Alinhamento entre Uso de Instrumentos do Sistema de Controle Gerencial e Inovação de Produtos e Processos Outros Idiomas

ID:
47895
Resumo:
Este estudo objetiva verificar o alinhamento da intensidade de uso de instrumentos do Sistema de Controle Gerencial com o nível da inovação de produtos e processos. Para tanto, pesquisa descritiva com abordagem quantitativa foi realizada a partir de um levantamento com gestores de empresas incubadas. Os resultados mostram que elas apresentam nível semelhante no lançamento de novos produtos e modificações naqueles já existentes, mas diferem entre si na liderança de mercado no lançamento de novos produtos. A entropia informacional reforça essa constatação, pois liderança de mercado no lançamento de novos produtos apresentou maior dispersão, sugerindo que as incubadas focalizam-se mais em suas necessidades iniciais. Quanto aos instrumentos gerenciais, projeções de fluxo de caixa e orçamento operacional revelam capacidade para alinhar o processo inovador, já que apresentam médias elevadas e peso informacional pouco disperso. Porém, definição de metas estratégicas e plano de portfólio de produtos apresentam médias superiores e peso informacional menos disperso, denotando que os gestores usam esses instrumentos com intensidade no desenvolvimento das atividades de inovação. Conclui-se que há evidências de alinhamento entre intensidade de uso de instrumentos gerenciais e nível de inovação de produtos e processos nas empresas pesquisadas, mas esses construtos requerem mais pesquisas para sua confirmação empírica.
Citação ABNT:
LOPES, I. F.; BEUREN, I. M.; MARTINS, G. D. Alinhamento entre Uso de Instrumentos do Sistema de Controle Gerencial e Inovação de Produtos e Processos . Revista Organizações em Contexto, v. 14, n. 27, p. 1-27, 2018.
Citação APA:
Lopes, I. F., Beuren, I. M., & Martins, G. D. (2018). Alinhamento entre Uso de Instrumentos do Sistema de Controle Gerencial e Inovação de Produtos e Processos . Revista Organizações em Contexto, 14(27), 1-27.
DOI:
http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v14n27p1-27
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/47895/alinhamento-entre-uso-de-instrumentos-do-sistema-de-controle-gerencial-e-inovacao-de-produtos-e-processos-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANTHONY, R. N.; GOVINDARAJAN, V. Sistemas de controle gerencial. 12. ed. São Paulo: McGraw-Hill, 2008.

ATTIE, W. Auditoria: conceito e aplicações. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1998.

BECK, F.; BEUREN, I. M. Interfaces da folga organizacional como inovação: um estudo em empresa têxtil. In: CONGRESSO ANPCONT, 8., 2014, Rio de Janeiro. Anais... São Paulo: ANPCONT, 2014.

BELTRAMI, L. C.; GOMES, S. M.; ARAÚJO, D. M. Sistemas de controle gerencial e desempenho corporativo: um estudo empírico em instituições de ensino superior. In: EnANPAD, 37., 2013, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos... Disponível em: . Acesso em: 19 dez. 2015.

BERRY, A. J.; BROADBENT, J.; OTLEY, D. Management control: theories, issues and performance. 2. ed. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2005.

BEUREN, I. M.; ORO, I. M. Relação entre estratégia de diferenciação e inovação, e sistemas de controle gerencial. Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 18, n. 3, p. 285-310, 2014.

BISBE, J.; MALAGUEÑO, R. The choice of interactive control systems under different innovation management modes. European Accounting Review, Brussels, v. 18, n. 2, p. 371-405, 2009.

BISBE, J.; OTLEY, D. The effects of the interactive use of management control systems on product innovation. Accounting, Organizations and Society, Clifton, UK, v. 29, n. 8. p. 709-737, 2004.

BRASIL. Lei n. 11.196, de 21 de novembro de 2005. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 22 nov. 2005. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2016.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Relatório anual da utilização dos incentivos fiscais ano base 2011. Disponível em: . Acesso em: 5 ago. 2016.

CARVALHO, H. C.; REIS, D. R.; CAVALCANTE, M. B. Gestão da inovação. Curitiba: Aymará, Série UTFinova, 2011.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de pesquisa em administração. 7. ed. Porto Alegre: Bookman, 2003.

CRUZ, A. P. C.; FREZATTI, F.; BIDO, D. S. Estilo de liderança, controle gerencial e inovação: papel das alavancas de controle. Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 19, n. 6, p. 772-794, 2015.

DAVILA, A.; FOSTER, G. Management accounting systems adoption decisions: evidence and performance implications from early-stage/startup companies. The Accounting Review, Flórida, v. 80, n. 4, p. 1039-1068, 2005.

D’AVILA, M. Z.; OLIVEIRA, M. A. M. Conceitos e técnicas de controles internos de organizações. São Paulo: Nobel, 2002.

DAVILA, T. An empirical study on the drivers of management control systems’ design in new product development. Accounting, Organization and Society, Clifton, UK, v. 25, n. 4-5, p. 383-409, 2000.

DOUGHERTY, D. Organizando para a inovação. In: CALDAS, S, M.; FACHIN, R.; FISCHER, T. (Org.). Handbook de estudos organizacionais: ação e análise organizacionais. São Paulo: Atlas, 2004. Vol. 3. p. 337-360.

DRUCKER, P. Inovação e espírito empreendedor: prática e princípios. São Paulo: Pioneira, 1999.

FLORIANI, R. Identificação de inovações e seus reflexos nos índices de rentabilidade de empresas brasileiras de capital aberto. 180 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, 2009.

FREEMAN, C. The national system of innovation in historical perspective. Revista Brasileira de Inovação, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 15-34, 2004.

FREZATTI, F. et al. Instrumentos de controle gerencial e gestão da inovação: evidências empíricas brasileiras. In: Congresso ANPCONT, 6., 2012, Florianópolis. Anais... São Paulo: ANPCONT, 2012.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HORNGREN, C. T. et al. Cost accounting: A managerial emphasis. 13. ed. New Jersey: Pearson Prentice Hall, 2009.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA ESTATISTICA. Pesquisa de Inovação (PINTEC). 2012. Disponível em: . Acesso em: 09 jan. 2015.

LOPES, I. F.; BEUREN, I. M.; DAMETTO, I. R. B. Evidenciação da aplicação de recursos em Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação e da redução de carga tributária por empresas listadas na BM&FBovespa. In: Congresso UFSC de Controladoria e Finanças, 6., Congresso UFSC de I niciação C ientífica, 6., e Congresso Iberoamericano de Contabilidad e Gestión, 9., 2015, Florianópolis. Anais... Florianópolis: UFSC, 2015.

LOPES, I. F.; BEUREN, I. M. Evidenciação da inovação no Relatório da Administração: uma análise na perspectiva da Lei do Bem (Lei n. 11.196/2005). Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 6, n. 1, p. 109-127, 2016.

MARTINS, G. A.; THEÓPHILO, C. R. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. São Paulo: Atlas, 2007.

MENDONÇA. M. Fundamentos do controle. 2011. Disponível em: . Acesso em: 19 abr. 2016.

MERCHANT, K. A.; VAN DER STEDE, W. A. Management control systems: performance measurement, evaluation and incentives. 2. ed. Essex: Prentice Hall, 2007.

MOURA, G. D.; BEUREN, I. M. Conselho de Administração das empresas de Governança Corporativa listadas na BM&FBovespa: análise à luz da entropia da informação da atuação independente. Revista de Ciências da Administração, Florianópolis, v. 13, n. 29, p. 11-37, 2011.

NISIYAMA, E. K.; OYADOMARI, J. C. T. Sistemas de controle gerencial e o processo de inovação. Revista de Administração e Inovação, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 106-125, 2012.

OCDE – ORGANIZAÇÃO DE COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO. Manual de Oslo: diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. 3. ed. Brasília: FINEP, 2005. Disponível em: . Acesso em: 03 fev. 2015.

OTLEY, D. Performance management: a framework for management control systems research. Management accounting research, v. 10, n. 4, p. 363-382, 1999.

OYADOMARY, J. C. T.; CARDOSO; R. L.; SILVA, B. O. T. S.; PEREZ, G. Sistemas de controle gerencial: estudo de caso comparativo em empresas inovadoras no Brasil. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 6, n. 4, p. 21-34, 2010.

PALADINO, G. Introdução. In: FAYET, E. A. (Org.). Gerenciar a inovação: um desafio para as empresas. Curitiba: IEL, 2010. p. 11-16.

RAUPP, F. M.; BEUREN, I. M. Metodologia da pesquisa aplicável às ciências sociais. In: BEUREN, I. M. (Org.). Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. 3. ed. e 4. reimpr. São Paulo: Atlas, 2009. p. 76-97.

REIS, D. R. Gestão da inovação tecnológica. São Paulo: Manole, 2004.

REVELLINO, S.; MOURITSEN, J. The multiplicity of controls and the making of innovation. European Accounting Review, Brussels, v. 18, n. 2, p. 341-369, 2009.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.

ROUSSEL, P. A.; SAAD, K. N.; ERICKSON, T. J. Third generation R&D: managing the link to corporate strategy. Boston: Harvard Business School Press, 1991.

SANTOS, P. S. A.; ROCHA, I.; HEIN, N. Utilização da entropia informacional na seleção de indicadores financeiros mais relevantes para tomada de decisão no setor público: o caso dos estados brasileiros. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 19, n. 2, p. 83-105, 2014.

SARKAR, S. Inovação: metamorfoses, empreendedorismo e resultados. In: TERRA, J. C. C. (Org.). Inovação quebrando paradigmas para vencer. São Paulo: Saraiva, 2007. p. 27-31.

SCHUMPETER, J. A. Development. Journal of Economic Literature, USA, v. 43, n. 1, p. 108-120, 2005.

SIMONS, R. Control in an age of empowerment. Harvard Business Review, Boston, v. 73, n. 2, p. 80-88, 1995a.

SIMONS, R. Levers of control. Boston: Harvard Business School Press, 1995b.

SIMONS, R. The role of management control systems in creating competitive advantage: new perspectives. Accounting, Organizations and Society, Clifton, UK, v. 15, n. 112, p. 127-143, 1990.

SOLY, B. et al. Os incentivos fiscais à inovação tecnológica. In: GARCIA, C. (Org.). Lei do Bem: como alavancar a inovação com a utilização de incentivos fiscais. São Paulo: Ed. Pillares, 2014. p. 39-79.

TIDD, J.; BESSANT, J.; PAVITT, K. Gestão da Inovação. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2008.

UTZIG, M. J. S.; BEUREN, I. M. Relação do uso interativo do sistema de controle gerencial com diferentes modelos de gestão de inovação. Revista de Administração e Inovação, São Paulo, v. 11, n. 4, p. 260-286, 2015.

VAN DE VEN, A. H.; POOLE, M. S. Methods for studying innovation processes. In: VAN DE VEN, A. H.; ANGLE, H. L.; POOLE, M. S. (Ed.). Research on the management of innovation: The Minnesota studies. New York: Oxford University Press. 2000. p. 31-54.

WELSCH, G. A.; HILTON, R.; GORDON, P. Budgeting: profit planning and control. 5. ed. New York: Prentice Hall, 1988.