Finanças comportamentais: um estudo da influência da faixa etária, gênero e ocupação na aversão à perda Outros Idiomas

ID:
4896
Resumo:
Este estudo tem por principal objetivo verificar se o gênero, a idade e a ocupação exercem influência no nível de aversão à perda. Os resultados obtidos baseiam-se em dados coletados por meio de questionários aplicados a 516 profissionais e estudantes da área contábil. Os problemas utilizados baseiam-se no questionário desenvolvido por Kahneman e Tversky em 1979. No Estudo I – Análise de Estudantes e Profissionais x Gênero, o objetivo foi verificar se o gênero influencia o nível de aversão à perda dos pesquisados. No Estudo II – Análise de Estudantes e Profissionais x Idade, o objetivo foi conhecer se a faixa etária influencia o nível de aversão à perda. Já o grupo denominado Estudo III – Análise Estudantes x Profissionais verificou se a ocupação dos respondentes exerce influência no nível de aversão à perda. Os resultados dos três estudos mostram indícios de influência da idade, do gênero e da ocupação no nível de aversão à perda.
Citação ABNT:
MELO, C. L. L.; SILVA, C. A. T. Finanças comportamentais: um estudo da influência da faixa etária, gênero e ocupação na aversão à perda. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 4, n. 8, art. 1, p. 3-23, 2010.
Citação APA:
Melo, C. L. L., & Silva, C. A. T. (2010). Finanças comportamentais: um estudo da influência da faixa etária, gênero e ocupação na aversão à perda. Revista de Contabilidade e Organizações, 4(8), 3-23.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/4896/financas-comportamentais--um-estudo-da-influencia-da-faixa-etaria--genero-e-ocupacao-na-aversao-a-perda/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BARBERIS, Nicholas; THALER, Richard. A survey of behavioral finance. bureau of Economic Research Working Paper, set. 2003. In: Advances in Behavioral Finance, v. 2. Princeton University Press. Russell Sage Foundation, 2005.

BRENNER, lyle; et al. On the psychology of loss aversion: possession, valence, and reversals of the endowment effect. Journal of Consumer Research, v. 34, 2007.

CAPlAN, Edwin H. Behavioral accounting – a personal view. behavioral Research in Accounting,v. 1, 1989.

FAMA, E. F. Market efficiency, long term returns and behavioral finance. Journal of Financial Economics, v. 49, n. 3, p. 283-306, Set. 1998.

FAMA, E. F. Market efficiency, long term returns, and behavioral finance. Chicago: University of Chicago, 1997.

FRANKFURTER, G. M.; MCGOUN, E. G. Market efficiency or behavioral finance: the nature of the debate. Journal of Psychology and Financial Markets, v. 1, p. 200-210, 2000.

FRANKFURTER, G. M.; MCGOUN, E. G. Resistance is futile: the assimilation of behavioral finance. Journal of Economic behavior and Organization, v. 1, p. 375-389, 2002.

HENS, Thorsten. A rough guide to behavioral and evolutionary finance. NbER Working Paper, 2003.

HENS, Thorsten. Prospect theory and the CAPM: a contradiction or coexistence?. Institute for Empirical Research in Economics, Working Paper n. 157, 2002.

KAHNEMAN, Daniel; TVERSKY, Amos. Choices, values, and frames. Cambridge University Press: New York, 2000.

KAHNEMAN, Daniel; TVERSKY, Amos. Prospect theory: an analysis of decision under risk. Econometrica, v.47, n. 2, p. 263-291, mar. 1979.

KAHNEMAN, Daniel; TVERSKY, Amos. The framing of decisions and a psychology of choice. Science, v. 211, n. 4481, p. 453-458, Jan. 1981.

KÖBBERLING, Veronika; WAKKER, Peter P. An index of loss aversion. Journal of Economic Theory, v. 122, 119-131. 2005.

LIMA, Diogo Henrique silva de. Efeito formulação e contabilidade: uma análise da influência da forma de apresentação de demonstrativos e relatórios contábeis sobre o processo decisório de usuários de informações contábeis. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis UnB/UFPB/UFPE/UFRN. Natal/RN, 2007.

MILANEZ, Daniel Yabe. Finanças Comportamentais no brasil. dissertação (mestrado em Ciências Contábeis). São Paulo: USP, 2003.

SHEFRIN, H.; STATMAN, M. The disposition to sell winners too early and ride. losers too long. Journal of Finance, v. 40, p. 777-790, 1985.

sHIllER, Robert J. Irrational exuberance. American Journal of Economics and Sociology, Princeton University Press, 2000.

sIlvA, César Augusto Tibúrcio; ARAúJO, Daniel Rosa de. Aversão à perda nas decisões de risco. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 2, n. 04, mar. 2007.

THAlER, R. H., MUllAINATHAN, s. Behavioral economics. NbER Working Paper n. 7.948. 2000.