A sobrerreação do mercado à informação intangível Outros Idiomas

ID:
4490
Resumo:
Estudos acadêmicos já demonstraram que retornos apresentam efeitos de reversão, o que tem sido frequentemente explicado pela sobrerreacão do mercado ao desempenho passado das empresas. Outros estudos demonstraram que retornos futuros estão positivamente relacionados com o índice book-to-market (B/M), que tem sido apontado como uma variável substituta para fatores de risco omitidos pelo modelo CAPM clássico. Ambas as observações têm sido largamente utilizadas em estratégias de investimento. Estudos mais recentes no mercado norte-americano demonstraram que estas observações resultam de um mesmo fenômeno: a sobrerreação do mercado à informação intangível, ou seja, a informação que não está presente nos demonstrativos contábeis de desempenho, e assim, contrapondo-se às explicações dominantes nos meios acadêmicos nas últimas duas décadas. Isto pode ser demonstrado através da decomposição do retorno em duas parcelas: uma que pode ser explicada pelo desempenho contábil, e por isto denominado retorno tangível, e outra, ortogonal à primeira, e por isto denominado retorno intangível. Observou-se que somente o retorno intangível sofre efeitos de reversão, o que demonstra a sobrerreação à informação intangível. Esta pesquisa procura verificar se estas mesmas evidências podem ser encontradas no mercado brasileiro.
Citação ABNT:
LAURETTI, C. M.; KAYO, E. K.; MARÇAL, E. F. A sobrerreação do mercado à informação intangível. Revista Brasileira de Finanças, v. 7, n. 2, art. 93, p. 215-236, 2009.
Citação APA:
Lauretti, C. M., Kayo, E. K., & Marçal, E. F. (2009). A sobrerreação do mercado à informação intangível. Revista Brasileira de Finanças, 7(2), 215-236.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/4490/a-sobrerreacao-do-mercado-a-informacao-intangivel/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português