Contabilidade Ambiental: Um Estudo sobre a Percepção dos Estudantes de Graduação em Ciências Contábeis da Cidade de Maceió (AL) Outros Idiomas

ID:
47604
Resumo:
O objetivo deste artigo foi analisar o nível de conhecimento de discentes de cursos de graduação em ciências contábeis em relação a tópicos correlatos à contabilidade ambiental. A metodologia utilizada quanto ao objetivo proposto se caracteriza como descritiva e, quanto aos procedimentos metodológicos, trata-se de um levantamento (survey). A amostra investigada, denominada como não probabilística intencional, foi determinada considerando as instituições de ensino superior (IES), presentes na cidade de Maceió (AL), que oferecem o curso de ciências contábeis e obtiveram aprovação no Exame Nacional de Desenvolvimento de Estudante (ENADE) no ano de 2014. O total de respondentes foi de 165 discentes de seis IES. A coleta de dados foi feita com a aplicação de questionário, sendo tratados por meio de estatística descritiva, na sua dimensão quantitativa. Os resultados evidenciaram que o nível de conhecimento dos discentes a respeito dos tópicos correlatos à contabilidade ambiental é baixo, sendo que apenas 13% dos discentes informaram já ter cursado alguma disciplina voltada à educação ambiental. Questionados sobre o conhecimento das Normas Brasileiras de Contabilidade relacionadas às informações de natureza social (NBC T15), 53,3% dos discentes informaram que possuem conhecimento fraco; quanto à estrutura, elaboração e divulgação do balanço social, 41,8% informaram que têm conhecimento intermediário; 58,2% consideraram importante o fato de empresas desenvolverem e divulgarem ações socioambientais; e 51,5% destacaram que o desenvolvimento sustentável é tema muito importante a ser considerado na formação acadêmica.
Citação ABNT:
CAVALCANTE, G. M.; ISRAEL, S. M. B.; AQUINO, M. M. F.; CEOLIN, A. C. Contabilidade Ambiental: Um Estudo sobre a Percepção dos Estudantes de Graduação em Ciências Contábeis da Cidade de Maceió (AL) . Revista Mineira de Contabilidade, v. 18, n. 3, p. 40-51, 2017.
Citação APA:
Cavalcante, G. M., Israel, S. M. B., Aquino, M. M. F., & Ceolin, A. C. (2017). Contabilidade Ambiental: Um Estudo sobre a Percepção dos Estudantes de Graduação em Ciências Contábeis da Cidade de Maceió (AL) . Revista Mineira de Contabilidade, 18(3), 40-51.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/47604/contabilidade-ambiental--um-estudo-sobre-a-percepcao-dos-estudantes-de-graduacao-em-ciencias-contabeis-da-cidade-de-maceio--al--/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALTOÉ, S. M. L.; VOESE, S. B. Gestão de resíduos da indústria do biodiesel: um estudo da criação de valor na cadeia de suprimentos. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, v. 3, n. 1, p. 107-123, 2014.

ASSIS, J. N.; RIBEIRO, M. S.; MIRANDA, C. S.; REZENDE, A. J. Contabilidade ambiental e o agronegócio: um estudo empírico entre as usinas de cana-de-açúcar. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 4, n. 2, p. 88-103, 2009.

BEUREN, I. M.; THEISS, V.; CARLI, S. B. Influência do eco-controle no desempenho ambiental e econômico de empresas. Contaduría y administración, v. 58, n. 4, p. 9-37, 2013.

BRASIL. Constituição Federal da República Federativa do Brasil. 1988. Brasília. Disponível em: . Acesso em: 27 out. 2016.

BRASIL. Lei Federal nº. 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. [Diário Oficial da República Federativa do Brasil], Brasília (DF), 28 abr. 1999.

CALIXTO, L. O ensino da contabilidade ambiental nas universidades brasileiras: um estudo exploratório. Revista Universo Contábil, v. 2, n. 3, p. 65-78, 2006.

CARVALHO, G. M. B. Contabilidade ambiental: teoria e prática. Curitiba: Juruá, 2012.

CARVALHO, J. R. M. de; ABREU, I. G. de; CARVALHO, E. K. M. A. de; SILVA, M. M. P. Percepção da educação ambiental: um estudo junto aos discentes de pós-graduação de uma IES no estado da Paraíba. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, v. 4, n. 2, p. 234-253, 2015.

CARVALHO, J. R. M. de; ALEXANDRE, F. A. M.; ALMEIDA, K. K. N.; CARVALHO, E. K. M. A.; CURI, W. F. Uma análise do interesse dos estudantes de Ciências Contábeis pela área de contabilidade ambiental. Revista Ambiente Contábil, v. 2, n. 1, p. 37–53, 2010.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Pesquisa perfil do profissional da contabilidade 2012/2013. 2013. Disponível em: . Acesso em: 26 out. 2016.

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. Resolução n. 1003, de 19 de agosto de 2004. Aprova a NBC T 15 Informações de Natureza Social e Ambiental. 2004. Brasília: CFC. Disponível em: . Acesso em: 26 out. 2016.

COSTA, R. S. da; MARION, J. C. A uniformidade na evidenciação das informações ambientais. Revista Contabilidade & Finanças, v. 18, n. 43, p. 20-33, 2007.

FERREIRA, A. C. de S. Contabilidade ambiental: uma informação para o desenvolvimento sustentável. São Paulo: Atlas, 2003.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

GOMES, R. G.; SOUZA, R. B. L. Balanço social: análise da evolução dos indicadores sociais e ambientais do BANRISUL. Revista Contexto, v. 10, n. 18, p. 18-33, 2010.

GONÇALVES, M. A.; TANAKA, A. K.; AMEDOMAR, A. A. de. A destinação final dos resíduos sólidos urbanos: alternativas para a cidade de São Paulo através de casos de sucesso. Future Studies Research Journal: Trends and Strategy, v. 5, v. 1, p. 96-131, 2013.

GUARNIERI, P.; HASS, D.; MONTEIRO, G. A mensuração dos efeitos financeiros e econômicos da logística reversa pela contabilidade ambiental. Revista Meio Ambiente e Sustentabilidade, v. 4, n. 2, p. 202-225, 2013.

HANASHIRO, D. M. M.; TEIXEIRA, M. L. M.; ZACCARELLI, L. M. Gestão do fator humano: uma visão baseada em stakeholders. São Paulo: Saraiva, 2008.

INSTITUTO ETHOS. Glossário. 2013. Disponível em: . Acesso em: 26 out. 2016.

KRAEMER, M. E. P. Contabilidade ambiental: o passaporte para a competitividade. CRCSC & Você, v. 1, n.1, p. 25-40, 2002.

LACERDA, A. L. de; WEBER, C.; PORTO, M. P.; SILVA, R. A. da. A importância dos eventos científicos na formação acadêmica: estudantes de biblioteconomia. Revista ACB, v. 13, n. 1, p. 130-144, 2008.

LINDSTAEDT, A. R. S.; OTT, E. Evidenciação de informações ambientais pela contabilidade: um estudo comparativo entre as normas internacionais (ISAR/UNCTAD), norte-americanas e brasileiras. Contabilidade Vista & Revista, v. 18, n. 4, p. 11-35, 2007.

LUIZ, L. C.; RAU, K.; FREITAS, C. L de; PFITSCHER, E. D. Agenda ambiental na administração pública (A3P) e práticas de sustentabilidade: estudo aplicado em um instituto federal de educação, ciência e tecnologia. Administração Pública e Gestão Social, v. 5, n. 2, p. 54-62, 2013.

MAÇAMBANNI, T. A.; BELLEN, H. M. V; SILVA, T. L. da; VENTURA, C. Evidenciação Socioambiental: Uma Análise do Balanço Social de Empresas do Setor Elétrico que atuam nas Regiões Sul e Nordeste do Brasil. Revista de Gestão Ambiental e SustentabilidadeGeAS, v. 2, n. 1, p. 123-142, 2013.

MURCIA, F. D.; ROVER, S.; LIMA, I.; FÁVERO, L. P. L.; LIMA, G. A. S. F. Disclosure verde nas demonstrações contábeis: características da informação ambiental e possíveis explicações para a divulgação voluntária. Revista UnB Contábil, v. 11, n. 1-2, p. 260278, 2008.

NAKASONE, G. T. Contabilidade ambiental no Peru: uma proposta baseada no relatório de sustentabilidade nas indústrias mineira, petroleira e do gás. Contabilidad y Negocios, v. 10, n. 19, p. 5-26, 2015.

NEITZKE, A. C. A.; GONÇALVES, G. P.; OLIVEIRA, R. M.; MACHADO, D. G.; GIBBON, A. R. O. Custos ambientais: um estudo exploratório em um estaleiro da região sul do Brasil. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 5, n. 2, p. 71-86, 2015.

OLIVEIRA, C. E. de; ALMEIDA, F. A. de; SILVA, U. G.; CARVALHO, J. M. R. de. Um estudo acerca do desempenho social de empresa do setor de petróleo face à crise financeira internacional. Revista UNEMAT de Contabilidade, v. 5, n. 10, p. 160-174, 2016.

ORELLANO, V. I. F.; QUIOTA, S. Análise do retorno dos investimentos socioambientais das empresas brasileiras. Revista de Administração de Empresas, v. 51, n. 5, p. 471-484, 2011.

ORO, I. M.; VICENTI, T.; SCARPIN, J. E. Balanço social no terceiro setor: análise do modelo ibase com relação à transparência e prestação de contas à sociedade. ConTexto, v. 14, p. 26, p. 76-89, 2014.

PAMPLONA, V.; PFITSCHER, E. D.; UHLMANN, V. O.; LIMONGI, B. Gestão e contabilidade ambiental: estudo de caso em instituição hospitalar. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 14, n. 2, p. 3-17, 2011.

PEREIRA, R. C.; FAGUNDES, M. B. B.; ANDRADE, E. S.; DRESCH, L. O.; SOPRANE, G. A. Balanço social e o indicador de lucro social para empresas cidadãs: o caso Embrapa. Revista IDeAS, v. 4, n. 2, p. 519-543, 2010.

PINHEIRO, V. A. A.; BOSCOV, C. P. Análise de informações por segmento das empresas premiadas pelo Troféu Transparência ANEFAC/FIPECAFI/SERASA 2013. Contexto, v. 15, n. 29, p. 96-112, 2015.

RIBEIRO, M. S. Uma reflexão sobre as oportunidades para a Contabilidade Ambiental. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 17, n. Especial, p. 4-17, 2012.

RODRIGUES, H. S.; OLIVEIRA, I. G. S.; SOBRINHO, W. B. R.; ALMEIDA, J. E. F. Estudo da influência da abertura de capital na formação do nível de disclosure voluntário: uma análise ex ante e ex post. Revista de Contabilidade e Controladoria, v. 6, n.3, p. 39-56, 2014.

SANTOS, A. D. O.; SILVA, F. B. D.; SOUZA, S. D.; SOUSA, M. F. R. D. Contabilidade ambiental: um estudo sobre sua aplicabilidade em empresas brasileiras. Revista Contabilidade & Finanças, v. 12, n. 27, p. 89-99, 2001.

SILVA, H. F.; OLIVEIRA, J. D.; JESUS, M. A. Responsabilidade social: percepção dos alunos de engenharia de uma IES Pública. In: SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA. Anais... São Paulo, SP, Brasil, v. 10, 2013.

SILVA, J. C. P.; RIOS, R. P. Contabilidade Ambiental: O grau de conhecimento dos contadores do sul e sudeste do estado do Pará. Revista Eletrônica Gestão e Negócios–FAC, v. 5, n. 1, p. 1-19, 2014.

SILVA, J. L. C.; HERMOSILLA, J. L. G.; SILVA, E. C. C.; CASTRO, M. C. A. A. Um estudo sobre as publicações de investimento em meio ambiente do setor empresarial com base no balanço social. Revista UNIARA, v. 21, n. 22, p. 72-83, 2009.

SILVA, M. D. O. P.; CALLADO, A. A. C. Análise de modelos de balanced scorecard elaborados a partir da ótica da sustentabilidade através do uso da matriz SWOT. Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, v. 3 n. 4, p. 87-103, 2013.

TINOCO, J. E. P.; KRAEMER, M. E. P. Contabilidade e gestão ambiental. São Paulo: Atlas, 2004.

TINOCO, J. E. P.; ROBLES, L. T. A contabilidade da gestão ambiental e sua dimensão para a transparência empresarial: estudo de caso de quatro empresas brasileiras com atuação global. Revista de Administração Pública, v. 40, n. 6, p. 10771096, 2006.