A Teoria da Sinalização e a Recuperação Judicial: Um Estudo nas Empresas de Capital Aberto Listadas na BM&FBovespa Outros Idiomas

ID:
48496
Resumo:
Baseado na Teoria da Sinalização, este trabalho partiu do pressuposto que os indicadores contábeis emitem sinais a respeito de algumas situações econômico-financeiras. Ao utilizar um modelo de previsão de insolvência, trabalha-se com a hipótese de que os problemas de uma organização podem ser detectados antecipadamente, identificando, dessa forma, a saúde financeira da empresa. Sendo assim, o objetivo deste artigo é identificar os indicadores contábeis que sinalizam o estado de recuperação judicial das organizações. Foram selecionadas todas as empresas de capital aberto listadas na BM&FBovespa durante o período de 2005 a 2013, totalizando 330 empresas e 2.658 observações. Os dados foram agrupados ( pooled ) de forma desbalanceada, e os parâmetros estimados por meio da técnica econométrica Regressão Logística ( Logit ). Os resultados demonstraram que quatro indicadores são estatisticamente significativos para a previsão de recuperação judicial, sendo os índices de Liquidez Corrente, Produtividade dos Ativos e Retorno sobre o Ativo significativos ao nível de 1% e o Indicador de Lucros Retido significativo a 5%. Além disso, o modelo estimado classificou 93,68% das observações corretamente, no entanto apenas em relação ao nível de empresas solvente o percentual de previsão foi satisfatório, atingindo 100%. Apesar de o modelo não apresentar um percentual de previsão satisfatório para as empresas em recuperação judicial, os resultados individuais para cada um deles (significâncias e coeficientes de regressão) foram estatisticamente significativos.
Citação ABNT:
SILVA, P. Z. P.; GARCIA, I. A. S.; LUCENA, W. G. L.; PAULO, E. A Teoria da Sinalização e a Recuperação Judicial: Um Estudo nas Empresas de Capital Aberto Listadas na BM&FBovespa. Desenvolvimento em Questão, v. 16, n. 42, p. 553-584, 2018.
Citação APA:
Silva, P. Z. P., Garcia, I. A. S., Lucena, W. G. L., & Paulo, E. (2018). A Teoria da Sinalização e a Recuperação Judicial: Um Estudo nas Empresas de Capital Aberto Listadas na BM&FBovespa. Desenvolvimento em Questão, 16(42), 553-584.
DOI:
http://dx.doi.org/10.21527/2237-6453.2018.42.553-584
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/48496/a-teoria-da-sinalizacao-e-a-recuperacao-judicial--um-estudo-nas-empresas-de-capital-aberto-listadas-na-bm-fbovespa/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português