Geração de Trabalho e Renda por Meio do Cooperativismo Job Creation and Income for Cooperative Middle Outros Idiomas

ID:
45318
Resumo:
Este artigo traz os resultados de uma pesquisa exploratória realizada em duas cooperativas de reciclagem de Santo André (SP). Justificou-se em função do crescimento do número de cooperativas no cenário nacional. Objetivou-se verificar as contribuições do cooperativismo para a geração de trabalho e renda, proporcionando transformação social e resgate da cidadania, e contribuir para a sustentabilidade. Foi realizado estudo de caso em duas cooperativas, evidenciando-se os resultados de cada uma. A conclusão foi que o cooperativismo pode ser considerado uma alternativa de geração de trabalho e renda aos trabalhadores que se encontram fora do mercado de trabalho. Para as cooperativas estudadas, a prática é positiva, se comparada à realidade anterior de seus cooperados, porém, destacam-se a heterogeneidade de concepções e práticas organizacionais, assim como a dependência do poder público, a impossibilidade de ganho em escala e a inserção de poucas pessoas, haja vista a baixa remuneração.
Citação ABNT:
GUARDABASSIO, E. V.; PEREIRA, R. S.; AMORIM, W. A. C. Geração de Trabalho e Renda por Meio do Cooperativismo Job Creation and Income for Cooperative Middle. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, v. 6, n. 1, p. 40-54, 2017.
Citação APA:
Guardabassio, E. V., Pereira, R. S., & Amorim, W. A. C. (2017). Geração de Trabalho e Renda por Meio do Cooperativismo Job Creation and Income for Cooperative Middle. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, 6(1), 40-54.
DOI:
10.5585/geas.v6i1.418
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/45318/geracao-de-trabalho-e-renda-por-meio-do-cooperativismo-job-creation-and-income-for-cooperative-middle/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ABAL - Associação Brasileira do Alumínio. (2012). Reciclagem no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 20 dez.2014.

ABIPET - Associação Brasileira da Indústria do Pet. (2011). 8o Censo da Reciclagem de PET no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 20 dez.2014.

ABIVIDRO - Associação Técnica Brasileira das Indústrias Automáticas de Vidro. (2011). Reciclagem no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 17 jul.2015.

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas.Comissão de estudo de documentação. (2004). NBR 10004. Normas brasileiras em documentação. Rio de Janeiro.

Bastos, H. M.; Araújo, G. C. (2015). Cidadania, empreendedorismo social e economia solidária no contexto dos catadores cooperados de materiais recicláveis. Revista Capital Científico - Eletrônica, 13(4), 62-79.

Besen, G. R. Coleta seletiva e organizações de catadores de materiais recicláveis. (2014). In: Toneto Júnior, R.; Saiani, C. C. S.; Dourado, J. Resíduos Sólidos no Brasil: Oportunidades e desafios da Lei Federal no 12.305/2010 (Lei de Resíduos Sólidos). Barueri, SP: Minha Editora.

BRACELPA - Associação Brasileira de Celulose e Papel. (2012). Reciclagem de papel. Disponível em: . Acesso em: 19 jul.2015.

Brasil. Lei no 12.305/10. Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). (2010). Disponível em: . Acesso em: 11 out. 2010.

Brasil. Lei no 5764/1971. Política Nacional do Cooperativismo. Disponível em: . Acesso em: 15 nov. 2015. 1971.

Calderoni, S. (1998). Os bilhões perdidos no lixo. São Paulo: Humanistas.

Cavalcanti, C. (1995). Desenvolvimento e natureza: estudos para uma sociedade sustentável São Paulo: Cortez Editora.

CEMPRE - Compromisso Empresarial para Reciclagem. (2010). Ciclosoft. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2015.

CONAES - II. (2010). Conferência Nacional de Economia Solidária. Disponível em: . Acesso em: 6 out. 2010.

Demajorovic, J.; Bensen, G. R.; Rathsam, A. A. (2004). Os desafios da gestão compartilhada de resíduos sólidos face à lógica do mercado. In: ENCONTRO ANPPAS, 2, Indaiatuba, São Paulo, 2004. Anais... São Paulo: ANPPAS.

Demajorovic, J.; Besen, G. R. (2007). Gestão compartilhada de resíduos sólidos: avanços e desafios para a sustentabilidade. In: ENCONTRO DA ANPAD, 31, Rio de Janeiro, 2007. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD.

DIEESE/SEADE. (2010). Pesquisa de Emprego e Desemprego. Disponível em: . Acesso em: 19 nov.2014.

Gil, A. C. (2009). Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed. São Paulo: Atlas.

Godoy, T. M. P. (2005). O espaço da produção solidária dos catadores de materiais recicláveis: usos e contradições. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade do Estadual Paulista, Rio Claro, 2005. Disponível em: . Acesso em: 22 nov. 2005

Gomes, M. H. S. C.; Oliveira, E. C.; Bresciani, L. P.; Pereira, R. P. (2014). Política Nacional de Resíduos Sólidos: perspectivas de cumprimento da Lei 12.305/2010 nos municípios brasileiros, municípios paulistas e municípios da região do ABC. Revista de Administração da UFSM, v. 7, n. esp., p. 93-110.

Gouveia, N. (2012). Resíduos sólidos urbanos: impactos socioambientais e perspectiva de manejo sustentável com inclusão social. Revista Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 17, n. 6. Disponível em: . Acesso em: 16 nov. 2012.

Grippi, S. (2006). Lixo - Reciclagem e sua história: Guia para as prefeituras brasileiras 2. ed. Rio de Janeiro: Interciência.

Hisatugo, E. Y. (2006). Coleta Seletiva e Reciclagem como Instrumentos para conservação ambiental: Um estudo de Caso de Uberlândia, MG, Brasil. (Dissertação de Mestrado em Administração). Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2008). PNSB.Pesquisa Nacional de Saneamento Básico Disponível em: Acesso em: 12 dez.2014.

ILO - International Labour Office, International Institute for Labour Studies. (2012). World of work report 2012: Better jobs for a better economy. Geneva: ILO.

Kruglianskas, I.; Pinsky, V. C. (2014). Gestão estratégica da sustentabilidade: experiências brasileiras. 1. ed. Rio de Janeiro: Elsevier.

Lajolo, R. D. (2003). Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis - Guia para implantação. São Paulo: Instituto de Pesquisas Tecnológicas - Sebrae.

Magera, M. (2008). A reciclagem dos resíduos sólidos urbanos e o uso das cooperativas de reciclagem - uma alternativa aos problemas do meio ambiente: juventude, educação e cooperativismo. In: Encontro de Pesquisadores Latino-Americanos de Cooperativismo. Ribeirão Preto, Anais... São Paulo, Brasil. Disponível em: . Acesso em: 15 nov. 2008.

Manzini, E. J. (2004). Entrevista: definição e classificação. Marília: Unesp.

MMA - Ministério do Meio Ambiente. (n.d.). Cidades Sustentáveis. Disponível em: . Acesso em: 21 dez2014.

Muçouçah, P. S. (2009). Empregos Verdes no Brasil: quantos são, onde estão e como evoluirão nos próximos anos Organização Internacional do Trabalho. Brasil: OIT.

OCB - Organização das Cooperativas Brasileiras. Cooperativismo (n.d.). Disponível em: . Acesso em: 19 dez.2014.

OIT - Organização Internacional do Trabalho. (2001). Cooperativas: mudanças, oportunidades e desafios. 1. ed. Brasília: OIT.

OIT - Organização Internacional do Trabalho. (2012). CNETD - I Conferência Nacional de Emprego e Trabalho Decente. Disponível em: . Acesso em: 19 nov.2014.

OIT - Organização Internacional do Trabalho. (n.d.). Trabalho Decente Disponível em: . Acesso em: 19 nov.2014.

Pinheiro, E. M.; Kakehashi, T. Y.; Angelo, M. (2005). O uso de filmagem em pesquisas qualitativas Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 13, n. 5, p. 717-722.

PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. (2008). Empregos Verdes: Trabalho decente em um mundo sustentável e com baixas emissões de carbono. Disponível em: . Acesso em: 02 out. 2008.

Prefeitura de Santo André. (2011). Anuário de Santo André. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2014.

SEMASA - Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André. Cooperativas de Reciclagem. Disponível em: . Acesso em: 02 out.2015.

SIES - Sistema Nacional de Informações em Economia Solidária. (2007). Ecosolidária Disponível em: . Acesso em: 19 dez.2014.

Singer, P. (2002). Introdução à economia solidária São Paulo: Perseu Abramo.

Singer, P.; Souza, A. R. (2003). A economia solidária do Brasil São Paulo: Contexto.

Tchobanoglous, G. T.; Theisen, H.; Vigil, S. A. (1993). Integrated solid waste management. Engineering principles and management issues New York: McGraw-Hill.