Caso Rápido & Barato: Vamos Entregar Logo a Encomenda? Outros Idiomas

ID:
47342
Resumo:
Este Caso de Ensino examina o tema da produtividade dos empregados de uma empresa privada de coleta e entrega de encomendas. A partir da constatação do aumento da demanda, dos problemas de desempenho dos empregados e das pressões para a obtenção dos resultados, o gerente de logística reflete sobre o gerenciamento da organização atual. Nesse processo, vão-se apontando elementos para análise da situação, que se evidencia com o resultado do trabalho de uma empresa de consultoria; como características do contexto, dilemas gerenciais, conflitos entre os interesses dos empregados versus os da empresa e interferências do movimento sindical, dentre outros, e que servem de fonte para um projeto de melhoria da produtividade dos empregados em uma empresa. Este estudo possibilita reflexões sobre a melhoria do processo de gerenciamento do desempenho do empregado, sendo proposto para isso: o planejamento e implantação de ações de padronização das atividades, a seleção de empregados, treinamento, avaliação do desempenho e remuneração variável de acordo com as metas alcançadas.
Citação ABNT:
OLIVEIRA, W. F. M.; EL-AOUAR, W. A.; LEONE, R. J. G. Caso Rápido & Barato: Vamos Entregar Logo a Encomenda?. REAd. Revista Eletrônica de Administração, v. 23, n. N. Especial, p. 394-411, 2017.
Citação APA:
Oliveira, W. F. M., El-aouar, W. A., & Leone, R. J. G. (2017). Caso Rápido & Barato: Vamos Entregar Logo a Encomenda?. REAd. Revista Eletrônica de Administração, 23(N. Especial), 394-411.
DOI:
http://dx.doi.org/10.1590/1413-2311.170.63509
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/47342/caso-rapido---barato--vamos-entregar-logo-a-encomenda-/i/pt-br
Tipo de documento:
Caso de Ensino
Idioma:
Português
Referências:
ALMER, E.; D.; BERTOLINI, M.; HIGGS, J. A model of individual accounting faculty salaries. American Accounting Association, v. 28, n. 3, p. 411-433. 2013.

BOITO Jr.; A.; MARCELINO, P. O sindicalismo deixou a crise para trás?Um novo ciclo de greves na década de 2000. Caderno CRH, v. 23, n. 59, p. 323-338. 2010.

BRASIL. Lei n° 1057, de 10 de junho de 2013. Dispõe sobre a permanência de empregados que prestam serviços aos Órgãos Públicos Federal. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Ministério do Trabalho e Emprego, Brasília, DF, 11 jun. 2013.

BRASIL. Lei nº 2012, de 09 de dezembro de 2012. Dispõe sobre a demissão de empregados. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Ministério do Trabalho e Emprego, Brasília, DF, 10 dez. 2012.

BREAUGH, J. A. Employee recruitment: current knowledge and important areas for future research. Human Resource Management Review, v. 18, n. 3, p. 103-118. 2008.

DONDONI, P. C.; DETONI, T. L. A gestão e a mensuração de desempenho: onde está o indivíduo? Revista TECAP, v. 2, n. 2, p. 27-31. 2010

ERHARDT, M. C.; BRIGHAM, E. F. Administração financeira: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. L. Estratégias empresariais e formação de competências. 3. ed. São Paulo: Atlas. 2011.

FUGATE, B. S.; MENTZER, J. T.; STANK, T. P. Logistics performance: efficiency, effectiveness, and differentiation. Journal of Business Logistics, v. 31, n. 1, p. 43-62. 2010.

GITMAN, L. J. Financial management principles. 13 ed. New York: Pearson Prentice Hall. 2011.

HITT, M. A.; MILLER, C. C.; COLELLA, A. Organizational behavior: a strategic approach. Hoboken,NJ: John Wiley & Sons. 2006.

KAMUKAMA, N. Intellectual capital: company’s invisible source of competitive advantage. International Business Journal, v. 23, n. 3, p. 260-283. 2013.

KRAUTER, K.; SOUSA, A. F. de. The relationship between executives’ remuneration and corporate financial performance. International Review of Business Research Papers, v. 5, n. 1, p. 163-173. 2009.

KUHLMAN, T.; FARRINGTON, J. What is sustainability? Sustainability, v. 2, p. 3436-3448. 2010.

LACOMBE, F. J. M. Recursos humanos: princípios e tendências. São Paulo: Saraiva. 2005.

LEMES, A. B. J.; CHEROBIM, A. P. M. S.; RIGO, C. M. Administração Financeira: princípios, fundamentos e práticas brasileiras. Rio de Janeiro: Elsevier. 2010.

LONGENECKER, J. G.; MOORE, C. W.; PETTY, J. W. Administração de pequenas empresas. São Paulo: Cengage Learning. 2007.

LOUREIRO, C. F. B. Sustentabilidade e educação: um olhar da ecologia política. São Paulo: Cortez. 2013.

LUCENA, M. D. S. Avaliação de desempenho. São Paulo: Atlas. 1995.

MACEDO, M. M. Gestão da produtividade nas empresas. Revista Organização Sistêmica, v. 1, n. 1, p. 110-119. 2012.

MILKOVICH, G. T.; BOUDREAU, J. W. Administração de recursos humanos. São Paulo: Atlas. 2000.

NAHAI, R. N. Is meritocracy fair?A qualitative case study of admissions at the University of Oxford. Oxford Review of Education, v. 39, n. 5, p. 681-701. 2013.

OSTROFF, C.; SCHMITT, C. Configurations of organizational effectiveness and efficiency. Academy of Management Journal, v. 36, n. 6, p. 1345-1361. 1993.

PORTER, M. E. Competitive strategy: techniques for analyzing industries and competitors. New York (NY): Free Press. 2008.

PRAHALAD, C. K.; HAMEL, G. Competing for the future. 2 ed. Boston: Harvard Business School Press. 2005.

SHARMA, J.; P.; BAJPAI, N. Salary satisfaction as an antecedent of job satisfaction: development of a regression model to determine the linearity between salary satisfaction and job satisfaction in a public and a private organization. European Journal of Social Sciences, v. 18, n. 3, p. 450-461. 2011.

SILVA, L. V.; LUZ, T. R. Gestão por competências: um estudo dos impactos gerados na avaliação de desempenho e remuneração. GES - Revista Gestão e Sociedade CEPEAD/UFMG, v. 4, n. 8, p. 539-561. 2010.

SNELL, S.; BOHLANDER, G. Administração de recursos humanos. São Paulo: Cengage Learning. 2013.

ST-ONGE, S. et al. Managers' motivation to evaluate subordinate performance. In: Qualitative Research in Organizations and Management: An International Journal, v. 4, n. 3, p. 273 -293. 2009.

SYVERSON, C. What determines productivity? Journal of Economic Literature, v. 49, n. 2, p. 326-365. 2011.

VAN DER HEIJDEN, K. Scenarios: the art of strategic conversation. Chichester & New York: John Wiley & Sons. 2011.

WAGNER III, J. A.; HOLLENBECK, J. R. Organizational behavior: securing competitive advantage. 2 ed. New York, NY: Routledge. 2015.

WENG, Q. et al. The relationship between career growth and organizational commitment. Journal of Vocational Behavior, v. 77, v. 3, p. 391-400.