Evidenciação e desempenho em organizações desportivas: um estudo empírico sobre clubes de futebol Outros Idiomas

ID:
4883
Resumo:
No "país do futebol" muitos clubes de tradição não conseguem honrar seus compromissos financeiros. Parece premente a revisão do atual modelo de negócio do futebol brasileiro. Rever modelos de negócio requer, ao mesmo tempo, rever mecanismos de governança. O presente trabalho pretende ilustrar empiricamente que a evidenciação pode fazer parte desses mecanismos de governança sem que a organização desportiva perca eficiência ou eficácia. Para atingir este objetivo foram analisadas as demonstrações contábeis dos clubes de futebol da 1ª divisão do campeonato brasileiro de 2004, mensurando-se o nível de evidenciação e relacionando-o ao desempenho desses clubes. A hipótese de ausência de correlação foi testada não-parametricamente, por meio do coeficiente de correlação ordinal. Os resultados indicaram que os clubes que evidenciam suas demonstrações contábeis em maior grau são essencialmente os mesmos que apresentam melhores resultados no campo e em termos financeiros. Pode-se, então, concluir que a evidenciação é compatível com a modernização e com a abertura da governança em direção aos públicos-alvo do futebol.
Citação ABNT:
CARVALHO, F. A. A.; SILVA, J. A. F. Evidenciação e desempenho em organizações desportivas: um estudo empírico sobre clubes de futebol. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 3, n. 6, art. 6, p. 96-116, 2009.
Citação APA:
Carvalho, F. A. A., & Silva, J. A. F. (2009). Evidenciação e desempenho em organizações desportivas: um estudo empírico sobre clubes de futebol. Revista de Contabilidade e Organizações, 3(6), 96-116.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/4883/evidenciacao-e-desempenho-em-organizacoes-desportivas--um-estudo-empirico-sobre-clubes-de-futebol/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português