Gerenciamento de Resíduos de Construção Civil em Edifícios Residenciais no Município de São Paulo Outros Idiomas

ID:
44994
Resumo:
A Construção Civil consiste em importante agente de desenvolvimento do país. Contudo, responde por significativos impactos ambientais decorrentes de suas atividades, os quais se iniciam na extração das matérias-primas naturais, para execução de suas obras, e se estendem até o término do ciclo de vida destas. Nesse sentido, sistemas de gestão ambiental de edificações buscam garantir a inserção da Sustentabilidade no setor. Neste contexto, foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa por meio de estudo de caso múltiplo, com abordagem exploratória e análise quantitativa. Esta pesquisa traz o levantamento e a análise de práticas de gerenciamento de Resíduos de Construção Civil (RCC) empregadas por nove obras localizadas na cidade de São Paulo. Para tal, foi elaborado um checklist constituído por itens baseados na Resolução Conama 307/2002 e em recomendações de sistemas de certificação Leed, Processo Aqua e Selo Casa Azul. A ferramenta de pesquisa foi submetida à avaliação de especialistas e, posteriormente, utilizada em visitas realizadas nas obras. Por meio da análise dos dados, pode-se concluir que procedimentos de logística reversa e reuso/reciclagem dos resíduos gerados nas obras estudadas, ainda consistem em práticas pouco utilizadas, sendo o descarte dos RCC em áreas licenciadas a principal forma de manejo relatada pelas construtoras pesquisadas.
Citação ABNT:
PASCHOALIN FILHO, J. A.; BEZERRA, P. R. L.; OLIVEIRA, L. R. G. J.; FARIA, A. C. Gerenciamento de Resíduos de Construção Civil em Edifícios Residenciais no Município de São Paulo. Revista de Gestão Social e Ambiental, v. 11, n. 1, p. 73-89, 2017.
Citação APA:
Paschoalin Filho, J. A., Bezerra, P. R. L., Oliveira, L. R. G. J., & Faria, A. C. (2017). Gerenciamento de Resíduos de Construção Civil em Edifícios Residenciais no Município de São Paulo. Revista de Gestão Social e Ambiental, 11(1), 73-89.
DOI:
http://dx.doi.org/10.24857/rgsa.v11i1.1217
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/44994/gerenciamento-de-residuos-de-construcao-civil-em-edificios-residenciais-no-municipio-de-sao-paulo/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Achillas, C. H.; Banias, G.; Moussiopoulos, N.; Papaioannou, I.; Vlachokostas, C. H. (2011). A web-based decision support system for the optimal management of construction and demolition waste. Waste Management, 31 (12), 2497-2502.

Afonso, P. P.; Ribeiro, F. A. B. S.; Souza, L. H. F.; Cunha, D. A. I. (2014). Sustentabilidade ambiental no setor da construção civil: comparação das medidas adotadas por construtoras do município de Uberlândia/MG. Anais... In: Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental, 5 Ibeas - Instituto Brasileiro de Estudos Ambientais, 9p.

Alexandre. N. M. C.; Coluci, M. Z. O. (2011). Validade de conteúdo nos processos de construção e adaptação de instrumentos de medidas. Ciências & Saúde Coletiva, 16 (7), 3061-3068.

Amadei, D. I. B.; Pereira, J. A.; Souza, R. A.; Meneguetti, K. S. (2011). A questão dos resíduos de construção civil: um breve estado da arte. Revista Nupem, 3(5), 185-199.

Arif, M.; Bendi, B.; Toma-Sabbagh, T. (2012). Construction waste management in India: an exploratory study. Construction innovation, 12(2), 133-155.

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. (2005). NBR ISO 14004.Sistema de gestão ambiental: diretrizes gerais sobre princípios, sistemas e ferramentas de apoio. Rio de Janeiro. ABNT.

Barros, E.; Jorge, F. C. (2008). Gestão de RCD - resíduos de construção e demolição na ampliação do aeroporto Francisco Sá Carneiro. Revista da Faculdade de Ciência e Tecnologia, 5, 62-74.

Bittencourt, M.; Jungles, A.E. (2012). Diagnóstico de responsabilidade ambiental no processo de execução de obras de empresas construtoras de micro, pequeno e médio porte. Anais... In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 32. Bento Gonçalves/RS, 12p.

Brasil. PBQP-Habitat: Sistema de avaliação da conformidade de empresas de serviços e obras da construção civil - SiAC. (2012). Ministérios das Cidades, Brasília. 115p.

Brito, M.; Dekker, R. (2004). A framework for reverse logistics. In: Dekker, R.; Fleischmann, M.; Inderfurth, K. et al (eds). Reverse logistics. Berlin, Heidelberg: Springer. p. 3-27.

Casado, M. (2011). Green Buildings, antes tarde do que nunca. IETEC - Instituto de Educação Tecnológica. Belo Horizonte.

Coelho, A.; Brito, J. D. (2011). Generation of construction and demolition waste in Portugal. Waste Management & Resource, 29 (7), 739-750.

Conama - Conselho Nacional do Meio Ambiente. (2002). Resolução n° 307, de 5 de julho de 2002. Estabelece diretrizes, critérios e procedimentos para gestão dos resíduos da construção civil. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 17 de julho de 2002.

Elkington, J. (1997). Cannibals with forks: the triple bottom line of twenty first century business. Mankato: Capstone.

Esin, T.; Cosgun, N. (2007). A study conducted to reduce construction waste generation in Turkey. Building and Environment, 42, 1667-1674.

Fernandes, M. P. M.; Silva Filho, L. C. P. (2010). Gestão de resíduos: construção e desconstrução de conceitos de canteiros de obras. Anais... In: Encontro Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído, 13. Canela/RS. 9p.

Fundação Vanzolini. (2010). Edifícios habitacionais - Processo Aqua. Referencial técnico de certificação. São Paulo.

Gibbert, M.; Ruigrok, W.; Wicki, B. (2008). What passes as a rigorous case study? Strategic Management Journal, 29, 1465-1474.

Glen, J. (2009). Aplicando a sustentabilidade e a produção mais limpa aos canteiros de obras. Anais...In: International Workshop Advances in Cleaner Production. São Paulo. 10p.

Groberio, L.; Rembiski, F.D. (2004). Ambiente construído versus meio ambiente - análise do gerenciamento de canteiro de obras. Anais... In: Encontro Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído. 15. Maceió/Al. 9p.

Grunberg, P. R. M.; Medeiros, M. H. F.; Tavares, S. F. (2014). Certificação ambiental de edificações: comparação entre Leed for homes, Processo Processo Aqua e Selo Casa Azul. Revista Ambiente e Sociedade, 17(2), 195-214.

Guo, H.; Su, M. (2013). Impact of residential real estate development on green construction. Applied Mechanics and Materials, 275-277/2756-2760.

Housseini, M. R.; Rameezdeen, R.; Chileshe, N.; Lehmann, S. (2015). Reverse logistics in the construction industry. Waste Management & Research, 33(6), 499-514.

Ibrahin, A. R. B.; Roy, M. H.; Ahmed, Z. U.; Imtiaz, G. (2010). Analyzing the dynamics of global construction industry: past, present and future. Benchmarking: An International Journal, 17(2), 232-252.

John, V. M.; Agopyan, V. (2000). Reciclagem de resíduos da construção civil. In: Anais... Seminário - Reciclagem de resíduos sólidos domiciliares. São Paulo. Secretaria do Meio Ambiente.

Katz, A.; Baum, H. (2011). A novel methodology to estimate the evolution of construction waste in construction sites. Waste Management, 31, 353-358.

Lima, R. S.; Lima, R. R. R. (2009). Guia para elaboração de projeto de gerenciamento de resíduos da construção civil. Série de Publicações Temáticas do Crea-PR. Curitiba: CREA.

Linhares, S. P.; Ferreira, J.A.; Ritter, E. (2007). Avaliação da implantação da Resolução 307/2002 do Conama sobre gerenciamento dos resíduos de construção civil. Estudos Tecnológicos em Engenharia, 3(3), 176-194.

Lu, W.; Chen, X.; Peng, Y.; Shen, L. (2015). Benchmarking construction waste management performance using big data. Resources, Conservation and Recycling, n. 105, 49-58.

Magdaleno, A. C. R. M.; Nobrega, M. J. R. (2015). Metodologia para qualificação de obras civil sustentáveis. Revista Augustus, 20(40), 70-83.

Mália, M.; Brito, J.; Pinheiro, M. D.; Bravo, M. (2013). Construction and demolition waste indicators. Waste Management & Research, 31(3), 241-255.

Melo, A.; Gonçalves, A.; Martins, I. (2011). Construction and demolition waste generation and management in Lisbon. Resources, Conservation and Recycling, n. 55, p. 1252-1264.

Miguel, P. A. C. (2007). Estudo de caso na engenharia de produção: estruturação e recomendação para sua condução. Revista Produção, 17(1), 216-229.

Motta, S. R. F. (2009). Sustentabilidade na construção civil: Crítica, síntese, modelo de política e gestão de empreendimentos. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil), Programa de Pós-Graduação em Construção Civil, UFMG. Belo Horizonte.

Nordby, A. S.; Berge, B.; Hakonsen, F. (2009). Criteria for salvage ability: the reuse of bricks. Building Research & Information, 37, 55-67.

Nunes, K. R. A.; Mahler, C. F.; Valle, R. A. (2009). Reverse logistics in Brazilian construction industry. Journal of Environmental Management, 90, 3717-3720.

Oliveira, L. R. G. J. (2013). Potencial de implantação de sistemas de gestão integrada (SGI). em construtoras. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil). Universidade Federal de São Carlos. Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia, São Carlos. 248p.

Oyedete, L. O.; Regan, M.; Meding, J.; Ahmed, A.; Obas, J.; Elnokaly, A. (2013). Reducting waste to landfill in the UK: identifying impediments and critical solutions. World Journal of Science, Technology and Sustainable Development, 10(2), 131-142.

Paschoalin Filho, J. A.; Duarte, E. B.; Faria, A. C. (2016). Geração e manejo dos resíduos de construção civil nas obras de um edifício comercial na cidade de São Paulo. Revista Espacios, 37(6), 15.

Paschoalin Filho, J, A.; Graudenz, G, S. (2012). Destinação irregular de resíduos de construção e demolição (RCD). e seus impactos na saúde coletiva. Revista de Gestão Social e Ambiental, 6(1), 127-142.

Paschoalin Filho, J. A.; Guerner Dias A. J.; Cortes, P. L.; Duarte, E. B. L. (2013). Manejo de resíduos de demolição gerados durante as obras da arena de futebol Palestra Itália (Allianz Parque). Localizada na cidade de São Paulo/Brasil. Revista Holos, 6(3), 73-91.

Paschoalin Filho, J. A.; Storopoli, J. H.; Guerner Dias, A. J. (2016). Evaluation of compressive strength and water absorption of soil-cement bricks with addition of PET wastes. Acta Scientiarum. Technology, 38(2), 163-171.

Piccoli, R.; Kern, A. P.; Gonzalez, M. A.; Hirota, E. H. (2010). A certificação ambiental de desempenho ambiental de prédios: exigências usuais e novas atividades na gestão da construção. Revista Ambiente Construído, 10(3), 69-79.

Sáez, P. V.; Porras-Amores, C.; Merino, M. R. (2015). New quantification proposal for construction waste generation in new residential constructions. Journal of Cleaner Production, 102, 58-65.

Sassi, P. (2008). Defining closed-loop cycle construction. Building Research & Information, 157, 163-171.

Schultmann, F.; Sunke, N. (2007). Organisation of reverse logistics tasks in the construction industry. Portugal SB07: Sustainable construction, materials and practices, IOS Press, ISBN, 9781.

Silva, W. M.; Ferreira, R. C.; Souza, L. O.; Silva, A. M. (2010). Gerenciamento de resíduos de construção civil e demolição e sua utilização como sub-base e mistura betuminosa em pavimento urbano em Goiânia/GO. Revista Brasileira de Ciências Ambientais, 15, 1-9.

Wang, J.; Li, Z.; Tam, V. W. Y. (2015). Identifying best design strategies for construction waste minimization. Journal of Cleaner Production, 92, 237-247.

Weber, W. J.; Jang, Y. C.; Townsend, T. G.; Laux, S. (2002). Leachate from land disposed residential construction waste. Journal of Environmental Engineering, 128(3), 237-245.

Yeheyis, M.; Hewage, K.; Alam, M.S.; Eskicioglu, C.; Sadiq, R. (2012). An overview of construction and demolition waste management in Canada: a lifecycle analysis approach to sustainability. Clean Technologies and Environmental Policy, 15(1), 81-91.

Yin, R. (2010). Estudo de caso: planejamento e métodos. 5ª ed. Porto Alegre: Bookman.

Yuan, H. (2012). A model for evaluating the social performance of construction waste management. Waste Management, 32, 1218-1228.

Yuan, H. (2013). A Swot analysis of successful construction waste management. Journal of Cleaner Production, 39, 1-8.

Yuan, H.; Shen, L. Y.; Hao, J. J. L.; Lu, W. S. (2011). A model for cost-benefit analysis of construction and demolition waste management throughout the waste chain. Resources, Conservation and Recycling, 55(6), 604-612.