Treinamento de Operadores de um Centro de Serviços Financeiros Compartilhados Terceirizado de uma Multinacional como Ferramenta para Assimilação dos Conceitos de Ética e Código de Conduta Outros Idiomas

ID:
46587
Resumo:
O objetivo do presente Relato Técnico foi demonstrar o uso do treinamento como uma ferramenta para fixar em operadores de um Centro de Serviços Compartilhados (CSC) terceirizado, localizado no Brasil, os conceitos de ética, conduta e compliance de uma multinacional que tem suas transações financeiras processadas por ele. Dessa forma, pretendeu-se estender a estes operadores a mesma conscientização, os mesmos direitos e os mesmos deveres que têm os funcionários da multinacional, diminuindo os riscos de operações fraudulentas, minimizando as condutas ou práticas indevidas, e aumentando o compromisso com os resultados de efetividade dos Controles Internos enquanto colaboradores, ainda que temporários, desta multinacional. Com base em orientações da matriz localizada nos EUA, e após análise em conjunto com os líderes operacionais da terceirizada, foi identificada a necessidade de aperfeiçoar as práticas correntes do CSC visando transmitir e fixar os conceitos de ética, conduta e compliance por meio de um plano de treinamento. A efetivação do plano, comandada pela liderança do CSC, reforçou os conceitos desejados junto a todos os operadores, esclareceu suas dúvidas e, como consequência, contribuiu para melhorar os índices de efetividade dos controles internos.
Citação ABNT:
PETTA, A.; FERRAZ, R. R. N. Treinamento de Operadores de um Centro de Serviços Financeiros Compartilhados Terceirizado de uma Multinacional como Ferramenta para Assimilação dos Conceitos de Ética e Código de Conduta . Revista de Tecnologia Aplicada, v. 6, n. 2, p. 3-11, 2017.
Citação APA:
Petta, A., & Ferraz, R. R. N. (2017). Treinamento de Operadores de um Centro de Serviços Financeiros Compartilhados Terceirizado de uma Multinacional como Ferramenta para Assimilação dos Conceitos de Ética e Código de Conduta . Revista de Tecnologia Aplicada, 6(2), 3-11.
DOI:
http://dx.doi.org/10.21714/2237-3713rta2017v6n2p03
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/46587/treinamento-de-operadores-de-um-centro-de-servicos-financeiros-compartilhados-terceirizado-de-uma-multinacional-como-ferramenta-para-assimilacao-dos-conceitos-de-etica-e-codigo-de-conduta--/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Amiruddin, R.; Aman, A.; Auzair, S. M.; Hamzah, N.; Maelah, R. (2013). Mitigating risks in a shared service relationship: The case of a Malaysian bank. Qualitative Research in Accounting and Management, 10(1), 78-93.

Bergeron, B. (2003). Essentials of Shared Service Centers. Hoboken, NY: John Wiley & Sons.

Bridelli, S.; Werneck, S.; Martins, F. (2005). Centro de Serviços Compartilhados: uma solução definitiva para os processos administrativos. São Paulo: Bain&Company.

Cherman, A.; Tomei, P. A. (2005). Códigos de ética corporativa e a tomada de decisão ética: instrumentos de gestão e orientação de valores organizacionais? Revista de Administração Contemporânea, 9(3), 99-120.

Ferrell, O. C.; LeClair, D. T.; Ferrell, L. (1998). The Federal Sentencing Guidelines for Organizations: A Framework for Ethical Compliance. Journal of Business Ethics, 17(4), 353-363.

Kaptein, M. (2004). Business Codes of Multinational Firms: What Do They Say? Journal of Business Ethics, 50(1), 13-31.

Paine, L. S. (2003). Value Shift: Why Companies Must Merge Social and Financial Imperatives to Achieve Superior Performance. New York, NY: McGraw-Hill.

Schulman, D.; Harmer, M.; Lusk, J. (2001). Shared Services: agregando valor às unidades de negócios. São Paulo: Makron Books.

Thiollent, M. (2011). Metodologia da pesquisa-ação. In Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez.

Ulbrich, F. (2006). Improving shared service implementation: adopting lessons from the BPR movement. Business Process Management Journal, 12(2), 191-205.

Wagner, S.; Dittmar, L. (2006). The unexpected benefits of Sarbanes-Oxley. Harvard Business Review, 84(4), 133.

Adam, A. M.; Rachman-Moore, D. (2004). The methods used to implement an ethical code of conduct and employee attitudes. Journal of Business Ethics, 54(3), 225-244.