A Internacionalização nas Especializações de uma Instituição de Ensino Superior de Criciuma - SC Outros Idiomas

ID:
48476
Resumo:
O ambiente globalizado faz com que o cidadão busque por níveis mais elevados de educação, para assim poder manter-se competitivo onde está inserido. Diante disso, o estudo teve como objetivo identificar os desafios que os acadêmicos de pós-graduação de uma instituição de ensino superior de Criciúma – SC enfrentam para cursar módulos internacionais. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa descritiva, quanto aos fins, e bibliográfica e de campo, quanto aos meios de investigação. A amostra foi composta por acessibilidade, contando com a participação de 89 acadêmicos de PósGraduação matriculados no segundo semestre de 2016. Os dados de origem primária foram coletados por meio de um questionário com perguntas abertas e fechadas. A abordagem da pesquisa foi qualitativa. Verificou-se que os acadêmicos possuem conhecimento sobre a internacionalização das especializações. Dentre os principais desafios enfrentados, destacaram-se o alto investimento e disponibilidade de tempo. Agregação de valor na carreira profissional, experiências educacionais e conhecimento de novas culturas, foram apontados como fatores positivos para cursar módulos internacionais.
Citação ABNT:
PERARO, M.; VOLPATO, D.; VIEIRA, A. C. P.; ZILLI, J. C. A Internacionalização nas Especializações de uma Instituição de Ensino Superior de Criciuma - SC . Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, v. 7, n. 2, p. 122-136, 2017.
Citação APA:
Peraro, M., Volpato, D., Vieira, A. C. P., & Zilli, J. C. (2017). A Internacionalização nas Especializações de uma Instituição de Ensino Superior de Criciuma - SC . Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, 7(2), 122-136.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/48476/a-internacionalizacao-nas-especializacoes-de-uma-instituicao-de-ensino-superior-de-criciuma---sc-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
CASTRO, Alda Araújo; CABRAL NETO, Antônio. O ensino superior: a mobilidade estudantil como estratégia de internacionalização na América Latina. Revista Lusófona de Educação, n. 21, p. 69-96, 2012.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. da. Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2007.

TEICHLER, U. The Changing debate on Internationalization of higher education. Higher Education, n. 48, p. 5-46, 2004.

BOREL, M. 5 leis do crescimento profissional. 2013. .

CABRAL, Thiago Luiz de Oliveira; SILVA, Júlio Eduardo Ornelas; SAITO, Catarina Erika. Realidade do intercâmbio e da mobilidade acadêmica na Universidade Federal De Santa Catarina. In: Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul: Gestão Universitária, Cooperação Internacional e Compromisso Social. XI, 2011, Florianópolis. Anais eletrônicos dos Colóquios Internacionais sobre Gestão Universitária. Florianópolis. UFSC, 09 dez. 2011. .

DALCIN, Vânia Letícia. A mobilidade dos estudantes universitários: contribuição para o desenvolvimento da interculturalidade. 2011. Tese de Doutorado.

KON, Anita. A internacionalização dos serviços. Revista de Administração de Empresas, v. 39, n. 1, p. 42-54, 1999.

MACHADO, L. E. Gestão Estratégica para instituições de ensino superior privadas. 1 ed. São Paul: FGV Editora 2008.

MAGRO, M. L. Internacionalização do ensino superior. Revista da Faculdade de Odontologia-UPF, v. 19, n. 2, 2014.

MARCONI, M de A.; LAKATOS, E. M. 2010. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas.

MIURA, I. K. A influência dos valores culturais no comportamento de executivos em designações internacionais. Tese de doutorado em Administração, FEA - UFU, São Paulo, 2001.

MONTEIRO, C. O desafio de colocar 10 milhões de estudantes no ensino superior. Estudos e projeções: panorama e propostas. Trabalho apresentado no IV Congresso Brasileiro da Educação Superior Particular. Salvador. 2011.

MOROSINI, M. C. Estado do conhecimento sobre internacionalização da educação superior - Conceitos e práticas. The state of knowledge in the internationalization of higher education 2006.

PERRENOUD, P. Dez novas competências para uma nova profissão. Pátio. Revista pedagógica, v. 17, p. 8-12, 2001.

PIMENTA, Ricardo Dias. Internacionalização de Escolas de Negócios: Análise do processo de internacionalização da Fundação Dom Cabral. 2006. 156 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração do Programa de Pós-graduação em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2006.

SANTOS, A. M. dos et al. Didática ideal para o Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento: especificidades e características androgógicas em analise. 2008.

SEBBEN, Andréa. Intercâmbio cultural: para entender e se apaixonar. Digitaliza Conteudo, 2007.

STALLIVIERI, L. O sistema de ensino superior do Brasil: características, tendências e perspectivas. Educación superior en América Latina y el Caribe: Sus estudiantes hoy. 2007. 79-100.

TERRA, J. C. C. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial. 2005.

WAGNER, A. C. A Mobilidade das Elites e as Escolas Internacionais: as formas específicas de representar o nacional. In: Almeida, Ana Maria; Nogueira, Maria Alice (Org.). A Escolarização das Elites: um panorama internacional de pesquisa. Petrópolis: Vozes, 2002.