Fatores Críticos de Sucesso no Processo de Implementação do Balanced Scorecard: Um Estudo de Caso nas Instituições Federais de Ensino Superior Outros Idiomas

ID:
44042
Resumo:
Este artigo tem como objetivo apreender as práticas de gestão adotadas a partir do planejamento estratégico, estabelecendo as prioridades de atuação em cada área. Na metodologia, utilizou-se como método de pesquisa o estudo de caso, além da realização de pesquisa quantitativa e qualitativa. Como resultados, considerouse que o BSC, ao ser adaptado no setor público, necessita de algumas particularidades, dentre as quais se destacam: a (re)adequação de suas perspectivas, especialmente a de clientes; o caráter legal, levando em consideração as leis e as normas instituídas; e o conhecimento sobre os fatores que podem restringir e impulsionar as estratégias estabelecidas. O estudo concluiu que a principal prioridade a ser alvo de esforços dos envolvidos na implementação do BSC recai sobre o ser humano, sinalizando para a necessidade de se iniciar as mudanças necessárias a partir do conhecimento sobre as pessoas, com sensíveis reflexos em seus desempenhos.
Citação ABNT:
CUNHA, M. R.; KRATZ, L. Fatores Críticos de Sucesso no Processo de Implementação do Balanced Scorecard: Um Estudo de Caso nas Instituições Federais de Ensino Superior . Revista de Ciências da Administração, v. 18, n. 46, p. 96-108, 2016.
Citação APA:
Cunha, M. R., & Kratz, L. (2016). Fatores Críticos de Sucesso no Processo de Implementação do Balanced Scorecard: Um Estudo de Caso nas Instituições Federais de Ensino Superior . Revista de Ciências da Administração, 18(46), 96-108.
DOI:
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2016v18n46p96
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/44042/fatores-criticos-de-sucesso-no-processo-de-implementacao-do-balanced-scorecard--um-estudo-de-caso-nas-instituicoes-federais-de-ensino-superior-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BARBETTA, P. A. Estatística aplicada às ciências sociais. Florianopolis: EdUFSC, 2006.

BRESSIANI, F.; ALT, P. R. C.; MASSOTE, A. A. instrumento de melhoria de desempenho de uma instituição de ensino superior. Faculdade de Engenharia Industrial. São Bernardo do Campo – SP, 2001.

BULLEN, C. V.; ROCKART, J. F. A Primer on critical success factors. USA: Center for Information Systems Research Sloan School of Management Massachusetts Institute of Technology, 1981.

BURLIM, L. R.; SALES, J. N. Transformando estratégia em resultados: um estudo sobre a eficácia do modelo Balanced Scorecard - BSC. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CUSTOS, 14.; 2007, João Pessoa. Anais... São Leopoldo: ABC, 2007.

CARARETO, Edson Soares et al. Gestão Estratégica de Custos: custos na tomada de decisão. Revista de Economia da UEG, v. 2, n. 2, 2006.

COSTA, A. P. P. Balanced Scorecard: conceitos e guia de implementação. São Paulo: Atlas, 2006.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

CUNHA, M. R. Fatores críticos de sucesso na implementação do Balanced Scorecard em Instituições Públicas de Ensino Superior. 2016. 172 p. Dissertação (Mestrado) – Faculdade Alves Faria [ALFA], Goiania, GO, 2016.

DIAS, I. C. G.; JUNIOR, I. J. N. Uma análise crítica ao modelo de gestão estratégica Balanced Scorecard (BSC) nas organizações. Brasília, DF: Universidade Católica de Brasília (UCB), 2004.

DORWEILER, V.; YAKHOU, M. Scorecard for academic administration performance on the campu. Managerial Auditing Journal, v. 20, n. 2, p. 138-144, 2005.

FACHIN, O. Fundamentos de metodologia. São Paulo: Saraiva, 2006.

FARIA, A. C.; FERNANDES, F. C.; GUIMARÃES, V. M. Balanced Scorecard [BSC] na Gestão Pública: Implementação na Prefeitura Municipal de Ipiranga [PR]. In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE CUSTOS. Anais... Curitiba, PR, de 12, 13 e 14 de novembro de 2008. Curitiba, PR, Brasil, 2008. p. 1-16. 2008.

FARID, D.; NEJATI, M.; MIRFAKHREDINI, H. Balanced scorecard application in universities and higher education institutes: Implementation guide in an Iranian context. Annals of University of Bucharest, Economic and Administrative Series, Nr. 2, 2008.

FELIX, R.; FELIX, P. P.; TIMÓTEO, R. Balanced Scorecard: adequação para a gestão estratégica nas organizações públicas. Revista do Serviço Público, v. 62, n. 1, 2011.

FERNANDES, A. G. Balanced scorecard aplicado à administração pública: uma proposta de planejamento estratégico para o departamento de administração e economia da universidade de lavras. 2013. 192 p. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, 2013.

FILGUEIRAS, Aline de Almeida; BARROS, Luana Paula de Souza; GOMES, Josir Simeone. O Processo de Implantação do Balanced Scorecard em uma empresa estatal brasileira: o caso Petrobras. Revista Estratégia Empresarial, Revista de Gestão USP, v. 17, n. 1, p. 45-57, 2010.

GALAS, E. S.; PONTE, V. M. R. O Balanced Scorecard e o alinhamento estratégico da tecnologia da informação: um estudo de casos múltiplos. Revista Contabilidade e Finanças, v. 17, n. 40, p. 37-51, 2006. Disponível em: . Acesso em: 8 fev. 2015. 2006.

GALINDO, A. G. BSC como sistema alinhamento e controle estratégico da gestão. In: II SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA – SEGeT. Resende: Associação Educacional Dom Bosco. 2005. Anais... Resende, 2005. 1 CD-ROM. Disponível em: . Acesso em: 8 fev. 2015. 2005.

GRATERON, I. R. G. Auditoria de Gestão: utilização de indicadores de gestão no setor público. 1999. 173 p. Tese [Mestrado em Contabilidade e Controladoria] – Faculdade de Administração, Economia e Contabilidade, USP, São Paulo, SP, 1999.

HITT, M. A.; IRELAND, D. R.; HOSKISSON, Robert E. Strategic Management: competitiveness and globalization. Seventh edition. USA: Thonson, 2007.

KAPLAN, R.; NORTON, D. P. Colocando em funcionamento o balanced scorecard. Harvard Business Review: medindo o desempenho empresarial. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

KAPLAN, R.; NORTON, D. P. The Balanced Scorecard Measures That Drive Performance. Harvard Business Review, v. 70, n. 1, p. 71, 1992.

KAPLAN, R.; NORTON, D. P. Transforming the Balanced Scorecard from Performance Measurement to Strategic Management: Part I, 2001. American Accounting Association accounting Horizons, v. 15, n. 1 p. 87-104, 2001.

KOTLER, P. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. São Paulo: Atlas, 1993.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2001.

LAVILLE, C.; DIONNE, J. A construção do saber. Belo Horizonte: UFMG, 1999.

MALHOTRA, Naresh. Pesquisa em Marketing: uma orientação aplicada. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MARQUES, E. S.; OLIVEIRA, M. L. A. O que é Balanced Scorecard. In: MARQUES, E. S. Balanced Scorecard: ferramenta estratégica e competitiva aplicável às bibliotecas. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 4, n. 2, p. 105-115, 2008. Disponível em: . Acesso em: 16 fev. 2015. 2008.

MARTINS, H. F.; FONTES, F. J. R. ¿En quién se pone el foco? Identificando “stakeholders” para la formulación de la misión organizacional. Revista del CLAD Reforma y Democracia, n. 15, out. 1999.

MITCHELL, R. K.; AGLE, B. R.; WOOD, D. J. Toward a theory of stakeholder identification and salience: defining the principle of who and what really counts. Academy of Management Review, v. 22, n. 4, p. 853-886, 1997.

MIZRAHI, S. E.; CANEN, A. G. Gestão estratégica multicultural baseada no Balanced Scorecard em instituições de ensino. Ensaio: Aval. Pol. Públ. Educ., v. 20, n. 74, p. 27-50, 2012.

MULLER, J. R. Desenvolvimento de modelo de gestão aplicado à universidade, tendo por base o balanced scorecard. 2001. 163 p. Dissertação [Mestrado em Engenharia de Produção e Sistemas] – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.

NETO, A. O. B.; COSTA, S. R. R. Proposta para implantação de BSC em uma instituição pública, usando como base o Planejamento Estratégico do Inmetro. Rio de Janeiro: Latec, UFF, 2006.

NIVEN, P. R. Balanced scorecard passo-a-passo: elevando o desempenho e mantendo resultados. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005.

OLIVEIRA, M. M. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes, 2007.

OTTOBONI, C. et al. Algumas Razões para a Ocorrência de Falhas na Implementação do Balanced Scorecard (BSC). In: XXII ENEGEP, outubro de 2002, Curitiba, PR. Anais... Curitiba, PR, 2002. p. 1-8. Disponível em: . Acesso em: 16 fev. 2015. 2002.

PDOVEZE, C. L. Controladoria Estratégica e Operacional. São Paulo: Elsevier, 2003.

PESSOA, M. N. M. Gestão das Universidades Federais brasileiras: um modelo fundamentado no balanced scorecard. 2000. 320 p. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, UFSC, Florianópolis, 2000.

REIS, G. V.; COLAUTO, R. D.; PINHEIRO, L. E. T. Proposta de Adaptação do Balanced Scorecard para Órgãos Públicos: um Enfoque na Secretaria Geral de Administração [Segedam] do Tribunal de Contas da União. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CUSTOS. João Pessoa, PB, Brasil, 2007. Anais... João Pessoa, PB, Brasil, 2007.