Gestão por Competências no Brasil: Um Estudo Multicasos Outros Idiomas

ID:
48536
Periódico:
Resumo:
Uma grande parcela das organizações contemporâneas está inserida em um ambiente altamente competitivo e dinâmico, trazendo aos gestores o desafio de repensarem estratégias organizacionais e modelos gerenciais. Neste contexto, a gestão por competências surge como um promissor modelo capaz de atrelar os processos de gestão de pessoas à estratégia do negócio. Por isso, a presente pesquisa teve como objetivo analisar os modelos de gestão por competências implantados por organizações de grande porte no Brasil. Foram realizados três estudos de casos, abrangendo os setores de bebidas, químico e siderúrgico, e, em seguida, conduziu-se uma análise comparativa. A partir dos resultados obtidos, constatou-se a importância de alinhar valores e estratégias organizacionais ao modelo de competências definido; utilizar o feedback como ferramenta de desenvolvimento humano; e implantar uma estrutura de carreira em Y e horizontalizada. As contribuições da presente pesquisa são percebidas em dois distintos ambientes. Primeiramente, em âmbito empresarial, tem-se o potencial de contribuir no intuito de reduzir as dificuldades experimentadas por diversas organizações ao tentarem implantar um modelo de gestão por competências, que muitas vezes utilizam práticas que não condizem com tal sistema e mantêm processos de gestão de pessoas não alinhados à estratégia do negócio. Adicionalmente, no que se refere à ciência administrativa, a realização deste estudo contribui para mitigar a lacuna teórica em torno do tema investigado.
Citação ABNT:
CERIBELI, H. B.; MACIEL, G. N.; GUILARDUCCI, C. A. Competency Management in Brazil: A Multi-Case Study . Reuna, v. 22, n. 4, p. 20-39, 2017.
Citação APA:
Ceribeli, H. B., Maciel, G. N., & Guilarducci, C. A. (2017). Competency Management in Brazil: A Multi-Case Study . Reuna, 22(4), 20-39.
DOI:
http://dx.doi.org/10.21714/2179-8834/2017v22n4p20-39
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/48536/gestao-por-competencias-no-brasil--um-estudo-multicasos/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Inglês
Referências:
AMORIM, T. N. G. F.; SILVA, L. B. Gestão por competências: nuances e peculiaridades. REUNA, v. 16, n. 1, p. 103-119, 2011.

BOYATZIS, R. The competent management: a model of effective performance. New York: Wiley, 1982.

BRANDÃO, H. P.; LEITE, J. B. D.; CARBONE, P. P.; VILHENA, R. M. DE P. Gestão por competências e gestão do conhecimento. São Paulo: Editora FGV, 2011.

BRANDÃO, H. P. Mapeamento de competências: métodos, técnicas e aplicações em gestão de pessoas. São Paulo: Atlas, 2012.

BRANDÃO, H. P.; ZIMMER, M. V.; PEREIRA, C. G.; MARQUES, F.; COSTA, H. V.; CARBONE, P. P.; ALMADA, V. F. Gestão de desempenho por competências: integrando a gestão por competências, o balanced scorecard e a avaliação 360 graus. Revista de Administração Pública, v. 42, n. 5, p. 875-898, 2008.

CERIBELI, H. B.; ALMEIDA, C. A. M. Gestão por competências: um estudo de caso em uma indústria no Brasil. Revista Globalización, Competitividad y Gobernabilidad, v. 9, n. 1, p. 118-130, 2015.

CHOI, M.; YOON, H. J. Training investment and organizational outcomes: a moderated mediation model of employee outcomes and strategic orientation of the HR function. The International Journal of Human Resource Management, v. 26, n. 20, p. 2632-2651, 2015.

CORALLO, A.; LAZOI, M.; MARGHERITA, A.; SCALVENZI, M. Optimizing competence management processes: a case study in the aerospace industry. Business Process Management, v. 16, n. 2, p. 297-314, 2010.

DE VOS, A.; DE HAUW, S.; WILLEMSE, I. An integrative model for competency development in organizations: the Flemish case. The International Journal of Human Resource Management, v. 26, n. 20, p. 2543-2568, 2015.

DRIES, N. The psychology of talent management: a review and research agenda. Human Resource Management Review, v. 23, p. 272-285, 2013.

DUTRA, J. S. Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas, 2004.

FERRAZZA, D. S.; CUNHA, D. L.; PINTO, M. D. Gestão por competências: a realidade vivenciada por empresas de consultoria em recursos humanos em Florianópolis/SC. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 6, n. 3, p. 36-52, 2012.

FESTING, M.; SCHÄFER, L. Generational challenges to talent management: a framework for talent retention based on the psychological-contract perspective. Journal of World Business, v. 49, p. 262-271, 2014.

FLEURY, A. C. C.; FLEURY, M. T. L. Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea, n. Edição Especial, p. 183-196, 2001.

FLEURY, A. C. C.; FLEURY, M. T. L. Estratégias competitivas e competências essenciais: perspectivas para a internacionalização da indústria no Brasil. Gestão & Produção, v. 10, n. 2, p. 129-144, 2003.

GARCÍA-SÁIZ, M. Una revisión constructiva de la gestión por competencias. Anales de Psicología, v. 27, n. 2, p. 473-497, 2011.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GORLOV, S. M.; LAZAREVA, N. V.; FURSOV, V. A. Competence-based approach to the HR management using industrial branch. Asian Social Science, v. 11, n. 7, p. 349-355, 2015.

GRÖSCHKE, D. Group Competence: Empirical Insights for the Management of Groups in Dynamic and Complex Situations. Organizational Cultures, v. 12, n. 4, p. 11-22, 2013.

HAYES, L.; HOPKINSON, C.; TAYLOR, A. G. Problematising qualitative research in organisations: three voices, three subjectivities, three struggles. Qualitative Research in Organizations and Management, v. 11, n. 2, p. 127-146, 2016.

HEILMANN, P.; HEILMANN, J. Competence management in maintenance: case Finnish Forest Company. Management Research Review, v. 35, n. 1, p. 4-13, 2012.

HONDEGHEM, A.; HORTON, S.; SCHEEPERS, S. Modelos de gestão por competências na Europa. Revista do Serviço Público, v. 57, n. 2, p. 241-258, 2006.

KIMBLE, C.; VASCONCELOS. J. B.; ROCHA, A. Competence management in knowledge intensive organizations using consensual knowledge and ontologies. Information Systems Frontiers, v. 18, p. 1119-1130, 2016.

LIMA, M. A. M.; ROCHA, B. P. L. Avaliação de programas de gestão por competências: um estudo em organizações da Região Metropolitana de Fortaleza CE. Organizações em Contexto, v. 8, n. 16, p. 167-194, 2012.

MANZINI, E. J. A entrevista na pesquisa social. Didática, v. 26, p. 149-158, 1990.

McCLELLAND, D. C.; DAILEY, C. Improving officer selection for the Foreign Service. Boston: McBer, 1972.

McDONNELL, A.; GUNNIGLE, P.; LAVELLE, J.; LAMARE, R. Beyond managerial talent: ‘key group’ identification and differential compensation practices in multinational companies. The International Journal of Human Resource Management, v. 27, n. 12, p. 1299-1318, 2016.

MEYER, K. E.; XIN, K. R. Managing talent in emerging economy multinationals: integrating strategic management and human resource management. The International Journal of Human Resource Management, p. 1-29, 2017.

MUNCK, L.; MUNCK, M. G. M.; SOUZA, R. B. Gestão de pessoas por competências: análise de repercussões dez anos pós-implantação. Revista de Administração Mackenzie, v. 12, n. 1, p. 4-52, 2011.

RIPAMONTI, S.; SCARATTI, G. Weak knowledge for strengthening competences: a practice-based approach in assessment management. Management Learning, v. 43, n. 2, p. 183-197, 2011.

ROSA, J. H.; BARBOSA, J. L. V.; KICH, M.; BRITO, L. A multi-temporal context-aware system for competence management. International Journal of Artificial Intelligence in Education, v. 25, n. 4, p. 455-492, 2015.

SCHUTTE, N.; BARKHUIZEN, N.; VAN DER SLUIS, L. The validation of a human resource management professional competence model for the South African context. Journal of Industrial Psychology, v. 41, n. 1, p. 1-9, 2015.

SILVA, A. C.; MUNHOZ, F. M.; OLIVEIRA, L. M. B.; SILVA, W. R. C.; WOEHL, S.; CATAPAN, A.; MARTINS, P. F. A gestão por competência na busca de uma organização eficaz: estudo de caso em uma universidade brasileira. Revista Globalización, Competitividad y Gobernabilidad, v. 8, n. 2, p. 102-120, 2014.

SILVA, L. V.; LUZ, T. R. Gestão por competências: um estudo dos impactos gerados na avaliação de desempenho e remuneração. Gestão e Sociedade, v. 4, n. 8, p. 539-561, 2010.

SPENCER, L.; SPENCER, S. Competence at work. New York: John Wiley & Sons, 1993.

STOKES, P.; OIRY, E. An evaluation of the use of competencies in human resource development a historical and contemporary recontextualisation. Euromed Journal of Business, v. 7, n. 1, p. 4-23, 2012.

THUNNISSEN, M.; BOSELIE, P.; FRUYTIER, B. A review of talent management: ‘infancy or adolescence’? The International Journal of Human Resource Management, v. 24, n. 9, p. 1744-1761, 2013.

TRIPATHI, K.; AGRAWAL, M. Competency based management in organizational context: a literature review. Global Journal of Finance and Management, v. 6, n. 4, p. 349-356, 2014.

TRIPATHI, P.; RANJAN, J. Data flow for competence management and performance assessment systems: educational institution approach. International Journal of Innovation and Learning, v. 13, n. 1, p. 20-32, 2013.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005.

ZAGO, C. C.; RETOUR, D. Cultura organizacional: nível coletivo constitutivo da gestão por competências. Gestão & Produção, v. 20, n. 1, p. 180-191, 2013.