2005.

WEISS, Carol Hirschon; BIRCKMAYER, Johanna. Social experimentation in public policy. In: MORAN, Michael; REIN, Martin; GOODIN, Robert E. (Org.). The Oxford handbook of public policy. p. 806-830. Oxford, UK: Oxford University Press, 2006.