Um estudo de confrontos: notas explicativas versus laudos de avaliação de imobilizado

ID:
46181
Resumo:
O presente trabalho visou estudar qual o melhor critério para avaliação e mensuração de ativos de acordo com as novas normas de contabilidade nos quesitos de periodicidade, depreciação, tributação e durabilidade. O problema da convergência às novas normas de contabilidade no Brasil se refere à aplicação do IAS 16 e CPC 27, pois há muitas dúvidas sobre a determinação da vida útil do bem e valor residual. Pode-se usar a opção de mensurar os ativos ao valor presente no balanço das entidades para que a evidenciação destes bens não fique somente em valores nas Notas Explicativas, podendo cumprir assim as estimativas das empresas em relação aos créditos tributáveis obtendo um resultado satisfatório. A nova norma não descreve o critério de materialidade utilizado para definir se um ativo deve ser reconhecido no Imobilizado, porém o pronunciamento informa o modo mais adequado para registrar determinados itens não materiais nele e aplicar os critérios do valor global. O trabalho foi elaborado por meio de pesquisa descritiva e qualitativa. As principais conclusões deste estudo foram as novas normas do Ativo Imobilizado, tendo como foco principal o confronto das práticas aplicadas pelas empresas em relação à Revisão da Vida Útil de seus bens no decorrer dos anos de 2009 a 2012.
Citação ABNT:
SOARES, R. A.; SILVA, O. L.; MARTINS, S. P. Um estudo de confrontos: notas explicativas versus laudos de avaliação de imobilizado. Revista Mineira de Contabilidade, v. 4, n. 56, p. 6-19, 2014.
Citação APA:
Soares, R. A., Silva, O. L., & Martins, S. P. (2014). Um estudo de confrontos: notas explicativas versus laudos de avaliação de imobilizado. Revista Mineira de Contabilidade, 4(56), 6-19.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/46181/um-estudo-de-confrontos--notas-explicativas-versus-laudos-de-avaliacao-de-imobilizado/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português