Revista Ibero-Americana de Estratégia: Produção Acadêmica de 2002 a 2015 Outros Idiomas

ID:
49496
Resumo:
O objetivo deste estudo é investigar a representatividade e as particularidades da produção acadêmica divulgada pela Revista Ibero-Americana de Estratégia durante o período de 2002 a 2015. Metodologicamente, utilizou-se as técnicas de análise bibliométrica e sociométrica. Os principais achados foram: a rede social das Instituições de Ensino Superior apresenta-se dispersa e com baixa interação, impactando em uma alta centralidade (grau e intermediação), que é refletida por meio das instituições: Universidade Nove de Julho, Universidade de São Paulo e Fundação Getúlio Vargas de São Paulo. Dos 93 temas identificados neste artigo, oito aparecem como os mais publicados: internacionalização, estratégias, sustentabilidade, empreendedorismo, inovação, balanced scorecard, gestão ambiental e responsabilidade social. Conclui-se de maneira macro, a análise da produção científica da revista ora investigada, evidenciado dados, informações, conhecimentos e saberes contemporâneos nas nuances da Estratégia, contribuindo para melhor entender e compreender, à luz do periódico investigado, como este tema se comporta, no que tange a sua produção e colaboração científica, mediante as redes dos autores e de suas respectivas IES nativas no âmbito acadêmico brasileiro.
Citação ABNT:
RIBEIRO, H. C. M.; CORRÊA, R. Revista Ibero-Americana de Estratégia: Produção Acadêmica de 2002 a 2015. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 8, n. 1, p. 210-231, 2018.
Citação APA:
Ribeiro, H. C. M., & Corrêa, R. (2018). Revista Ibero-Americana de Estratégia: Produção Acadêmica de 2002 a 2015. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, 8(1), 210-231.
DOI:
https://doi.org/10.22478/ufpb.2236-417X.2018v8n1.34549
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/49496/revista-ibero-americana-de-estrategia--producao-academica-de-2002-a-2015/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANDRADE, L. F. S. et al. Desvelando o campo da estratégia como prática e suas relações. Revista Ibero-Americana de Estratégia, v. 15, n. 1, p. 06-26, 2016.

BARBOSA, M. de L. de A.; OLIVEIRA, L. M. B. de. O marketing interno como estratégia de gerenciamento dos recursos humanos em hotéis: um estudo de caso na região metropolitana do Recife. Organizações & Sociedade, v. 9, n. 24, p. 91-101, 2002.

BATISTELLA, F. D.; BONACIM, C. A. G.; MARTINS, G. de A. Contrastando as produções da Revista Contabilidade & Finanças (FEA-USP) e Revista Base (Unisinos). Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 2, n. 3, p. 84-101, 2008.

BERTERO, C. O.; VASCONCELOS, F. C. de; BINDER, M. P. Estratégia empresarial: a produção científica brasileira entre 1991 e 2002. Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 4, p. 48-62, 2003.

BIEMANS, W.; GRIFFIN, A.; MOENAERT, R. Twenty years of the Journal of Product Innovation Management: History, participants, and knowledge stock and flows. Journal of Product Innovation Management, v. 24, n. 3, p. 193-213, 2007.

BIGNETTI, L. P.; PAIVA, E. L. Ora (direis) ouvir estrelas!: estudo das citações de autores de estratégia na produção acadêmica brasileira. Revista de Administração Contemporânea, v. 6, n. 1, p. 105-125, 2002.

BORBA, M. L. de; HOELTGEBAUM, M.; SILVEIRA, A. A produção científica em empreendedorismo: análise do Academy of Management Meeting: 1954-2005. Revista de Administração Mackenzie, v. 12, n. 2, p. 169-206, 2011.

BRANDÃO, S. M.; BRUNO-FARIA, M. de F. Inovação no setor público: análise da produção científica em periódicos nacionais e internacionais da área de administração. Revista de Administração Pública, v. 47, n. 1, p. 227-248, 2013.

CALABRETTA, G.; DURISIN, B.; OGLIENGO, M. Uncovering the intellectual structure of research in business ethics: a journey through the history, the classics, and the pillars of Journal of Business Ethics. Journal of Business Ethics, v. 104, n. 4, p. 499-524, 2011.

CLEGG, S. R.; CARTER, C.; KORNBERGER, M. A "máquina estratégica": fundamentos epistemológicos e desenvolvimentos em curso. Revista de Administração de Empresas, v. 44, n. 4, p. 21-31, 2004.

CONTADOR, J. L. Metodologia para a formulação da estratégia competitiva de manufatura: um enfoque quantitativo. Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v. 8, n. 4, 2011.

CONTO, S. M. de; ANTUNES JÚNIOR, J. A. V.; VACCARO, G. L. R. A inovação como fator de vantagem competitiva: estudo de uma cooperativa produtora de suco e vinho orgânicos. Gestão & Produção, p. 1-11, 2016.

DALCOL, C. C.; SILUK, J. C. M.; NEUENFELDT JÚNIOR, Á. L.; SOLIMAN, M. Mensuração da competitividade em instituições de ensino superior privadas com base nas redes sociais digitais. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 4, Número Especial, p. 96-108, 2014.

DE LUCA, M. M. M.; CARDOSO, V. I. da C.; VASCONCELOS, A. C. de; PONTES, A. B. Análise da produção científica referente à temática de sustentabilidade em pesquisas da administração. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 15, n. 3, p. 469–500, 2014.

FAVORETO, R. L.; AMÂNCIO-VIEIRA, S. F.; SHIMADA, A. T. A produção intelectual em RBV: uma incursão bibliométrica nos principais periódicos nacionais. Revista Brasileira de Estratégia, v. 7, n. 1, p. 37-55, 2014.

FERRAZ, R. R. N.; QUONIAM, L. M.; MACCARI, E. A.; SILVEIRA, V. O. da. Análise e gestão de análise de redes de colaboração entre pesquisadores de programas de pós-graduação stricto sensu com a utilização da ferramenta computacional scriptlattes. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 4, Número Especial, p. 133-147, 2014.

FERREIRA, M. P.; PINTO, C. F.; BELFORT, A. C. O que é uma boa revisão de artigo em administração? Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 9, n. 2, p. 87-105, 2016.

FERREIRA, V. da. R. S.; NAJBERG, E.; PORTO, R. B.; SOUSA, M. de M.; BARBOSA, N. B. Pesquisa sobre estratégia no setor público brasileiro: avaliação da produção científica no período 2007 – 2011. Revista Contemporânea de Economia e Gestão, v. 13, n. 1, p. 85-104, 2015.

FIALHO, J. M. R. Análise de redes sociais: princípios, linguagem e estratégias de ação na gestão do conhecimento. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 4, Edição Especial, p. 09-26, 2014.

FRANCISCO, E. de R. RAE-eletrônica: exploração do acervo à luz da bibliometria, geoanálise e redes sociais. Revista de Administração de Empresas, v. 51, n. 3, p. 280-306, 2011.

GALLON, A. V.; NASCIMENTO, S. do; ENSSLIN, S. R.; ENSSLIN, L.; DUTRA, A. Mapeamento das ferramentas gerenciais para avaliação de desempenho disseminadas em pesquisas da área de engenharia. Revista P&D em Engenharia de Produção, v. 7, p. 53-72, 2008.

HÉKIS, H. R. Balanced Scorecard: proposta de indicadores para monitorar e avaliar projetos pedagógicos dos cursos de graduação: o caso da faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção), UFSC, Florianópolis, 2004, 221 pg.

ITO, N. C. et al. Valor e vantagem competitiva: buscando definições, relações e repercussões. Revista de Administração Contemporânea, v. 16, n. 2, p. 290-307, 2012.

KIM, A. C.; CHELLADURAI, P.; KIM, Y. K. Scholarly thrusts in the Journal of Sport Management: citation analysis. Global Sport Business Journal, v. 3, n. 1, p. 1-23, 2015.

KNEIPP, J. M.; ROSA, L. A. B. da; BICHUETI, R. S.; POZZER, R. H. P.; SCHUCH JÚNIOR, V. F. Análise bibliométrica da produção científica da Revista de Administração da UFSM: em busca de novas perspectivas e desafios. Revista de Administração da UFSM, v. 6, n. 2, p. 443-458, 2013.

MACEDO, C. V. P. de; FREITAS, A. A. F. de; GUERRA, D. de S. A scale for measuring the importance of socio-environmental approach in business schools. Revista de Administração Mackenzie, v. 14, n. 1, p. 75-97, 2013.

MACHADO-DA-SILVA, C. L.; FERNANDES, B. H. R. O Impacto da internacionalização nos esquemas interpretativos dos dirigentes do banco Bamerindus. Revista de Administração de Empresas, v. 39, n. 1, p. 14-24, 1999.

MACHADO-DA-SILVA, C. L.; VIZEU, F. Análise institucional de práticas formais de estratégia. Revista de Administração de Empresas, v. 47, n. 4, p. 89-100, 2007.

MAIA, J. L.; DI SERIO, L. C.; ALVES FILHO, A. G. Pesquisa bibliométrica em estratégia como prática: resultados exploratórios e comparação de fontes. Revista Eletrônica Sistemas & Gestão, v. 10, n. 4, p. 654-669, 2015.

MARCON, R.; BANDEIRA-DE-MELLO, R. Estratégia em organizações: a produção científica brasileira entre 2003 e 2011. Revista Alcance, v. 23, n. 2, p. 127-141, 2016.

MEGLIORINI, E.; GUERREIRO, R. A percepção dos gestores sobre quanto a fatores competitivos nas empresas produtoras de bens de capital sob encomenda: um estudo exploratório. Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v. 1, n. 2, p. 05-14, 2004.

MENDES, L.; URBINA, L. M. S. Análise sobre a produção acadêmica brasileira em comunidades de prática. Revista de Administração Contemporânea, v. 19, Edição Especial, p. 305-327, 2015.

NERUR, S. P.; RASHEED, A. A.; NATARAJAN, V. The intellectual structure of the strategic management field: an author co-citation analysis. Strategic Management Journal, v. 29, p. 319-336, 2008.

PEÇANHA, R. S.; IIZUKA, E. S. Análise da Produção Científica Brasileira Sobre Sustentabilidade Entre os Anos de 2008 a 2011. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, v. 3, n. 1, p. 01-17, 2014.

PERUSSI FILHO, S.; ESCRIVÃO FILHO, E. Processo de criação de estratégia em pequenas empresas de base tecnológica: um modelo de fases evolutivas para o setor médicoodontológico. Gestão & Produção, v. 19, n. 1, p. 173-188, 2012.

PINHEIRO, R. G.; SANTOS, I. C. dos; MAIA, C.; FERNANDES, B. Á. O. F. A produção científica sobre inovação: análise da base SciELO no período de 2005 a 2012. Estudos Tecnológicos em Engenharia, v. 10, n. 1, p. 36-48, 2014.

PORTULHAK, H. Revista de Contabilidade e Controladoria (RC&C): análise dos cinco primeiros anos de publicação (2009-2013). Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 8, n. 4, p. 403-419, 2014.

QUEIROZ, F. C. B. P.; QUEIROZ, J. V.; HÉKIS, H. R. Gestão estratégica e financeira das instituições de ensino superior: um estudo de caso. Iberoamerican Journal of Industrial Engineering, v. 3, n. 1, p. 98-117, 2011.

RAMOS-RODRÍGUEZ, A. R.; RUÍZ-NAVARRO, J. Changes in the intellectual structure of strategic management research: a bibliometric study of the strategic management journal, 1980-2000. Strategic Management Journal, v. 25, p. 981-1004, 2004.

RÉGIS, H. P.; BASTOS, A. V. B.; DIAS, S. M. R. C. Redes sociais informais: análise das redes de amizade, de informação e de confiança em incubadoras de base tecnológica no Recife. Revista Psicologia Organizações e Trabalho, v. 7, n. 1, p. 31-56, 2007. Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE. Foco e escopo. Disponível em: http://www.revistaiberoamericana.org/ojs/index.php/ibero/about/editorialPolicies#focusAnd Scope. Acesso em: 29 ago.2016.

RIBEIRO, H. C. M.; CIRANI, C. B. S.; FREITAS, E. J. da S. M. de. Análise da produção cientifica da Revista de Administração e Inovação. Revista de Administração e Inovação, v. 10, n. 4, p. 208228, 2013.

RIBEIRO, H. C. M.; COSTA, B. K.; FERREIRA, M. A. S. P. V. Produção acadêmica dos temas estratégia e governança corporativa. Revista de Administração FACES, v. 13, n. 3, p. 27-46, 2014.

RIBEIRO, H. C. M.; COSTA, B. K.; FERREIRA, M. A. S. P. V.; SERRA, B. P. de C. Produção científica sobre os temas governança corporativa e stakeholders em periódicos internacionais. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 17, n. 1, p. 95-114, 2014.

RIBEIRO, H. C. M. et al. 35 anos de publicações acadêmicas da revista de administração da USP. Revista Ambiente Contábil, v. 8, n. 1, p. 294-322, 2016.

RIBEIRO, H. C. M. Particularidades da produção acadêmica publicada na Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos no período de 2004 a 2014. Revista Contabilidade Vista e Revista, v. 26, n. 3, p. 80-105, 2015.

RIBEIRO, H. C. M. Teoria dos stakeholders: um estudo bibliométrico de sua produção acadêmica divulgada nos periódicos nacionais de 1999 a 2013. Revista Contemporânea de Economia e Gestão, v. 14, n. 1, p. 163-192, 2016.

RIBEIRO, I.; SERRA, F. A. R.; FERREIRA, M. P.; SERRA, B. P. de C. Relações teóricas e conceituais em tomada de decisão estratégica. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 9, n. 2, p. 57-84, 2016.

ROBERTSON, C. J. An analysis of 10 years of business ethics research in Strategic Management Journal: 1996-2005. Journal of Business Ethics, v. 80, p. 745-753, 2008.

ROCZANSKI, C. R. M.; TOSTA, K. C. B. T.; ALMEIDA, M. I. R. de; PEREIRA, M. F.; MELO, P. A. de. O Estado da arte em estratégia na Revista de Administração Contemporânea: um estudo bibliométrico. Revista Economia & Gestão, v. 10, n. 24, p. 28-47, 2010.

RODRIGUES FILHO, J. Um estudo da produção acadêmica em administração estratégica no brasil na terminologia de Habermas. RAE eletrônica, v. 3, n. 2, p. 1-16, 2004.

ROSSONI, L.; GUARIDO FILHO, E. R. Cooperação interinstitucional no campo da pesquisa em estratégia. Revista de Administração de Empresas, v. 47, n. 4, p. 74-88, 2007.

SANTOS, R. N. M. dos; KOBASHI, N. Y. Bibliometria, cientometria, infometria: conceitos e aplicações. Ciência da Informação, v. 2, n. 1, p. 155-172, 2009.

SARAIVA, E. V.; CARRIERI, A. de P. Citações e não citações na produção acadêmica de estratégia no Brasil: uma reflexão crítica. Revista de Administração da USP, v. 44, n. 2, p. 158166, 2009.

SCHNEIDER, A. B.; CARNEIRO, M. L.; SERRA, F. A. R.; FERREIRA, M. P. Estratégia competitiva: Michael Porter 30 anos depois. Revista de Administração da UFSM, v. 2, n. 2, p. 298-326, 2009.

SHILBURY, D. A bibliometric analysis of four sport management journals. Sport Management Review, v. 14, p. 434–452, 2011.

SILVA, A. K. A. da. A dinâmica das redes sociais e as redes de coautoria. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 4, Número Especial, p. 27-47, 2014.

SILVA, V. A. da; CRESPAM, C. C.; SCHERER, F. L. Performance exportadora: uma análise da produção científica brasileira. Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, v. 8, n. 2, p. 2239, 2013.

SILVEIRA, A.; ROPELATO, M.; VIEIRA, S. S.; NASCIMENTO, S. do. Empreendedorismo: produção científica na base Scielo 2004-2008. Revista de Administração da FACES, v. 9, n. 3, p. 13-32, 2010.

SINAY, M. C. F. de; DALBEM, M. C.; I. A.; VIEIRA, J. de M. Ensino e pesquisa em gestão ambiental nos programas brasileiros de pós-graduação em administração. Revista de Administração Mackenzie, v. 14, n. 3, p. 55-82, 2013.

SOARES, M. de N. M.; LESSA, B. S.; CABRAL, A. C. A.; PESSOA, M. N. M.; SANTOS, S. M. A participação feminina nos estudos sobre estratégia. Revista Raunp, v. 7, n. 1, p. 25-37, 2015.

TONELLI, M. J. RAE: desafios para o futuro. Revista de Administração de Empresas, v. 56, n. 2, 2016.

TORRES, L. F. P.; SILVA, F. C. L. da. A inovação nas empresas de Caruaru-PE. International Journal of Innovation, v. 2, n. 2, p. 142-159, 2014.

TRIERWEILLER, A. C.; CAMPOS, L. M. de S.; CARVALHO, D. N. de; SANTOS, T. H. S. dos; BORNIA, A. C.; PEIXE, B. C. S. Gestão ambiental: levantamento da produção científica brasileira em periódicos de Engenharia de Produção. Produção, v. 24, n. 2, p. 435-450, 2013.

VASCONCELOS, F. C. de. Estratégia empresarial. Revista de Administração de Empresas, v. 42, n. 2, p. 120-120, 2002.

WALTER, S. A.; BACH, T. M.; BARBOSA, F. Estratégia como prática: análise longitudinal por meio de bibliometria e sociometria. Revista Brasileira de Estratégia, v. 5, n. 3, p. 307-323, 2012.

WALTER, S. A.; BACH, T. M. Inserção de pesquisadores entrantes na área de estratégia: análise das relações de autoria e temas estudados no período de 1997-2010. Revista Eletrônica de Administração, v. 74, n. 1, p. 165-191, 2013.

WALTER, S. A.; BACH, T. M. LANZA, B. B. B.; SATO, K. H. Publicação científica na área de estratégia do Enanpad e do 3Es: de 1997 a 2010. Revista Ibero-Americana de Estratégia, v. 12, n. 2, p. 69-104, 2013.

WATANABE, E. A.; GOMES, A. O.; HOFFMANN, V. E. Cooperação entre grupos de pesquisa em estratégia no Brasil. Revista Ibero-Americana de Estratégia, v. 12, n. 1, p. 84-106, 2013.