Processo de Planejamento Estratégico e Estrutura Organizacional: Impactos, Confluências e Similaridades

ID:
46739
Resumo:
Este artigo tem por objetivo analisar a relação entre o processo de planejamento estratégico e a estrutura organizacional na realidade de uma organização complexa: o Ministério Público de Santa Catarina. A pesquisa se configura a partir da estratégia de pesquisa de estudo de caso único, e os dados foram coletados por meio dos seguintes instrumentos: pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, entrevista semiestruturada e observação sistemática. A conclusão indica que as fases do processo de planejamento estratégico influenciam e são influenciados pelos elementos da estrutura organizacional e destaca as confluências, os impactos e as similaridades existentes entre as fases de formulação e de implementação do processo estratégico com os diversos elementos constituintes da estrutura organizacional.
Citação ABNT:
NEIS, D. F.; PEREIRA, M. F.; MACCARI, E. A. Processo de Planejamento Estratégico e Estrutura Organizacional: Impactos, Confluências e Similaridades . Brazilian Business Review, v. 14, n. 5, p. 479-492, 2017.
Citação APA:
Neis, D. F., Pereira, M. F., & Maccari, E. A. (2017). Processo de Planejamento Estratégico e Estrutura Organizacional: Impactos, Confluências e Similaridades . Brazilian Business Review, 14(5), 479-492.
DOI:
http://dx.doi.org/10.15728/bbr.2017.14.5.2
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/46739/processo-de-planejamento-estrategico-e-estrutura-organizacional--impactos--confluencias-e-similaridades-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ACKOFF, R. L. Planejamento Empresarial. Rio de Janeiro: LTC – Livros técnicos e Científicos Editora S. A.; 1982.

ALMEIDA, M. I. R. Manual de planejamento estratégico. São Paulo: Atlas, 2003.

AMIS, J. M.; SILK, M. L. The Philosophy and Politics of Quality in Qualitative Organizational Research. Organizational Research Methods, v. 11, n. 3, p. 456-480, 2008.

AMITABH, M.; GUPTA, R. K. Research in strategy-structure performance construct: Review of trends, paradigms and methodologies. Journal of Management and Organization, v. 16, n. 5, p. 757-776, 2010.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BEER, M.; EISENSTAT, R. A. The silent killers of strategy implementation and learning. Sloan Management Review, v. 41, n. 4, p. 29-40, Summer, 2000.

BEPPLER, M. K.; PEREIRA, M. F. Planejamento estratégico: a contribuição da cultura organizacional para o processo de implementação da estratégia. v. 3. São Paulo: Atlas, 2013.

BRENES, E.; MENA, M.; MOLINA, G. Key success factors for strategy implementation in Latin America. Journal of Business Research, n. 61, p. 590-598, 2008.

CERTO, S. C.; PETER J. P. Administração estratégica: planejamento e implantação da estratégia. 2ª ed. São Paulo: Prentice Hall, 2005.

CHANDLER, A. Strategy and structure. Cambridge, Ma: MITPress, 1962.

COLLINS, J. C.; PORRAS, J. I. Building Your Company’s Vision. Harvard Business Review. SeptemberOctober, 1996.

DRUCKER, P. F. Introdução à Administração. São Paulo: Pioneira, 1977.

DYE, R.; SIBONY, O. How to improve strategic planning. Mckinsey Quarterly, v. 3, p. 40-49, 2007.

GALAN, J. I.; SANCHEZ-BUENO, M. J. The continuing validity of the strategy-structure nexus: new findings, 1993–2003. Strategic Management Journal, v. 30, n. 11, p. 1234-1243, 2009.

GERRING, J.; MCDERMOTT, R. An experimental template for case study research. American Journal of Political Science, v. 51, n. 3, p. 688-701, 2010.

HALL, R. H. Organizações: estrutura, processos e resultados. 8ª ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2004.

HAMBRICK, D. C.; FREDRICKSON, J. W. Are you sure you have strategy? Academy of Management Executive, v. 15, n. 4, p. 48-59, Nov 2001.

HOMBURG, C.; KROHMER, H.; WORKMAN, J. P. A strategy implementation perspective of market orientation. Journal of Business Research, v. 57, p. 1331-1340, 2004.

HREBINIAK, L. G. Fazendo a estratégia funcionar: o caminho para uma execução bem-sucedida. Porto Alegre: Bookman, 2006.

HUSSEY, D. The Implementation Challenge. Chichester, England: John Wiley &Sons, 1996.

JICK, T. D. Vision is 10%, Implementation the Rest. Business Strategy Review, London, v. 12, n. 4, p. 36-38, 2001.

KICH, J.; PEREIRA, M. F. A influência da liderança, cultura, estrutura e comunicação organizacional no processo de implantação do planejamento estratégico. Cadernos EBAPE. BR, v. 9, n. 4, p. 1045-1065, 2011.

MINTZBERG, H. Criando organizações eficazes: estruturas em cinco configurações. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MINTZBERG, H. The Fall and Rise of Strategic Planning. Harvard Business Review, p. 107-114, 1994.

MPSC - Ministério Público de Santa Catarina. Portal MPSC: Instituição. Disponível em: . Acesso em 12 jan. 2014.

NEIS, D.; PEREIRA, M. F.; SOARES, M. L.; GOMES FILHO, W. V. O Processo de Implementação das Estratégias: o caso do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). Revista de Ciências da Administração, v. 17, n. 42, p. 22-37, 2015.

PEREIRA, M. F. Planejamento estratégico: teorias, modelos e processos. São Paulo: Atlas, 2010.

POISTER, T. H. The Future of Strategic Planning in the Public Sector: Linking Strategic Management and Performance. Public Administration Review, v. 70, p. 246–254, 2010.

RANSON, S.; HININGS, B.; GREENWOOD, R. The structuring of organizational structures. Administrative Science Quarterly, v. 25, n. 1, p. 1-17, mar. 1980.

RIGBY, D.; BILODEAU, B. Management Tools and trends 2015. Bain & Company, 2015. Disponível em: . Acesso em 14 mar. 2016.

SCOTT, C. D.; JAFFE, D. T.; TOBE, G. R. Organizational vision, values and mission. Menlo Park, CA: Crisp Publications, 1993.

SPEE, A. P.; JARZABKOWSKI, P. Strategy tools as boundary objects. Strategic Organization, v. 7, p. 223-232, 2009.

SUAREZ, F. F.; CUSUMANO, M. A.; FINE, C. H. An empirical study of flexibility in manufacturing. Sloan Management Review, 1995.

VOLBERDA, H. W. Building the flexible firm: how to remain competitive. Oxford: Oxford University Press, 1998.

VOLBERDA, H. W. Crisis in strategy: fragmentation, integration or synthesis. European Management Review, v. 1, n. 1, p. 35-42, 2004.

WHITTINGTON, R. O que é estratégia. São Paulo: Thomson Learning, 2002.

YIN, R. K. Case study research, design and methods. Thousand Oaks. California: Sage Publications, 2009.