Identificação de Oportunidades Empreendedoras por Mulheres Outros Idiomas

ID:
44082
Resumo:
Este estudo procurou integrar dois temas relevantes para o estudo do empreendedorismo: identificação de oportunidades e gênero, e teve como objetivo analisar como ocorre o processo de identificação das oportunidades de criação de novos negócios na perspectiva de mulheres empreendedoras do estado de Sergipe. O estudo qualitativo teve como método a história oral. Foram ouvidas três empreendedoras das cidades de Aracaju e São Cristóvão do Estado de Sergipe, proprietárias de pequenos negócios. Os resultados indicaram que as experiências prévias das empreendedoras estão relacionadas com a oportunidade identificada e que estas possuem amplo conhecimento do serviço oferecido. Além disso, verificou-se a intensa participação da família das mulheres no processo de identificação das oportunidades, o que permitiu inferir que identificar uma oportunidade possa não ser um processo exclusivamente individual.
Citação ABNT:
FREITAS, R. K.; TEIXEIRA, R. M. Identificação de Oportunidades Empreendedoras por Mulheres. Revista Economia & Gestão, v. 16, n. 44, p. 81-108, 2016.
Citação APA:
Freitas, R. K., & Teixeira, R. M. (2016). Identificação de Oportunidades Empreendedoras por Mulheres. Revista Economia & Gestão, 16(44), 81-108.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/44082/identificacao-de-oportunidades-empreendedoras-por-mulheres/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALBUQUERQUE, Adson da Rocha Pita; TEIXEIRA, Rivanda Meira. O Processo de Identificação e Exploração de Oportunidade Empreendedora com Base no Modelo de Aprendizagem Organizacional 4i. Revista de Ciências da Administração, v. 18, n. 44, p. 2537, abril. 2016

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração, 7. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

AHL, Helene. Why research on women entrepreneurs needs new directions? Entrepreneurship Theory and Practice, v. 30, n. 5, p. 595-621, Setembro 2006.

ALBERTI, V. História oral: a experiência do CPDOC. Rio de Janeiro: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, 1989.

ALBERTI, V. Manual de história oral. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2004.

ANOKHIN, S.; WINCENT, J.; AUTIO, E. Operationalizing opportunities in entrepreneurship research: use of data envelopment analysis.Small Business Economics, v. 37, n. 1, p. 39-57, 2011.

ARDICHVILI, A.; CARDOZO, R.; RAY, S. A theory of entrepreneurial opportunity identification and development. Journal of Business Venturing, v. 18, p. 105-123, 2003.

BARDWICK, J. M. Mulher, sociedade, transição: como o feminismo, a liberação sexual e a procura da auto-realização alteram as nossas vidas. São Paulo: DIFEL, 1984.

BARON, R. A.; SHANE. S. A. Empreendedorismo: uma visão do processo. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

BIRLEY, S. Female entrepreneurs: Are they really any different? Journal of Small Business Management, v. 27, p. 32-37, 1989.

CHA, M.; BAE, Z. The entrepreneurial journey: from entrepreneurial intent to opportunity realization. Journal of High Technology Management Research, London, v. 21, n. 1, 2010.

CHANDLER, Gaylen N.; LYON, Douglas W.; DETIENNE, Dawn R. Antecedents and expliotation outcomes of opportunity identification processes. In: ACADEMY OF MANAGEMENT PROCEEDINGS. Academy of Management, 2005.

CRAMER, L.; CAPPELLE, M. C. A.; ANDRADE, A. L. S.; BRITO, M. J. de. Representações femininas da ação empreendedora: uma análise da trajetória das mulheres no mundo dos negócios. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v. 1, n. 1, 2012.

CRESWELL, J. W. Research design: qualitative, quantitative, and mixed methods approaches. London: Sage, 2003.

DEMARTINI, Z. B. F. História de vida na abordagem de problemas educacionais. In: SIMSON, O. M. V. (Org.) Experimentos em história de vida. Itália - Brasil, São Paulo. Revista dos Tribunais, 1988.

DETIENNE, D.; CHANDLER, G.The role of gender in opportunity identification. Entrepreneurship Theory and Practice, v. 31, p. 365-386, 2007.

DIMOV, D. Nascent entrepreneurs and venture emergence: Opportunity confidence, human capital, and early planning. Journal of Management Studies, v. 47, n. 6, p. 1123-1153, 2010.

DRUCKER, P. F. Inovação e Espírito Empreendedor - Entrepreneurship. 6. ed. São Paulo: Pioneira, 1985.

ECKHARDT, J.; SHANE, S. Opportunities and entrepreneurship. Journal of Management, v. 29, p. 333-394, 2003.

FARIA, J. H. de. Consciência crítica com ciência idealista: paradoxos da redução sociológica na fenomenologia de Guerreiro Ramos. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, vol. 7, n. 3, 2009.

FERREIRA, J. M.; NOGUEIRA, E. E. S. Mulheres e Suas Histórias: Razão, Sensibilidade e Subjetividade no Empreendedorismo Feminino. Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 17, n. 4, 2013.

FERREIRA, M. de M.; AMADO, J. (Orgs). Usos e abusos da história oral. 2 ed.- Rio de Janeiro: Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1998.

FILION, L. J.; LIMA, E. As Representações Empreendedoras: Um Tema Essencial, mas ainda Negligenciado. Revista de Negócios, v. 14, n. 2, 2009.

FREITAS, S. M. de. História Oral: Possibilidades e Procedimentos. 2. ed. São Paulo: Associação Editorial Humanitas, 2006.

GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR. Empreendedorismo no Brasil: 2015. Análise dos resultados do GEM 2015 por gênero. Curitiba: Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade - IBQP/SEBRAE/FGV, 2015.

GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR. Empreendedorismo no Brasil: 2015. Relatório Executivo. Curitiba: Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade - IBQP/SEBRAE/FGV, 2015.

GOMES, A. F. O Perfil Empreendedor de Mulheres que Conduzem seu Próprio Negócio: um estudo na cidade de Vitória da Conquista-BA. Revista Alcance, v. 11, n. 2, p. 207-226, 2005.

GOMES, A. F.; SANTANA, W. G. P. A história oral na análise organizacional: a possível e promissora conversa entre a história e a administração. Cadernos EBAPE.BR, v. 8, n. 1, p. 1-18, 2010.

GOMES, Almiralva Ferraz ; SANTANA, Weslei Gusmão Piau; ARAÚJO, Uajará Pessoa; MARTINS, Caroline Miriã Fontes. Empreendedorismo Feminino como sujeito de pesquisa. RGBN- R. Bras. Gest. Neg., v. 16, n. 51, p. 319-342, 2014.

GONZÁLEZ-ÁLVAREZ, N.; SOLÍS-RODRÍGUEZ, V. Descubrimiento de oportunidades empresariales: capital humano, capital social y género. INNOVAR, v. 21, p. 187-196, 2011.

GRÉGOIRE, D. A.; SHEPHERD, D. A. Technology-market combinations and the identification of entrepreneurial opportunities: An investigation of the opportunity-individual nexus. Academy of Management Journal, v. 55, n. 4, 2012.

GRUBER, M.; MACMILLAN, I. C.; THOMPSON, J. D. Escaping the prior knowledge corridor: What shapes the number and variety of market opportunities identified before market entry of technology startups? Organization Science v. 24, 2013.

GUPTA, Vishal K.; GOKTAN, Banu; GUNAY, Gonca. Gender differences in evaluation of new business opportunity: A stereotype threat perspective. Journal of Business Venturing v. 29, pp. 273-288, 2014.

HISRICH, R. D.; PETERS, M. P. Entrepreneurship. New York: McGraw Hill, 2002.

IBARRA, H. Gender differences in managerial networks. Social Psychology Quarterly, v. 60, p. 91-102, 1997.

JENNINGS; Jennifer E; BRUSH, Candida G. Research on Women Entrepreneurs: Challenges to (and from) the Broader Entrepreneurship Literature? The Academy of Management Annals, v. 7, n. 1, p. 663-715. 2013.

JONATHAN, E. G. Mulheres empreendedoras: medos, conquistas e qualidade de vida. Psicologia em Estudo, v. 10, n. 3, p. 373-382, 2005.

KIRZNER, I. Competition and Entrepreneurship. Chicago: Univ. of Chicago Press, 1973.

LEWIS, Kate V.; HO, Marcus; HARRIS; Candice; MORRISON; Rachel. Becoming an entrepreneur: opportunities and identity transitions, International Journal of Gender and Entrepreneurship, v. 8, pp. 98-116, 2016.

MACHADO, H. V. Tendências do comportamento gerencial da mulher empreendedora. In: XXIII ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. 23. Foz do Iguaçu. Anais. Foz do Iguaçu: ANPAD, 1999.

MACHADO, H. V.; ST-CYR, L.; MIONE, A.; ALVES, M. C. M. O Processo de Criação de Empresas por Mulheres. RAE-eletrônica, v. 2, n. 2, 2003.

MEIHY, José Carlos S. B. Manual de história oral. 4. ed. São Paulo: Loyola, 2002.

MENZIES, T. V.; DIOCHON, M.; GASSE, Y. Examining venture-related myths concerning women entrepreneurs. Journal of Developmental Entrepreneurship, v. 9, n. 2, 2004.

OCDE: Relatory Gender Equality in Education, Employment and Entrepreneurship. Meeting of the OECD Council at Ministerial Level: Paris, 2012.

RUTASHOBYA, L. K; ALLAN, I. S; NILSSON, K. Networks, social relationships andentrepreneurial outcomes in Tanzania. Journal of African Business, v. 10 n. 1, 2009.

SHANE, S. Prior knowledge and the discovery of entrepreneurial opportunities. Organization Science, v. 11, 2000.

SHANE, S.; NICOLAOU, N. Creative personality, opportunity recognition and the tendency to start businesses: A study of their genetic predispositions Journal of Business Venturing v. 30, p. 407-419, 2015.

SHANE, S.; VENKATARAMAN, S.The promise of entrepreneurship as a field of research. Academy of Management Review, v. 25, n. 1, 2000.

SHOOK, C. L.; PRIEM, R. L.; MCGEE, J. E. Venture creation and the enterprising individual.Journal of Management, v. 29 n. 3, 2003.

SHORT, J. C; KETCHEN, D. J.; SHOOK, C. L.; IRELAND, R. D. The concept of “opportunity” in entrepreneurship research: Past accomplishments and future challenges. Journal of Management, v. 36, n. 1, p. 40-65, 2010.

SMITH, R. Masculinity, doxa and the institutionalisation of entrepreneurial identity in the novel Cityboy. International Journal of Gender and Entrepreneurship, v. 2, n. 1, p. 27-48, 2010.

UCBASARAN, D.; WESTHEAD, P.; WRIGHT, M. The extent and nature of opportunity identification by experienced entrepreneurs. Journal of Business Venturing, v. 24, n. 2, p. 99-115, 2009.

VALE,G. M.; SERAFIN, A.C.F.; TEODÓSIO, A.C.F. Gênero, Imersão e Empreendedorismo: Sexo Frágil, Laços Fortes? RAC, v. 15, n. 4, 2011.

VENKATARAMAN, S. The distinctive domain of entrepreneurship research: An editor’s perspective. In KATZJ.; BROCKHAUS R. (Eds.), Advances in entrepreneurship, firm emergence and growth. p. 119-138. Greenwich, CT: JAI Press, 1997.

WOOD, Matthew S.; McKELVIE, Alexander; HAYNIE, J. Michael. Making it personal: Opportunity individuation and the shaping of opportunity beliefs. Journal of Business Venturing , v. 29, p. 252-272, 2014

YETIM, N. Social capital in female entrepreneurship. International Sociology, v. 23 n. 6, 2008.