Satisfação, Conflitos e Engajamento no Trabalho para Professores do Ensino Médio Outros Idiomas

ID:
47250
Resumo:
O presente artigo tem como objetivo descrever a relação entre conflitos intragrupais, engajamento e satisfação com o trabalho para professores da rede pública do Ensino Médio. Trata-se de uma pesquisa descritiva e quantitativa de corte transversal com a aplicação de 201 questionários a professores de dez escolas públicas. As análises mostraram que os conflitos de ordem afetiva influenciaram diretamente na percepção de Satisfação no Trabalho. Além disto, a satisfação com a natureza do trabalho está diretamente relacionada com o engajamento e esta relação é moderada pela percepção de conflitos intragrupais. Os resultados encontrados sugerem que, para os professores, os conflitos são importantes vetores do engajamento, enfatizando a necessidade de promover vivências positivas nas atividades laborais e preservando a natureza do trabalho docente.
Citação ABNT:
PAULI, J.; TOMASI, M.; GALLON, S.; COELHO, E. Satisfação, Conflitos e Engajamento no Trabalho para Professores do Ensino Médio . Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 11, n. 4, p. 72-85, 2017.
Citação APA:
Pauli, J., Tomasi, M., Gallon, S., & Coelho, E. (2017). Satisfação, Conflitos e Engajamento no Trabalho para Professores do Ensino Médio . Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 11(4), 72-85.
DOI:
http://dx.doi.org/10.12712/rpca.v11i4.1004
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/47250/satisfacao--conflitos-e-engajamento-no-trabalho-para-professores-do-ensino-medio-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ABRAHAMS, N. M.; ALF JR, E. Pratfalls in moderator research. Journal of Applied Psychology, v. 56, n. 2, p. 245-251, 1972.

AGAPITO, P. R.; FILHO, A. P.; SIQUEIRA, M. M. M. Bem-Estar no trabalho e percepção de sucesso na carreira como antecedentes de intenção de rotatividade. Revista de Administração Mackenzie, v. 16, n. 6, 2015.

ARAGÃO, J. Introdução aos estudos quantitativos utilizados em pesquisas científicas. Revista práxis, v. 3, n. 6, 2013.

BAKKER, A. B.; DEMEROUTI, E.; LIEKE, L. Work engagement, performance, and active learning: The role of conscientiousness. Journal of Vocational Behavior, v. 80, n. 2, p. 555-564, 2012.

BAKKER, A. B.; DEMEROUTI, E. Towards a model of work engagement. Career development international, v. 13, n. 3, p. 209-223, 2008.

BAKKER, A. B.; LEITER, M. P. Where to go from here: integration and future research on work engagement. In A. B., Bakker, M. P. Leiter (Orgs.), Work Engagement: a handbook of essential theory and research. (p. 181-196). New York: Psychology Press, 2010.

BARON, R. M.; KENNY, D. A. The moderatormediator variable distinction in social psychological research: conceptual, strategic, and statistical considerations. Journal of Personality and Social Psychology, v. 51, n. 6, p. 1173-1182, 1986.

BENDASSOLLI, P. F. Reconhecimento no trabalho: perspectivas e questões contemporâneas. Psicologia em Estudo, v. 17, n. 1, p. 37-46, 2012.

BUENO, B. O.; LAPO, F. R. Professores, desencanto com a profissão e abandono do magistério. Cadernos de pesquisa, v. 118, p. 65-88, 2003.

CALDAS, C. B.; SOMENSARI, P.; DA COSTA, S. N.; SIQUEIRA, M. M. M.; DOS SANTOS CLARO, J. A. C. Satisfação e engajamento no trabalho: docentes temáticos e auxiliares da EAD de universidade privada brasileira. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, v. 6, n. 2, p. 225-237, 2013.

CAPISTRANO, D.; CIROTTO, A. C. O que Torna o Professor Brasileiro Satisfeito com Sua Profissão? Education Policy Analysis Archives, v. 22, 2014.

CARDOSO, C. G.; COSTA, N. M. Fatores de satisfação e insatisfação profissional de docentes de nutrição. Ciência & Saúde Coletiva, v. 21, n. 8, 2016.

CARRARO, P.; DOS SANTOS, A. A. O professor do ensino fundamental em grupos de reflexão. Revista Mal-estar E Subjetividade, v. 11, n. 4, 2011.

CAVALCANTE, M. M. Engajamento no trabalho, bem-estar no trabalho e capital psicológico: um estudo com profissionais da área de gestão de pessoas. 2013. 60f. Dissertação (Mestrado)- Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2013.

CESAR, D. R. Satisfação no trabalho do docente de língua inglesa: um estudo exploratório na rede pública estadual de Palmas - TO. 2011. 90f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

COELHO J. F. A.; FAIAD, C. Evidências de validade da Escala de Satisfação no Trabalho. Avaliação Psicológica, v. 11, n. 1, 2012.

DA SILVA, L. H. B.; DOS SANTOS, I. P. T.; DE SAMPAIO, V. R. Os gestores e os conflitos organizacionais: um estudo em lojas de eletro eletrônico situado na cidade de Pereira BarretoSP. Revista Interatividade, v. 4, n. 2, p. 04-23, 2016.

DE ANDRADE, G. A.; MIRANDA K. Z.; JARDIM, P. D. Carreira tradicional versus carreira autodirigida ou proteana: um estudo comparativo sobre a satisfação com a carreira, a profissão e o trabalho. Revista de Ciências da Administração, v. 13, n. 31, 2011.

DEJOURS, C. Subjetividade, trabalho e ação. Revista produção, v. 14, n. 3, p. 27-34, 2004.

DIMAS, I. C. D.; LOURENÇO, P. R.; MIGUÉZ, J. (Re) pensar os conflitos intragrupais: desempenho e níveis de desenvolvimento. Psicologia, v. 21, n. 2, 2007.

DO CARMO, J. G. M.; GUIMARÃES, L de V. M.; CAEIRO, M. Prazer e sofrimento no trabalho: vivências de mulheres soldados da PMMG. Farol - Revista de Estudos Organizacionais e Sociedade, v. 3, n. 8, p. 1278-1322, 2017.

FARIAS, G. O.; BOTH, J.; FOLLE, A.; PINTO, M. G.; DO NASCIMENTO, J. V. Satisfação no trabalho de professores de educação física do magistério público municipal de Porto Alegre. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 23, n. 3, p. 5-13, 2015.

FRAGA, V. F. (2007). A postura do professor e as grandes questões humanas nas práticas educacionais. Cadernos EBAPE.BR, 5(spe), 01-14.

GUERREIRO, N. P.; NUNES, E. F. P. A.; GONZALEZ, A. D.; MESAS, A. E. Perfil Sociodemográfico, Condições E Cargas De Trabalho De Professores Da Rede Estadual De Ensino De Um Município Da Região Sul Do Brasil. Trabalho, Educação e Saúde, v. 14, p. 197-217, 2016.

GUETZKOW, H.; GYR, J. An analysis of conflict in decision-making groups. Human relations, v. 7, n. 3, p. 367-382, 1954.

GUIMARÃES, V. F. Bases de poder do supervisor, conflitos intragrupais e comprometimento organizacional e com a equipe: um estudo exploratório. 2007. 143f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Psicologia, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG, 2007.

GUIMARÃES, V. F.; MARTINS, M do C. F. Bases de poder do supervisor, conflitos intragrupais e comprometimento organizacional e com a equipe. Revista Psicologia Organizações e Trabalho, v. 8, n. 2, p. 54-78, 2008.

HAKANEN, J. J.; SCHAUFELI, W. B.; AHOLA, K.; The Job Demands-Resources model: A three year cross-lagged study of burnout, depression, commitment, and work engagement. Work e Stress, v. 22, n. 3, p. 224-241, 2008.

HAYES, A. F.; MATTHES, J. Computational procedures for probing interactions in OLS and logistic regression: SPSS and SAS implementations. Behavior research methods, v. 41, n. 3, p. 924-936, 2009.

JAMES, L. R.; BRETT, J. M. Mediators, moderators, and tests for mediation. Journal of Applied Psychology, v. 69, n. 2, p. 307, 1984.

JANKE, S.; NITSCHE, S.; DICKHÄUSER, O. The role of perceived need satisfaction at work for teachers’ work-related learning goal orientation. Teaching and Teacher Education, v. 47, p. 184-194, 2015.

JEHN, K. A. Enhancing effectiveness: An investigation of advantages and disadvantages of value-based intragroup conflict. International journal of conflict management, v. 5, n. 3, p. 223-238, 1994.

LOCKE, E. A. The nature and causes of job satisfaction. In: DUNNETTE, M. D. (Ed.). Handbook of industrial and organizational psychology. Chicago: Rand McNally. College Publishing, 1976. p. 1297-1349.

LOCKE, E. A. What is job satisfaction? Organizational Behavior and Human Performance, v. 4, n. 4, p. 309-336, 1969.

MACHADO, M. C.; SILVESTRE, R. C.; JOSÉ, N. K.; JÚNIOR, N. K. Evaluation of job satisfaction of employees of a public hospital care recognized effectiveness. Revista Brasileira de Oftalmologia, v. 73, n. 3, p. 143-147, 2014.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing. Uma orientação aplicada. Tradução de Lene Belon Ribeiro, Monica Stefani. 6 ed. Porto Alegre: Bookman, 2012.

MARTINEZ, M. C.; PARAGUAY, A. I. B. B. Satisfação e saúde no trabalho: aspectos conceituais e metodológicos. Cadernos de psicologia social do trabalho, v. 6, p. 59-78, 2003.

MARTINS, A. C.; TAVARES, A. R. Estudo da relação entre os conflitos intragrupais e a performance acadêmica: Investigação e métodos de análise avançada. 2013. Disponível em internet: . Acesso em 08 set. 2013.

MARTINS, M. C. F.; GUIMARÃES, V. F.; OLIVEIRA, M. C. Adaptação e validação fatorial da Escala de Conflitos Intragrupais. In: Anais do II Congresso Brasileiro de Psicologia Organizacional e do Trabalho, 2006.

MARTINS, M do C. F.; SANTOS, G. E. Adaptação e validação de construto da Escala de Satisfação no Trabalho. PsicoUSF, v. 11, n. 2, p. 195-205, 2006.

MELO, M. B. de; BARBOSA, M. A.; SOUZA, P. R. de. Job satisfaction of nursing staff: integrative review. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 19, n. 4, p. 1047-1055, 2011.

MENDES, A. M. Da psicodinâmica à psicopatologia do trabalho. In: MENDES, A. M. Psicodinâmica do trabalho: Teoria, método e pesquisas. São Paulo: Casa do Psicólogo. p. 23-48., 2007.

MENDES, A. M. Novas formas de organização do trabalho, ação dos trabalhadores e patologias sociais. In: MENDES, A. M. Psicodinâmica do trabalho: Teoria, método e pesquisas. São Paulo, SP: Casa do Psicólogo. p. 49-87. 2007.

MOREIRA, H. As dimensões da satisfação e da insatisfação de professores do ensino médio. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 3, n. 2, 2010.

MURAD, M. M. I.; ZAYED, N. M.; MUKUL, A. Z. A. A study on job satisfaction: focus on bankers of Bangladesh. European Journal of Business and Management, v. 5, n. 17, p. 14-20, 2013.

NASCIMENTO, T. A.; SIMÕES, J. M. Análise da gestão de conflitos interpessoais nas organizações públicas de ensino profissionalizante em Nova Iguaçu–RJ. Revista de Gestão, v. 18, n. 4, p. 585-603, 2011.

NEVES, V. F.; OLIVEIRA, Á de F.; ALVES, P. C. Síndrome de burnout: impacto da satisfação no trabalho e da percepção de suporte organizacional. Psico, v. 45, n. 1, p. 45-54, 2014.

OLIVEIRA, T. F.; DE LINS, V. L.; DA SILVA, R. M.; FONTOURA, R. V. Qualidade de vida no trabalho: um estudo comparativo entre professores de escola pública e privada. Psicologia Argumento, v. 34, n. 85, 2016.

PAUL, L. S.; DICK, A. Using moderator variables in structural equation models. In: McALISTER, L.; ROTHSCHILD, M. L. (Ed.). Advances in consumer research. Provo, UT: Association for Consumer Research, p. 636-640, 1993.

PEDRO, N.; PEIXOTO, F. Satisfação profissional e auto-estima em professores dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico. Análise Psicológica, v. 24, n. 2, p. 247-262, 2006.

PREACHER, K. J.; RUCKER, D. D.; HAYES, A. F. Addressing moderated mediation hypotheses: Theory, methods, and prescriptions. Multivariate behavioral research, v. 42, n. 1, p. 185- 227, 2007.

ROSSI, E. Z. Método de pesquisa em Psicodinâmica do Trabalho. Curitiba: Juruá, 2010.

RUEDA, F. J.; BAPTISTA, M. N.; DE SOUZA, M. S.; DEGENHARDT, I.; NICOLETTI, I. G. Escala de Suporte Laboral (ESUL) e Escala de Satisfação no Trabalho: evidências de validade. Avaliação Psicológica, v. 9, n. 3, 2010.

SCHAUFELI, W. B.; BAKKER, A. B. Job demands, job resources, and their relationship with burnout and engagement: a multi-sample study. Journal of Organizational Behavior, v. 25, p. 293-315, 2009.

SINOTT, E.; AFONSO, M. R.; RIBEIRO, J. A. B.; FARIAS, G. Síndrome de Burnout: um estudo com professores de Educação Física. Movimento, v. 20, n. 2, 2014.

SIQUEIRA, M. M. M. Antecedentes de comportamentos de cidadania organizacional: a análise de um modelo pós-cognitivo. 1995. 265f. Tese (Doutorado) - Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília, Brasília DF, 1995.

SIQUEIRA, M. M. M. Esquema mental de reciprocidade e influências sobre afetividade no trabalho. Estudos de Psicologia, v. 10, n. 1, p. 83-93, 2005.

SIQUEIRA, M. M. M.; GOMIDE JR, S. Vínculos do indivíduo com o trabalho e com a organização. In: ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J. E.; BASTOS A. V. B. (Orgs). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed. p. 300-328. 2004.

SIQUEIRA, M. M. M.; MARTINS, M. C. F.; LIMA, L. G.; AGAPITO, P. R.; SOUZA, W. S. Construção e validação fatorial da Escala de Engajamento no Trabalho - EEGT. In: Anais do Congresso LusoBrasileiro de Psicologia da Saúde e Congresso Ibero - Americano de Psicologia da Saúde, 2/1, 2011.

SIQUEIRA, M. M. M; MARTINS, M. F.; ORENGO, V.; SOUZA, W. Engajamento no trabalho. In: SIQUEIRA, M. M. (Org.). Novas medidas do comportamento organizacional: ferramentas de diagnóstico e de gestão. Porto Alegre: Artmed. p. 148-155, 2014.

SIQUEIRA, M. M. M. Proposição e análise de um modelo para comportamentos de cidadania organizacional. Revista de Administração Contemporânea, v. 7, n. Spec., p. 165-184, 2003.

SIQUEIRA, M. M. M. Satisfação no trabalho. In: SIQUEIRA, M. M. M. (Org.). Medidas do Comportamento Organizacional. Porto Alegre: Artmed, p. 265-274, 2008.