A influência das emoções sobre o efeito dotação Outros Idiomas

ID:
4491
Resumo:
Segundo a teoria prospectiva, indivíduos com aversão à perda tenderiam a atribuir um valor mais elevado a um bem a partir do momento em que a sua propriedade do mesmo estivesse estabelecida. Esta tendência causaria relutância em se desfazer do bem, mesmo que fosse oferecido outro de valor equivalente. Thaler (1980) denominou este fenômeno de efeito dotação. Este artigo apresenta uma revisão da literatura sobre o tema, objeto de intensas pesquisas no campo relativamente recente das finanças comportamentais. Adotando o modelo de pesquisa de Knetsch (1989), dois experimentos foram realizados para investigar o fenômeno em uma amostra brasileira, testando particularmente a influência de emoções positivas e negativas sobre sua manifestação. Os resultados corroboram a ocorrência do efeito dotação, e sugerem que ele é atenuado por emoções negativas. Emoções positivas, no entanto, não tiveram influência perceptível sobre o fenômeno.
Citação ABNT:
CAVAZOTTE, F. S. C. N.; DIAS FILHO, P. T.; BOAS, O. T. V. A influência das emoções sobre o efeito dotação. Revista Brasileira de Finanças, v. 7, n. 2, art. 83, p. 196-213, 2009.
Citação APA:
Cavazotte, F. S. C. N., Dias Filho, P. T., & Boas, O. T. V. (2009). A influência das emoções sobre o efeito dotação. Revista Brasileira de Finanças, 7(2), 196-213.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/4491/a-influencia-das-emocoes-sobre-o-efeito-dotacao/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português