Práticas Organizativas de uma Quadrilha Junina Competitiva Outros Idiomas

ID:
46654
Resumo:
O objetivo da pesquisa foi compreender como ocorrem as práticas organizativas de uma quadrilha junina à luz da ideia de comunidade de prática. Neste sentido, foi realizada uma pesquisa bibliográfica sobre os conceitos de Práticas Organizativas, Comunidades de Prática e Festas/ Quadrilhas Juninas com a finalidade de estender os conhecimentos dos temas abordados. O objeto de pesquisa foi uma quadrilha junina de Fortaleza, Ceará, Brasil, denominada Tradição da Roça, constituída em 2000, composta por 90 membros. Metodologicamente, esta pesquisa enquadrase como qualitativa descritiva de inspiração etnográfica. Para a coleta dos dados, utilizamos diário de campo, análise de documentos (impressos e digitais) e entrevista aberta com três membros da diretoria. Para analisar os dados, aplicamos análise de conteúdo. Foi possível perceber que, no contexto das quadrilhas juninas, há práticas organizativas como divisão de tarefas, liderança, planejamento, compartilhamento de conhecimentos, mudanças, inovação, conflitos e formação de cultura, o que as colocam como um escopo de organização.
Citação ABNT:
RUFINO, K. R.; SOUZA, E. M.; LOPES, L. L. S.; SILVA JÚNIOR, J. J.; ALVARENGA, R. M. A. Práticas Organizativas de uma Quadrilha Junina Competitiva. Revista Interdisciplinar de Gestão Social, v. 6, n. 1, p. 53-74, 2017.
Citação APA:
Rufino, K. R., Souza, E. M., Lopes, L. L. S., Silva Júnior, J. J., & Alvarenga, R. M. A. (2017). Práticas Organizativas de uma Quadrilha Junina Competitiva. Revista Interdisciplinar de Gestão Social, 6(1), 53-74.
DOI:
http://dx.doi.org/10.21714/2317-2428/2017v6n1p53-74
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/46654/praticas-organizativas-de-uma-quadrilha-junina-competitiva/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AZEVEDO, D. Aprendizagem organizacional e epistemologia da prática: um balanço de percurso e repercussões. Revista Interdisciplinar de Gestão Social, v. 2, n. 1, p. 35-55, jan./ abr. 2013.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Editora Edições 70, 1977.

BROWN, J. S.; DUGUID, P. Organizational learning and communities of practice: toward a unified view of work, learning and bureaucratization. Organization Science, v. 2, n. 1, p. 40-57, fev. 1991.

CARLILE, P. R. A pragmatic view of knowledge and boundaries: Boundary objects in new product development. Organization Science, v. 13, n. 4, p. 442-455, jul./ago. 2002.

CARVALHO, C. A.; DOURADO, D. P. As transformações no campo da cultura na postura multi metodológica do observatório da realidade organizacional. Gestão.Org - Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, v. 10, n. 3, p. 1679-1827, 2012.

CHIANCA, L. 'O auxílio luxuoso da sanfona': tradição, espetáculo e Mídia nos concursos de quadrilhas juninas. Revista Observatório Itaú Cultural OIC. São Paulo, n. 14, p. 89100, maio 2013.

COOK, S. D. N.; BROWN, J. S. Bridging epistemologies: The generative dance between organizational knowledge and organizational knowing. Organizational Science, v. 10, n. 4, p. 381-400, jul./ago. 1999.

CORRADI, G.; GHERARDI, S.; VERZELLONI, L. Through the practice lens: Where is the bandwagon of practice-based studies heading? Management Learning, v. 41, n. 3, p. 265-283, jun. 2010.

COSTA, C. A. da. Festa junina: síntese de uma mistura cultural. 2012. 36 p. Monografia (Licenciatura em Artes Visuais) - Universidade de Brasília, Sena Madureira, 2012.

DUARTE, M. F. Práticas de Organizar na Indústria Criativa: a produção de um espetáculo de teatro musical em São Paulo. Tese (Doutorado) - Administração. Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2015.

FARIAS FILHO, M. C.; ARRUDA FILHO, E. J. M. Planejamento da pesquisa científica. São Paulo: Atlas, 2013.

FERREIRA, S. A.; MEDEIROS, A. L. de. Será uma Comunidade de Prática?Um Estudo de Caso sobre o Processo de Aprendizagem da Diretoria de Tecnologia da Informação de uma Universidade Federal da Região Norte do Brasil. Revista de Administração Pública e Gestão Social, v. 3, n. 3, p. 279-299, 2011.

FERREIRA, T. B.; HELAL, D. H.; PAIVA, K. C. M. de. Artesanato, Aprendizagem Social e Comunidade de Prática: Um estudo com rendeiras em Alcaçuz (RN). Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 12, n. 1, p. 33-61, 2016.

GHERARDI, S. NICOLINI, D. The Organizational Learning of Safety in Communities of Pratice. Journal of Management Inquiry, v. 9, n. 1, p. 7-18, 2000.

GHERARDI, S. Practice-based theorizing on learning and knowing in organizations. Organization, v. 7, n. 2, p. 211-223, maio 2000.

GIOVANELLA, R.; LARENTIS, F.; TONDOLO, V. A. G.; FACHINELLI, A. C.; ANTONELLO, C. S. Análise das Características de uma Comunidade de Prática Virtual: um Estudo de Caso no Grupo de Usuários Totvs RS. In: XXXIX Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD). Belo Horizonte, 2015.

IPIRANGA, A. S. R.; FARIA, M. V. C. M.; AMORIM, M. A. A Comunidade de prática da Rede NÓS: colaborando e compartilhando conhecimento em arranjos produtivos locais. Revista Organizações e Sociedade, v. 15, n. 44, p. 149-170, 2008.

LAVE, J.; WENGER, E. Communities of practice. Retrieved June, v. 9, p. 2008, 1998.

MEDEIROS, I. B. O.; ANTONELLO, C. S. A Metáfora da Dança nas Organizações: uma Auto-Etnografia sobre Aprendizagem na Prática. In: ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO (ENEO-ANPAD). 5. Anais... Rio de Janeiro, 2008.

OLIVEIRA, J. S. de. A política emocional nas práticas de organização do circo contemporâneo: uma etnografia multissituada no contexto Brasil-Canadá. Tese (Doutorado) - Administração. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

OLIVEIRA, J. S. de. CAVEDON, N. R. As Tramas Políticas Emocionais na Gênese de Processos Organizativos em uma Organização Circense. Revista Organizações & Sociedade, v. 22, n. 72, p. 61-78, 2015.

ORLIKOWSKI, W. J. Knowing in practice: Enacting a collective capability in distributes organizing. Organization Science, v. 13, n. 3, p. 249-273, 2002.

ORLIKOWSKI, W. J. Using technology and constructing structures: A practice lens for studying technology in organizations. Organization Science, v. 11, n. 4, p. 404-428, jul./ago. 2000.

ORSIOLLI, T. A. E.; MORAIS-DA-SILVA, R. L.; CUNHA, S. K. da; BULGACOV, Y. L. M. A Construção do Conhecimento em uma Comunidade de Práticas: uma Análise Multinível em um Grupo de Pesquisa em Administração de uma Instituição de Ensino Superior Pública. In: XXXIX Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD), Belo Horizonte, 2015.

PICKERING, A. Knowledge, practice and mere construction. Social Studies of Science, v. 20, n. 4, p. 682-729, 1990.

PICKERING, A. Science as practice and culture. Chicago, IL: University of Chicago Press, 1992. 474 p.

RAELIN, J. A. A model of work-based learning. Organization Science, v. 8, n. 6, p. 563-578, dez. 1997.

RAELIN, J. A. Toward an epistemology of practice. Academy of Management Learning & Education Journal, v. 6, n. 4, p. 495-519, dez. 2007.

RODRIGUES, B.; AZEVEDO, D. Entre facas e chairas - Um estudo sobre a aprendizagem baseada em prática de açougueiros. Desenvolve: Revista de Gestão do Unilasalle, v. 2, n. 2, p. 117-136, set. 2013.

SALES, J. D. A.; SILVA, M. C. M.; FERRAZ, I. N.; FREIRE, R. S. Comunidades de Prática e seus Condicionantes Organizacionais: um estudo de caso. In: XIII Seminários em Administração, São Paulo, 2010.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. P. B. Metodologia de pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SANTOS, L. G. A. dos. Rede intraorganizacional e práticas organizacionais. 2007. 176 p. Dissertação (Mestrado) - Administração. Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2007.

SANTOS, L. M. S.; SILVEIRA, R. A. Por uma Epistemologia das Práticas Organizacionais: A contribuição de Theodore Schatzki. Revista Organizações e Sociedade. v. 22, n. 72, p. 79-98, 2015.

SCHATZKI, T. R. A primes on practices. In: HIGGS, J. et al. (Ed.). Practice-based education: Perspectives and Strategies. Rotterdam: Sense Publishers, 2012. p. 13-26.

SCHATZKI, T. R. Introduction. Practice theory. In: SCHATZKI, T. R.; CETINA, K. K.; SAVIGNY, E. V. (Ed.). The practice turn in contemporary theory. London: Routledge, 2001. p. 10-23.

SCHATZKI, T. R. On organizations as they happen. Organization Studies, v. 27, n. 12, p. 1863-1873, 2006.

SCHATZKI, T. R. The sites of organizations. Organization Studies, v. 26, n. 3, p. 465- 484, 2005.

SOLE, D; EDMONDSON, A. Situated knowledge and learning in dispersed teams. British Journal of Management, v. 13, n. 2, p. 17-34, 2002.

SOUZA-SILVA J. C. Condições e desafios ao surgimento de comunidades de prática em organizações. Revista de Administração de Empresas, v. 49, n. 2, p. 176-189. abr./jun. 2009.

SOUZA-SILVA J. C.; DAVEL, E. Da ação à colaboração reflexiva em comunidades de prática. Revista de Administração de Empresas. v. 47, n. 3, p. 1-13. 2007.

STRATI, A. Organização e estética. Tradução Pedro Maia Soares. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.

STRATI, A. Sensible knowledge and practice-based learning, Management Learning, v. 38, n. 2, p. 61-77, 2007.

TURETA, C.; ALCADIPANI, R. O objeto na análise organizacional: A teoria atorrede como método de análise da participação dos não-humanos no processo organizativo. Cadernos EBAPE, v. 7, n. 1, p. 51-70, mar. 2009.

VIEIRA, N. S. O papel das comunidades de prática na aprendizagem organizacional In: SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÂO E TECNOLOGIA (SEGET). 3. Anais… Resende-RJ, 2006.

VILELA, S. J.; NOGUEIRA, E E da S. A Prática do Voluntariado e o Significado de Ser Voluntário: um estudo à luz da teoria da Comunidade de Prática na Rede Feminina de Combate ao Câncer. In: XXXVI Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD), Rio de Janeiro, 2013.

WENGER, E. C.; SNYDER, W. M. Comunidades de prática: a fronteira organizacional. Harvard Business Review, 2001.

WHITTINGTON, R. Strategy as Practice. Long Range Planning, v. 29, n. 5, p. 731- 735, 1996.

ZACCARELLI, L.; GODOY, A. S. Narrativas de aprendizagem em uma comunidade de prática. In: IV Encontro de Estudos Organizacionais da Associação Nacional de PósGraduação e Pesquisa em Administração, Curitiba-PR, 2012.

ANTONELLO, C. S.; RUAS, R. Formação Gerencial: Pós-graduação Lato Sensu e o Papel das Comunidades de Prática. Revista de Administração Contemporânea, v. 9, n. 2, p. 3538, 2005.

GOMES, M. M. Um olhar sobre as festas juninas e seus novos cenários: O caso do São João de Maracanaú - Região Metropolitana de Fortaleza (RMF, Ceará). Goe Textos, v. 7, n. 2, p. 99-120, 2011.

SANT-ANNA, A. G.; VERSIANI, A. F. Aprendizagem e Desenvolvimento de Competências Gerenciais em uma Comunidade de Prática. In: ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS. 9. Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: ANPAD, 2016.

STRATI, A. Knowing in practice: aesthetic understanding and tacit knowledge. In: NICOLINI, Davide; GHERARDI, Silvia; YANOW, Dvora (Ed.). Knowing in organizations: a practice-based approach. New York: M.E. Sharpe. 2003. p. 53-75.

TURETA, C.; ALCADIPANI, R. Entre o Observador e o Integrante da Escola de Samba: os Não-Humanos e as Transformações durante uma Pesquisa de Campo. Revista de Administração Contemporânea, v. 15, n. 2, p. 209-227, 2011.