Proposta de Implantação do Fluxo de Caixa em uma Empresa de Ferragens Outros Idiomas

ID:
48471
Resumo:
É evidente a importância da saúde financeira em uma organização, portanto, faz-se necessário planejar e controlar as movimentações monetárias num determinado período com a finalidade de uma melhor visualização e auxílio para a tomada de decisão. Sendo assim, esta pesquisa teve como objetivo propor a implantação do fluxo de caixa como ferramenta de planejamento financeiro em uma empresa familiar do ramo de ferragens localizada no município de Cabedelo na Paraíba. Para tanto, foi desenvolvida uma pesquisa exploratória, para a coleta das informações, bibliográfica, para a base teórica, e estudo de caso, onde aplicou-se o modelo proposto por Znadowicz. A revisão de literatura trouxe o embasamento teórico fundamental para entender importância que a administração financeira tem para as empresas e as vantagens de se dedicar uma atenção exclusiva a ela. Através da tabulação e análise dos dados, foi realizada a separação dos dados coletados referentes ao ano de 2010 em 2 semestres, janeiro a junho e julho a dezembro respectivamente, para melhor visualização e comparação dos valores. Após a análise semestral foi elaborado um fluxo de caixa com o estudo do comportamento anual, referente ao ano de 2010, dos ingressos e desembolsos. Por fim, foi possível concluir, com o fluxo de caixa, que a Granfer não teve nenhum planejamento financeiro nos seus primeiros meses de 2010, operando no vermelho (déficit). Já a partir do início do 2º semestre¬ começou a ter uma folga financeira devido a um aumento de suas atividades operacionais e um controle financeiro eficiente.
Citação ABNT:
SANTOS, M. I. C.Proposta de Implantação do Fluxo de Caixa em uma Empresa de Ferragens . Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, v. 7, n. 2, p. 17-40, 2017.
Citação APA:
Santos, M. I. C.(2017). Proposta de Implantação do Fluxo de Caixa em uma Empresa de Ferragens . Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, 7(2), 17-40.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/48471/proposta-de-implantacao-do-fluxo-de-caixa-em-uma-empresa-de-ferragens-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
CHOI, F. D. S.; FROST, C. A.; MEEK, G. K. International accounting. 3ª ed. USA: Prentice Hall International, 1999.

PADOVEZE, Clóvis Luís. Contabilidade Gerencial: um enfoque em sistema de informação contábil. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

ASSAF NETO, A. Finanças Corporativas e Valor. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2005.

ASSAF NETO, A.; SILVA, C. A. T. Administração do capital de giro. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

BILLINGS, B. K.; MORTON, R. M. The Relation Between SFAS Nº. 95 Cash Flow From Operations and Credit Risk. Journal of Business Finance & Accounting. v. 29, n. 5-6, 2002.

BRIGHAM, E. F.; HOUSTON, J. F. Fundamentos da Moderna Administração Financeira. 10. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 1999.

GITMAN, L. J. Princípios de administração financeira. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

GROPPELLI, A. A.; NIKBAKHT, E. Administração financeira. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

HOJI, M. Administração Financeira na Prática: guia para educação financeira corporativa e gestão financeira pessoal. São Paulo: Atlas, 2007.

KING, T. E, LEMBKE, V. C.; SMITH, J. H. Financial accounting: a decision-making approach. 2ª ed. New York: Jhon Wiley & Sons, 2001.

KUSTER, E.; NOGACZ, N. D. Finanças Empresariais: Administração Financeira. Curitiba: Gazeta do Povo, 2002. 2 v. (3). http://www.cairu.br/biblioteca/arquivos/Administracao/Financas_Empresariais_FAE.pdf.

LUCION, Carlos Eduardo Rosa. Planejamento Financeiro. Revista Eletrônica de Contabilidade: Curso de Ciências Contábeis UFSM, v. 3, n. 1, p. 1-19, 2005. https://periodicos.ufsm.br/contabilidade/article/view/142.

MAGALHÃES, G. Introdução à metodologia da pesquisa: caminhos da ciência e tecnologia. 1. ed. São Paulo: Ática, 2005.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos da metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2010.

MARQUES, A. V. Planejamento e controle financeiro nas micro e pequenas empresas, visando à continuidade e à sustentabilidade. 2008. Dissertação (Mestrado) - Curso de Gestão de Negócios, Universidade Católica de Santos, Santos, 2008. .

MARQUES, J. A. V. C.; BRAGA, R. Demonstração dos Fluxos de Caixa: uma contribuição à alteração da legislação societária. Anais do Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro, 2001.

MATARAZZO, D. C. Análise financeira de balanços. São Paulo: Atlas. 2010.

ROSS, S. A.; WERTERFIELD, R. W.; JORDAM, B. D. Princípios de administração Financeira. tradução AntonioZorattoSanvicente. São Paulo: Atlas, 1998.

SILVA, E. C. Como administrar o fluxo de caixa das empresas: guia prático e objetivo de apoio aos executivos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

ULRICH, S. Gestão de fluxo de caixa nas micro e pequenas empresas: um estado de caso. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Programa de Pós-Graduação em Ciência Contábeis, Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, 2005. .

ZDANOWICZ, J. E. Fluxo de caixa: uma decisão de planejamento e controle financeiro. 10 ed. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2004.