A ferramenta storytelling no contexto de marketing: uma análise a partir da estratégia de comunicação empresarial Outros Idiomas

ID:
44026
Resumo:
O presente artigo apresenta um estudo de caso sobre as estratégias de comunicação do Grupo Zeta analisadas por meio da ferramenta storytelling. O objetivo do estudo é analisar a disseminação dos valores e práticas organizacionais na comunicação do Grupo Zeta, a partir desta ferramenta. A justificativa para a realização desta pesquisa é disseminar a ferramenta storytelling para estudos na área de marketing, com foco no item comunicação do composto de marketing, a partir de narrativas contadas aos clientes. Em relação aos aspectos metodológicos, realizou-se uma pesquisa descritiva, de cunho qualitativo e um estudo de caso. A coleta foi gerada a partir de dados secundários e entrevistas em profundidade com clientes do Grupo Zeta. Os resultados foram atribuídos através da técnica de análise de conteúdo, onde as respostas dos entrevistados foram segmentadas em categorias. Como resultado, verificouse a efetividade da ferramenta storytelling, utilizando como referência o caso Zeta. Através das entrevistas com os clientes foi possível verificar o impacto positivo das campanhas publicitárias da empresa que se utiliza de narrativas e como as mensagens transmitidas utilizando essa ferramenta são bem assimiladas pelos clientes.
Citação ABNT:
TORMES, G. S.; SILVA, V. A.; PIVETTA, N. P.; SCHERER, F. L. A ferramenta storytelling no contexto de marketing: uma análise a partir da estratégia de comunicação empresarial. Revista Capital Científico - Eletrônica, v. 14, n. 4, p. 8-23, 2016.
Citação APA:
Tormes, G. S., Silva, V. A., Pivetta, N. P., & Scherer, F. L. (2016). A ferramenta storytelling no contexto de marketing: uma análise a partir da estratégia de comunicação empresarial. Revista Capital Científico - Eletrônica, 14(4), 8-23.
DOI:
10.5935/2177-4153.20160027
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/44026/a-ferramenta-storytelling-no-contexto-de-marketing--uma-analise-a-partir-da-estrategia-de-comunicacao-empresarial/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
MCSILL, J. Cinco lições de Storytelling: fatos, ficção e fantasia. São Paulo: DVS, 2013.

AAKER, D. A.; KUMAR, V.; DAY, G. S. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Atlas, 2001.

ALLEN, K. Organizational Storytelling. Franchising World, v. 37, n. 11, p. 63-64, 2005.

AMA - American Marketing Association. Definition of Marketing. American Marketing Association Board of Directors: Marketing Power, 2007. Disponível em: Acesso em: 18 março 2007.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70. LDA, 2009.

BARKER, R. T.; GOWER, K. Strategic application of storytelling in organizations toward effective communication in a diverse world. Journal of Business Communication, v. 47, n. 3, p. 295-312, 2010.

BARRETO, S. M.; PASSOS, V. M. A.; GIATTI, L. Comportamento saudável entre adultos jovens no Brasil. Revista Saúde Pública, v.43, n. 2, p. 9-17, 2009.

BAUER, M. W.; GASKEL, G.. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2002.

BOJE, D. M. The storytelling organization: a study of storytelling performance in an office supply firm. Administrative Science Quarterly, v. 36, n. 2, p. 106-126, 1991.

CHURCHILL, G. A.; PETER, J. P. Marketing: criando valor para os clientes. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2000.

CRUBELLATE, J.M. Organizações e ambiente organizacional: uma abordagem neofuncionalista. In: MARCHIORI, Marlene, Org. Comunicação e organização: reflexões, processos e práticas. São Caetano do Sul: Difusão, 2010.

GILLIAM, D. A.; FLAHERTY, K. E. Storytelling by the Sales force and its effect on buyerseller Exchange. Industrial Marketing Management, vol. 46, p. 132-142, 2015.

GIOIA, D.; SCHULTZ, M.; CORLEY, K. Organizational identity, image and adaptive instability. Academy of Management Review, v. 25, n. 1, p. 63-81, 2000.

GONÇALO, C. R.; BORGES, M. L.; CASSOL, A.; MORÉ, R. P. O.. Storytelling para a Identificação de Estratégia como Prática. Revista Ibero-Americana de Estratégia - RIAE, v. 12, n. 1, p. 131-153, jan./mar. 2013.

HAAS, A.; SNEHOTA, I; CORSARO, D. Creating value in business relationships: the role of Sales. Industrial Marketing Management, vol. 41, p. 94-105, 2012.

HATCH, M.; SCHULTZ, M. Relation between organizational culture, identity and image. European Journal of Marketing, v. 31, n. 5/6, p. 356-365, 1997.

LEAL, A. L. Toda empresa quer ter uma boa história: algumas são mentira. São Paulo. Revista Exame, 2014. Disponível em http://exame.abril.com.br/revistaexame/edicoes/1076/noticias/marketing-ou-mentira. Acesso em: 03 abr. 2015.

NICKELS, W. G; WOOD, M. B. Marketing: relacionamentos, qualidade, valor. Rio de Janeiro: LTC, 1999.

SNOWDEN, D. Storytelling for the capture and communication of tacit knowledge. Business Information Review, vol. 1, n. 2, 1999.

SRINIVASAN, S. K. Storytelling: branding in practice: South Asian. Journal of Management, vol. 12, n. 3, p. 92-95, 2005.

TERRA, J. C. C. Storytelling como ferramenta de gestão. São Paulo: Terra Fórum Consultores, 2014.

WEICK, K. E.; SUTCLIFFE, K. M.; OBSTFELD, D. Organizing and the processo of sensemaking. Organization Science, vol. 16, n. 4, p. 409-421, 2005.

WHITE, G.; RALAKE, M. An investigation into the effectiveness of storytelling as means of sharing tacit knowledge. Proceedings of the European Conference on Information Management, p. 309-317, 2013.

WHITE, M. Perspectives. Business Information Review, vol. 31, n. 3, p. 149-153, 2014.

YANG, S. M.; FANG, S. C.; FANG, S. R.; CHOU, C. H. Knowledge Exchange and knowledge protection in interorganizational learning: the ambidexterity perspective. Industrial Marketing Management, vol. 43, n. 2, p. 346-358, 2014.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.