O Impacto da Remuneração Variável no Desempenho do Servidor Público Outros Idiomas

ID:
44221
Resumo:
O objetivo do presente estudo é analisar o efeito da remuneração variável sobre o desempenho do servidor público. Notou-se que a literatura é divergente quanto à associação entre os incentivos e a melhoria do desempenho no setor público. Para contribuir com as pesquisas e com o esclarecimento da divergência observada, desenvolveu-se um modelo empírico visando mensurar os efeitos dos programas no desempenho do servidor. Na sequência, foram realizados testes em um estudo de caso sobre o programa de remuneração variável aplicado aos servidores das escolas públicas do Estado de São Paulo objetivando identificar seus impactos no desempenho dos diretores de escola e dos professores. Considerando que estes servidores fazem parte do sistema de ensino, também foi testado se os efeitos do programa sobre o desempenho dos diretores e professores impactam o desempenho dos seus alunos.
Citação ABNT:
GUIMARÃES, S. C.; MARCONI, N. O Impacto da Remuneração Variável no Desempenho do Servidor Público. Administração Pública e Gestão Social, v. 9, n. 1, p. 43-53, 2017.
Citação APA:
Guimarães, S. C., & Marconi, N. (2017). O Impacto da Remuneração Variável no Desempenho do Servidor Público. Administração Pública e Gestão Social, 9(1), 43-53.
DOI:
http://dx.doi.org/10.21118/apgs.v1i1.114
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/44221/o-impacto-da-remuneracao-variavel-no-desempenho-do-servidor-publico/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Angrist, J. D.; Pischke, J. (2009). Mostly Harmless Econometrics. An Empiricist’s Companion. Princeton University Press.

Besanko, David, Dranove, D.; Shanley, M.; Schaefer, S. (2012). A Economia da Estratégia. 5 ed. Porto Alegre: Bookman.

Cameron, A. C.; Trivedi, P. K. (2010). Microeconometrics Using Stata. Texas-USA: Stata Press.

Coleman, P.; Collinge, J.; Scifert, T. (1993). Seeking the Levers of Change: Participant attitudes and school improvement. School Effectiveness and School Improvement, International Journal of Research, Policy and Practice. v. 4, pp. 59-83.

Fryer, R G. Teacher incentives and student achievement: Evidence from New York City Public Schools. (2011). National Bureau of Economic Research. Cambridge, MA.

Glewwe, P., Ilias, N.; Kremer, M. (2010). Teacher Incentives. American Economic Journal: Applied Economics 2. p. 205-227.

Hanushek, E. (2003). The Failure of Input-Based Schooling Policies. The Economic Journal. p. 64-98.

Hanushek.; Rivkin, S. G. (2010). Generalizations about Using Value-Added Measures of Teacher Quality. American Economic Review, 100(2), 267-271.

Hanushek.; Woessmann, L. (2008) The Role of Cognitive Skills in Economic Development. Journal of Economic Literature. 46(3), 607-68.

Hasnain, Z.; Manning, N.; Pierskalla, J. H. (2012). Performance-related Pay in the Public Sector. A Review of Theory and Evidence. World Bank.

Jensen, M. & Meckling, W. (1976). Theory of the Firm: Managerial Behavior, Agency Costs And Ownership Structure. Journal of Financial Economics v. 3, n. 4, p. 305-360, 1976.

Moriconi, G. M. (2012). Medindo a eficácia dos professores: o uso de modelos de valor agregado para estimar o efeito do professor sobre o desempenho dos alunos. Tese de doutorado, Fundação Getulio Vargas/EAESP.

MTE - Ministério do Trabalho e Emprego. Disponível em: < http://acesso.mte.gov.br/portal-mte/rais/#2 > Acesso em: 23 de nov. de2015.

Muralidharan, K.; Sundararaman, V. (2009). Teacher performance pay: experimental evidence from India. National Bureau of Economic Research. Cambridge, MA.

OECD- Organisation for Economic Co-Operation and Development. Perfomance-related pay: policies for government employees. Paris: OECD Publishing, 2005.

Oshiro, C. H.; Scorzafave, L. G. (2011). Efeitos do Pagamento de Bônus aos Professores sobre a Proficiência Escolar no Estado de São Paulo. 38º Encontro Nacional de Economia. Anais do ANPEC. Foz do Iguaçu/PR.

Rosenbaum, Paul R.; Rubin, Donald B. (1983). The Central Role of the Propensity Score in Observational Studies for Causal Effects. Biometrika, v. 70, n. 1, pp. 41-55.

Ryan, R. M.; Deci, E. L. (2000). Intrinsic and Extrinsic Motivations: Classic Definitions and New Directions. Contemporary Educational Psychology, v. 25, p. 54-67

Sammons, P.; Hillman, J.; Mortimore, P. (1995). Key Characteristics of Effective Schools. School Effectiveness & School Improvement Journal.

Souza, M Z A. et al. Cargos, Carreiras e Remuneração. (2005). Rio de Janeiro: FGV.

Stuart, E. A. (2010) Matching methods for causal inference: A review and a look forward. National Institute of Health.

Weibel, A.; Rost, K.; Osterloh, M. (2009). Pay for Perfomance in the Public Sector - Benefits an (Hidden) Costs. Oxford: Journal of Public Administration Research and Theory, v. 20, pp. 387-412.