Síndrome de Burnout e o Profissional Contábil: Quando Trabalhar se Torna Pesado Outros Idiomas

ID:
48291
Resumo:
O objetivo do presente estudo foi verificar os aspectos relacionados à Síndrome de Burnout entre profissionais da área contábil. Para o alcance do desiderato proposto adotou-se uma metodologia quantitativa, do tipo survey. Como amostra para a pesquisa selecionou-se os profissionais que possuem seus próprios escritórios de prestação de serviços contábeis. Foi possível considerar que os respondentes não possuem, de uma forma geral, características da Síndrome de Burnout. Constatou-se ainda que boa parte dos respondentes estão satisfeitos com sua profissão.
Citação ABNT:
GALVÃO, N. M. D. S.Síndrome de Burnout e o Profissional Contábil: Quando Trabalhar se Torna Pesado . Revista de Carreiras e Pessoas, v. 7, n. 3, p. 151-169, 2017.
Citação APA:
Galvão, N. M. D. S.(2017). Síndrome de Burnout e o Profissional Contábil: Quando Trabalhar se Torna Pesado . Revista de Carreiras e Pessoas, 7(3), 151-169.
DOI:
http://dx.doi.org/10.20503/recape.v7i3.33836
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/48291/sindrome-de-burnout-e-o-profissional-contabil--quando-trabalhar-se-torna-pesado-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BASSETT-JONES, N.; LLOYD, G. C. Does Herzberg’s motivation theory have staying power? Journalof Management Development, v. 24, n. 10 pp. 929-943, 2005.

BIBLIA SAGRADA. Tradução de João Ferreira de Almeida. 2 ed. Versão revista e atualizada. São Paulo: Hagnos, 2004.

CARLOTTO, M. S.; PIZZINATO; A. Avaliação e Interpretação do Mal-estar Docente: Um Estudo Qualitativo sobre a Síndrome de Burnout. Revista Mal-estar e Subjetividade, v. XIII, n. 1-2, p. 195-220, 2013.

CARVALHO, C. G.; MAGALHÃES, S. R. Inteligência emocional como estratégia de prevenção contra a síndrome de burnout. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, v. 11, n. 2, pp. 540-550, 2013.

COELHO, P. S.; SILVA, R. N. S. Um Estudo Exploratório sobre Metodologias Empregadas em Pesquisas na área de Contabilidade no EnANPAD. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 1, n. 8, p. 139-159, 2007.

COLL, C.; MARCHESI, A.; PALACIOS, J. Desenvolvimento psicológico e educação. 2 ed. Porto Alegre: Artemed, 2007.

CRESWELL, J. W. Projeto de Pesquisa: Métodos Qualitativo, Quantitativo e Misto. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

FRANÇA T. L. B.; OLIVEIRA, A. C. B. L.; LIMA, L. F.; MELO, J. K. F.; SILVA, R. A. R. Síndrome de Burnout: Características, Diagnóstico, Fatores de Risco e Prevenção. Revista de Enfermagem da UFPE, v. 8, n. 10, p. 3539-46, 2014.

FRANÇA, F. M.; FERRARI; R.; FERRARI, D. C.; ALVES, E. D. Burnout e os aspectos laborais na equipe de enfermagem de dois hospitais de médio porte. Revista LatinoAmericana de Enfermagem, vol. 20, n. 5, 2012.

FRANÇA; F. M.; FERRARI; R. Síndrome de Burnout e os aspectos sócio-demográficos em profissionais de enfermagem. Acta Paulista de Enfermagem, v. 25, n. 5, p. 743-8, 2012.

GRAEML, A. R.; CSLLAG, J. M. E-MailSurvey com Formulário Anexado: Uma Alternativa para Coleta de Dados OffLine pela Internet. Organizações em contexto, n. 7, p. 35-58, junho. 2008.

GUIMARÃES, E. R. A Síndrome de Burnout em Estudantes de Ciências Contábeis: Pesquisa na Cidade de São Paulo. Mestrado em Ciências Contábeis (Dissertação). Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), São Paulo. 2014.

HOQUE, Z. The human Relations Theory. In: HOQUE, Z. (Organ.) Methodological Issues in Accounting Research.London: Spiramus, 2006.

KAUARK, F.; MANHÃES, F. C.; MEDEIROS, C. H. Metodologia da Pesquisa: guia prático. Itabuna: Via Litterarum, 2010.

LOIAZA; E. P.; PEÑA; A. E. Niveles de estrés y sindrome de burnout em contadores públicos colombianos. ActualidadeContable Faces, vol. 16, num. 26, p. 27-44, enero-julio, 2013.

MACHADO, A. M. N.; BLANCHETTI, L. (Des)Fetichização do Produtivismo Acadêmico: Desafios para o Trabalhador-Pesquisador. Revista de Administração de Empresas, v. 51, n. 3, p. 244-254,maio/jun. 2011.

MALLMANN, C. S.; PALAZZO, L. S.; CARLOTTO, M. S.; AERTS, D. R. G. C. Fatores associados à síndrome de burnout em funcionários públicos municipais. Psicologia: Teoria e Prática, 11(2):69-82, 2009.

MASLACH, C.; SCHAUFELI, W. B.; LEITER; M. P. JobBurnout. Annual Review of Psychology, 52:397-422, 2001.

MASLOW, A. Theory of Human Motivation. PsychologicalReview, 50, 370-396, 1943.

METE, M.; ÜNAL; O. F.; BILEN; A. Impact of Work-Family Conflict and Burnout on Performance of Accounting Professionals. Procedia - Social and Behavioral Sciences. 131, p. 264-270, 2014.

MOCELIN; D. G. Redução da Jornada de Trabalho e Qualidade dos Empregos: Entre o Discurso, a Teoria e a Realidade. Revista Sociologia Política, Curitiba, v. 19, n. 38, p. 101-119, 2011.

MOREIRA, D. S.; MAGNANO, R. F.; SAKAE, T. M.; MAGAJEWSKI, F. R. L. Prevalência da síndrome de Burnout em trabalhadores de enfermagem de um hospital de grande porte da Região Sul do Brasil. Caderno de Saúde Pública, 25(7):1559-1568, 2009.

MORENO, F. N.; GIL, G. P.; HADDAD, M. C. L.; VANNUCHI, M. T. O. Estratégias e Intervenções no Enfrentamento da Síndrome de Burnout. Revista de Enfermagem da UERJ, 19(1), 140-145, 2011.

NAKAMURA, A. P.; MÍGUEZ, C.; ARCE, R. F. Equilíbrio psicológico y burnout académico. Revista de investigación em educación, vol 1(12), p. 32-39, 2014.

OLORUNSOLA, R. Motivating Library Staff: A Look at Frederick Herzberg's MotivatingHygiene Theory. Library Review, v. 41, Iss 2 pp. 25-28, 1992.

PELEIAS, I. R; GUIMARÃES, E. R.; CHAN, B. L.; CARLOTTO, M. S. A Síndrome de Burnout em Estudantes de Ciências Contábeis de IES Privadas: Pesquisa na Cidade de São Paulo. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 11, n. 1, p. 30-51, jan./mar. 2017.

REGO, R. C. F. S.; FERREIRA, M. F.; COSTA, T. K. S. Burnout: Analisando A Incidência da Síndrome nos Professores do Curso de Ciências Contabeis da Universidade Federal do Piauí. Anais... In: VII Encontro de Estudos Organizacionais da ANPAD. Curitiba / Paraná, 20 a 22 de maio de 2012.

SILVA, A. C. R. Metodologia das Pesquisa Aplicada à Contabilidade: orientações de estudos, projetos, artigos, relatórios, monografias, dissertações, teses. 3 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

SPECTOR, P. E. Psicologia nas organizações. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

TIETJEN, M. A.; MYERS, R. M. Motivation and job satisfaction. Management Decision, v. 36, n. 4, pp. 226-231, 1998.

VIEIRA, H. C.; CASTRO, A. E.; SCHUCH JÚNIOR, V. F. O uso de questionários via email em pesquisas acadêmicas sob a ótica dos respondentes. In: SEMEAD SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO, 13., 2010, São Paulo. Anais... São Paulo: FEAUSP, 2010.

WALTER. Análise de ferramentas gratuitas para condução de survey online. Produto & Produção, v. 14, n.2, p. 44- 58, jun 2013.

WELLENS, J. Professor Frederic Herzberg on management of motivation. Industrial and Commercial Training, v. 2, n. 7, pp. 333-337, 1970.

YANK; M.; ERDIL; O. Relationships Between Self-Efficacy and Work Engagement and the Effects on Job Satisfaction: A Survey on Certified Public. Procedia - Social and Behavioral Sciences, 58, 370-378, 2012