A Influência da Liderança na Dinâmica Organizacional Outros Idiomas

ID:
45898
Resumo:
Diante das frequentes mudanças tecnológicas, culturais e econômicas, as organizações têm vivenciado uma crescente necessidade de obter lideranças efetivas, capazes de organizar e gerenciar os processos de transformações internas às quais estas encontram-se submetidas. Visando lidar com tal problemática, este artigo procurou identificar como a liderança afeta na dinâmica organizacional. Para tal, foi realizado um estudo multicasos, com entrevistas não estruturadas, sustentada pela técnica de incidente crítico, onde foi constatado que, os líderes têm o poder de influenciar no desenvolvimento organizacional, que quando não é devidamente gerenciado pode levar à resistência de seus liderados ou até mesmo ao fracasso da organização.
Citação ABNT:
IVAN, M. V.; TERRA, L. A. A. A Influência da Liderança na Dinâmica Organizacional. Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, v. 7, n. 1, p. 137-159, 2017.
Citação APA:
Ivan, M. V., & Terra, L. A. A. (2017). A Influência da Liderança na Dinâmica Organizacional. Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, 7(1), 137-159.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/45898/a-influencia-da-lideranca-na-dinamica-organizacional/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ARRUDA, Â. M. F.; CHRISÓSTOMO, E.; RIOS, S. S. A importância da liderança nas organizações. Revista Razão Contábil & Finanças, v. 1, n. 1, p. 1-15, 2010.

BARDIM, L. Análise de conteúdo. Edições 70: Brasil, 1977.

BASS, B. M. From transactional to transformational leadership: learning to share the vision. Organizational dynamics, v. 18, n. 3, p. 19-31, 1990.

BERGAMINI, C. W. Liderança: a administração do sentido. Revista de Administração de Empresas, v. 34, n. 3, p. 102-114, 1994.

BERGAMINI, C. W. Motivação: mitos crenças e mal-entendidos. Revista de Administração de Empresas, v. 30, n. 2, p. 23-34, 1990.

CAPRA, F. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix, 2006.

CAPRA, F. The turning point: science, society, and the rising culture. Bantam Books. 1983.

CARVALHO, M. S.; PALMEIRA, E. M.; MARIANO, M. G. H. Liderança baseada na motivação e desenvolvimento de pessoal como estratégia de competitividade das organizações. EconLatinoam.[Internet] 167 (2012). 2012.

CARVALHO, M. S.; PALMEIRA, E. M.; MARIANO, M. G. H. Liderança baseada na motivação e desenvolvimento de pessoal como estratégia de competitividade das organizações. ObsEconLatino-am. [internet], n. 1, p. 1-18, 2012.

CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas. Elsevier. 2004.

COLLIS, J.; HUSSEY, R. Pesquisa em administração: um guia prático para alunos de graduação e pós-graduação. 2. Porto Alegre: Bookman, 2005.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de pesquisa em administração. 7. Porto Alegre: Bookman, 2003.

DAVEL, E.; MACHADO, H. V. A dinâmica entre liderança e identificação: sobre a influência consentida nas organizações contemporâneas. Revista de Administração Contemporânea, v. 5, n. 3, p. 107-126, 2001.

DELA COLETA, J. A.; DELA COLETA, M. A técnica dos incidentes críticos: 30 anos de utilização no Brasil na Psicologia, Administração, Saúde e Educação. São Paulo: Cabral Editoria e Livraria Universitária, 2004.

FLANAGAN, J. C. A técnica do incidente crítico. Boletim Sociologia, v. 51, n. 4, 1974.

FLANAGAN, J. C. A técnica do incidente crítico. nd. v. 25, n. 2, p. 99-141, 1973.

GALLON, A. V.; ENSSLIN, S. R. Potencial de liderança criativa em equipes de trabalho de empresas de base tecnológica incubadas. Revista de administração e inovação, v. 5, n. 1, p. 20-35, 2008.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. Ed. Atlas: São Paulo, 2008.

GLASS, L.; MACKEY, M. C. Dos relógios ao caos: aos ritmos da vida. EDUSP. 1997.

GOES, G. A.; FILHO, J. G. L. A Liderança para Gestão de Pessoas: O Líder que as Empresas Procuram. Convibra, 2013.

GOMES, J. F. Comportamento Organizacional. Revista de Administração de Empresas, v. 27, n. 2, p. 30-35, 1987.

GOULIELMOS, A. M. Complexity theory: a science where historical accidents matter. Disaster Prevention and Management: An International Journal, v. 14, n. 4, p. 533 - 547, 2005.

HERNANDEZ, J. M. D. C.; CALDAS, M. P. Resistência à mudança: uma revisão crítica. Revista de Administração de Empresas, v. 41, n. 2, p. 31-45, 2001.

KANAANE, R. O Comportamento Humano Nas Organizações: o homem rumo ao século XXI. 2 ed. 1999.

LEITE, N. R. P.; ALBUQUERQUE, L. G. D. A estratégia de gestão de pessoas como ferramenta do desenvolvimento organizacional. Revista Ibero-Americana de Estratégia, v. 9, n. 1, p. 32-55, 2010.

LOBOS, J. Desenvolvimento organizacional: teoria e aplicações. Revista de Administração de Empresa, v. 15, n. 3, p. 21-32, 1975.

MARINHO, A. P.; CORREIA, H. M.; ROTHERMEL, L. A. Perfil do Líder na Empresa Gazin Industria e Comércio de Moveis e Eletro Ltda. Revista de Ciências Sociais do Norte de Mato Grosso, v. 5, n. 1, 2016.

MEDEIROS, M. D. L. Gestores escolares: Um estudo das características e práticas administrativas presentes na gestão de escolas públicas com melhor desempenho relativo do Estado de São Paulo. Ribeirão Preto. p. 235, 2011.

PIRES, J. C. D. S.; MACÊDO, K. B. Cultura organizacional em organizações públicas no Brasil. Revista de Administração Pública, v. 40, n. 1, p. 81-105, 2006.

ROBBINS, S. P. Comportamento organizacional. Saraiva. São Paulo-SP. 2005.

ROWE, W. G. Liderança estratégica e criação de valor. Revista de Administração de empresas, v. 42, n. 1, p. 7-19, 2002.

SÁ, M. A. D. D.; LEMOINE, C. O estilo de liderança como fator de comprometimento na empresa. Anais, p. 2-15, 1998.

SARDAR, Z.; ABRAMS, I. Introducing chaos. Duxford: Icon Books, 1999.

SILVA, C. M. C. D.; PEIXOTO, R. R.; BATISTA, J. M. R. A influência da liderança na motivação da equipe. Revista Eletrônica Novo Enfoque, v. 13, n. 13, p. 195-206, 2011.

TERRA, L. A. A.; PASSADOR, J. L. Symbiotic dynamic: the strategic problem from the perspective of complexity. Systems Research and Behavioral Science, v. 33, p. 235-248, 2016.

VERGARA, S. C. A liderança aprendida. GV Executivo, v. 6, n. 1, p. 61-65, 2007.

YIN, R. K. Estudo de caso: Planejamento e métodos. Bookman: Porto Alegre. 2005.

ALVES, C. A. Teoria de Caos e as Organizações. Revista eletrônica de administração, v. 6, n. 2, p. 1-13, 2007.