Divulgação de Informações sobre Recursos Humanos e os Fatores que Influenciam sua Evidenciação Voluntária nos Relatórios da Administração Outros Idiomas

ID:
48168
Resumo:
Os recursos humanos são os responsáveis por executar serviços ou produzir produtos para que as organizações possam se desenvolver por meio da negociação destes. Desta forma, o fator humano tem sido tema recorrente de discussões nos meios empresariais e acadêmicos. Buscando compreender os esforços realizados pelas empresas para a realização da divulgação de informações sobre recursos humanos, definiu-se o seguinte objetivo de pesquisa: analisar os fatores que influenciam o nível de divulgação voluntária de informações sobre recursos humanos das companhias listadas no Índice IBrX100 durante os anos de 2009 à 2013. Para a construção desta pesquisa, foram analisados os relatórios da administração, formando assim o nível de divulgação de informação sobre recursos humanos, posteriormente foram levantadas as características das empresas a serem estudadas e por meio do desenvolvimento de uma regressão com dados em painel, realizou-se a análise inferencial. Como resultado de pesquisa, concluiu-se que os fatores que influenciam sobre o processo da divulgação de informações voluntárias sobre recursos humanos foram o tamanho, pois na medida em que as companhias são maiores elas buscam realizarem mais evidenciações, o mesmo acontece com a sua rentabilidade, mostrando que empresas com maior rentabilidade exercem mais a figura da publicidade acerca dos recursos humanos, já com relação ao balanço social na medida em que as empresas expõe esta demonstração, ela auxilia de forma a legitimar a companhia, mostrando os diversos aspectos sociais, inclusive a preocupação com o corpo funcional das empresas.
Citação ABNT:
FÉLIX JÚNIOR, L. A.; OLIVEIRA, M. R. G.; MIRANDA, L. C.; LAGIOIA, U. C. T.; GALVÃO, K. S. Divulgação de Informações sobre Recursos Humanos e os Fatores que Influenciam sua Evidenciação Voluntária nos Relatórios da Administração. Enfoque Reflexão Contábil, v. 37, n. 1, p. 129-146, 2018.
Citação APA:
Félix Júnior, L. A., Oliveira, M. R. G., Miranda, L. C., Lagioia, U. C. T., & Galvão, K. S. (2018). Divulgação de Informações sobre Recursos Humanos e os Fatores que Influenciam sua Evidenciação Voluntária nos Relatórios da Administração. Enfoque Reflexão Contábil, 37(1), 129-146.
DOI:
10.4025/enfoque.v37i1.33663
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/48168/divulgacao-de-informacoes-sobre-recursos-humanos-e-os-fatores-que-influenciam-sua-evidenciacao-voluntaria-nos-relatorios-da-administracao/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALSAEED, K. The Association Between FirmSpecific Characteristics and Disclosure The case of Saudi Arabia. Managerial Auditing Journal, v. 21, n. 5, p. 476-496, 2006.

BALASUNDARAM, N. HR Practices of Industrial Enterprises in Bangladeshi: A Factor Analysis Approach. The Bangladeshi Accountant Journal of the Institute of Chartered Accountants of Bangladeshi, v. 38, n. 67, p. 79-84, 2010.

BHAYANI, S. The Relationship Between Comprehensiveness of Corporate Disclosure and Firm Characteristics in India. Asia - Pacific Finance an Accounting Review, v. 1, n. 1, dec. 2012.

BHUIYAN, M. H. U.; BISWAS, P. K. Corporate Governance and Reporting: an empirical study of the listed companies in Bangladesh. Journal of Business Studies, v. 28, n. 1, jun. 2007.

BRANCO, M. C.; RODRIGUES, L. L. Exploring the importance of social responsibility disclosure for human resources. Journal of Human Resource Costing & Accounting, v. 13, n. 3, p. 186-205, 2009.

BRASIL, Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976. Dispõe sobre as Sociedades por Ação. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6404consol.htm.

CHU, C. I.; CHATTERJEE, B.; BROWN, A. The current status of greenhouse gas reporting by Chinese companies A test of legitimacy theory. Managerial Auditing Journal, v. 28, n. 2, p. 114-139, 2013.

CLARKE, J.; GIBSON-SWEET, M. The use of corporate disclosures in the management of reputation and legitimacy: a cross sectoral analysis of UK Top 100 companies. Business Ethics: A European Review, v. 8 n. 1, jan. 1999.

COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS. Parecer de Orientação CVM nº 15, de 28 de dezembro de 1987. http://www.cvm.gov.br/legislacao/pare/pare015.html.

CONCEIÇÃO, S. H.; DOURADO, G. B.; BAQUEIRO, A. G.; FREIRE, S.; BRITO, P. C. Fatores determinantes no disclosure em Responsabilidade Social Corporativa (RSC): um estudo qualitativo e quantitativo com empresas listadas na Bovespa. Gestão & Produção, v. 18, n. 3, p. 461-472, 2011.

CUNHA, J. V. A.; RIBEIRO, M. S. Divulgação Voluntária de Informações de Natureza Social: um estudo nas empresas brasileiras. Revista de Administração Eletrônica, v. 1, n. 1, 2008.

DEEGAN, C. The Legitimising Effect of Social and Environmental Disclosures - a theoretical foundation. Accounting, Auditing & Accountability Journal, v. 15, n. 3, p. 282-311, 2002.

DIAS FILHO, J. M. A pesquisa qualitativa sob a perspectiva da teoria da legitimidade uma alternativa para explicar e predizer políticas de evidenciação contábil. Interface, v. 9, n. 1, 2012.

DIAS FILHO, J. M. Políticas de Evidenciação Contábil: Um Estudo do Poder Preditivo e Explicativo da Teoria da Legitimidade. In: Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração (EnANPAD), 31., 2007, Rio de Janeiro. Anais Eletrônicos ... Rio de Janeiro: Anpad, 2007. http://www.anpad.org.br/admin/pdf/CON-A3301.pdf.

DOMÍNGUEZ, M. A. A. Company characteristics and human resource disclosure in Spain. Social Responsibility Journal, v. 8, n. 1, p. 4-20, 2012.

ENG, L.L.; MAK, Y. T. Corporate Governance and Voluntary Disclosure. Journal of Accounting and Public Policy, v. 22, p. 325-345, 2003.

FERREIRA, R. N. ; ARAÚJO, E. A.; ANTONIALLI, L. M.; SALAZAR, G. T.; SANTOS, A. C. S. Investimentos Sociais e Riqueza Gerada: uma análise a partir do balanço social. Pretexto, v. 12, n. 4, p. 09-32, out./dez. 2011.

GONÇALVES, R. S.; WEFFORT, E. F. J.; PELEIAS, I. V.; GONÇALVES, A. O. Social Disclosure das empresas brasileiras listadas na NYSE e na BOVESPA: sua relação com os níveis de governança corporativa. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 1, n. 9, p. 71-94, jan./jun. 2008.

GUJARATI, D. N.; PORTER, D. C. Econometria Básica. 5. ed. Porto Alegre: AMGH, 2011.

HOSSAIN, D. M.; KHAN, A. R.; YASMIN, I. The Nature of Voluntary Disclosures on Human Resource in the Annual Reports of Bangladeshi Companies. Dhaka University Journal of Business Studies, v. 25, n. 1, p. 221-231, 2004.

LAN, C. A. M.; BERNARDO, D. C. R.; NAZARETH, L. G. C.; MENDONÇA, F. M. Um Estudo das Ações para Divulgar e Consolidar o Balanço Social no Brasil. Revista Gestão Organizacional, v. 4, n. 2, jul./dez. 2011.

LIMA, E. M.; CORRAR, L. J. Comparação de Desempenho entre as Empresas Melhores e Maiores Apontadas como Melhores para Trabalhar. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 14, n. 3, p. 27-43, set./dez. 2009.

MAMUN, S. A. A. Human resource accounting (HRA) disclosure of Bangladeshi companies and its association with corporate characteristics. BRAC University Journal, v. 1, n. 1, p. 35-43, 2009.

MICAH, L. C.; OFURUM, C. O.; IHENDINIHU, J. U. Firms Financial Performance and Human Resource Accounting Disclosure in Nigeria. International Journal of Business and Management, v. 7, n. 14, 2012.

MICHAEL, O. B. Comparative analyses of Human Resource Accounting Disclosure Practices in Nigerian Financial Service and Manufacturing companies. IOSR Journal of Humanities and Social Science, v. 16, n. 1, p. 20-26, set./out. 2013.

MORAES, R. O.; SLOMSKI, V. ; JUNQUEIRA, E. R. Análise do retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) das empresas que publicaram o balanço social no modelo Ibase no período de 2001 a 2005 a partir da abordagem da Teoria Institucional. ABCustos Associação Brasileira de Custos, v. 2, n. 3, set./dez. 2007.

OLIVEIRA, L.; RODRIGUES, L. L.; CRAIG, R. Intellectual capital reporting in sustainability reports. Journal of Intellectual Capital, v. 11, n. 4, p. 575-594, 2010.

PEREIRA, A. G.; BRUNI, A. L.; DIAS FILHO, J. M. Legitimidade Corporativa em Empresas Pertencentes a Indústrias Ambientalmente Sensíveis: um Estudo Empírico com Empresas que negociam ações na Bovespa. Sociedade, Contabilidade e Gestão, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, 2010.

PIMENTEL, L.; PENEDO, J.; MAGRO, N. ; TRABUCHO, P. Contabilidade de Ambiental - Divulgação de Informação. In: Congresso Contabilidade Relato Financeiro e Responsabilidade Social, 10., 2004, Lisboa. Anais Eletrônicos ...Lisboa: Centro de Congressos do Estoril, 2004. http://repositorio.ipl.pt/bitstream/10400.21/1680/1/Contabilidade%20Ambiental,Divulga%C3%A7%C3%A3o%20Informa%C3%A7%C3%A3o.pdf.

PINTO, A. L.; RIBEIRO, M. S. Balanço Social: avaliação de informações fornecidas por empresas industriais situadas no Estado de Santa Catarina. Revista Contabilidade & Finanças - USP, n. 36, p. 21-34, 2004.

REINA, D.; REINA, D. R. M.; MIGUEL, J. J.; TASCA, T.A. Evidenciação do capital intelectual em empresas do setor de tecnologia da informação e do setor de telecomunicações listadas na BM&FBovespa nos anos de 2007 a 2009. Enfoque, v. 30, n. 1, p. 63-82, 2011.

RIMMEL, G.; DERGARD, J.; JONALL, K. Human resources disclosure in Danish intellectual capital statements. Journal of Human Resource Costing & Accounting, v. 16, n. 2, p. 112-141, 2012.

RUFINO, M. A. Responsabilidade social e ambiental corporativa: determinantes da divulgação de informação voluntária. 2014. 101 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - UNB/UFPB/UFRN, João Pessoa, 2014.

SALOTTI, B. M.; YAMAMOTO, M. M. Divulgação voluntária da demonstração dos fluxos de caixa no mercado de capitais brasileiro. Revista Contabilidade & Finanças, v. 19, n. 48, p. 37-49, set./dez. 2008.

SALOTTI, B. M.; YAMAMOTO, M. M. Ensaio sobre a Teoria da Divulgação. BBR - Brazilian Business Review, v. 2, n. 1, p. 53-70, 2005.

SANTIAGO, J. S.; FERNANDES, J. T. GONÇALVES, R. S. Contabilidade Social Corporativa. In.: NIYAMA, J. K. (Org.). Teoria Avançada da Contabilidade. São Paulo: Atlas, 2014.

SUBBARAO, A. V.; ZÉGHAL, D. Human Resources Information Disclosure in Annual Reports: An International Comparison. Journal of Human Resource Costing and Accounting, v. 2, n. 2, p. 53-73, 1997.

TREVISAN, F. A. Balanço Social como Instrumento de Marketing. RAE-eletrônica, v. 01, n. 02, 2002. http://www.spell.org.br/documentos/download/30333.

VERRECCHIA, R. E. Discretionary disclosure. Journal of Accounting and Economics, v. 5, n. 3, p. 179-194, Dec. 1983.

VERRECCHIA, R. E. Essays on disclosure. Journal of Accounting and Economics, v. 32 n. 1-3, p. 97-180, Nov. 2001.

WOOLDRIDGE, J. M. Introdução à econometria - uma abordagem moderna. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

ZENG, S. X.; XU, X. D.; YIN, H. T.; TAM, C. M. Factors that Drive Chinese Listed Companies in Voluntary Disclosure of Environmental Information. Journal of Business Ethics, v. 109, p. 309-321, 2012.