Comércio Eletrônico: Motivações e Hábitos de Consumo Outros Idiomas

ID:
49585
Resumo:
A proposta deste estudo foi descrever e analisar como alunos de graduação em administração percebem o comércio eletrônico, em relação aos aspectos que influenciam e restringem tal consumo. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado por meio de entrevistas semiestruturadas com dez alunos do curso de graduação em administração de uma faculdade particular de Belo Horizonte (MG) que utilizam o comércio eletrônico. A partir da análise dos dados foi possível identificar que no que tange os fatores determinantes da escolha pela compra por meio da internet, observou-se que a compra pela internet representa comodidade e facilidade de encontrar os produtos. O principal fator que inibe as pessoas de realizarem compras utilizando o CE é a possibilidade dos dados bancários serem clonados. Para os entrevistados, as pessoas que utilizam o CE são pessoas jovens com um maior nível de conhecimento, escolaridade e que possuem pouco tempo disponível para realizar compras, para eles ainda há um préconceito da parte das pessoas mais em faixas etárias mais avançadas quanto ao consumo por meio eletrônico.
Citação ABNT:
SOARES, M. C. G.; SOUSA, C. V. Comércio Eletrônico: Motivações e Hábitos de Consumo . Reunir: Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, v. 8, n. 1, p. 19-35, 2018.
Citação APA:
Soares, M. C. G., & Sousa, C. V. (2018). Comércio Eletrônico: Motivações e Hábitos de Consumo . Reunir: Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, 8(1), 19-35.
DOI:
https://doi.org/10.18696/reunir.v8i1.460
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/49585/comercio-eletronico--motivacoes-e-habitos-de-consumo-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ABYAD, A. Consumer Trust in E-Commerce. Middle East journal of business, v. 6, n. 3, 2011.

AHMAD, A.; RAHMAN, O.; KHAN, M. N. Exploring the role of website quality and hedonism in the formation of e-satisfaction and e-loyalty: Evidence from internet users in India. Journal of Research in Interactive Marketing, v. 11, n. 3, p. 246-267, 2017.

AHUJA, M.; GUPTA, B.; RAMAN, P. An empirical investigation of online consumer purchasing behavior. Communications of the ACM, v. 46, n. 12, p. 145-151, 2003.

ALBERTIN, A. L. Comércio Eletrônico: modelos, aspectos e contribuições para sua aplicação. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

ALBERTIN, A. L. Evolução do comércio eletrônico no mercado brasileiro. In: ENCONTRO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓSGRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO. 4., 2000, Florianópolis. Anais... Santa Catarina: ANPAD, 2000.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Edição Revista e Atualizada. Lisboa: Edições 70, 2009.

BARRIENTOS FELIPA, Pedro. Marketing + internet = e-commerce: oportunidades y desafíos. Finanz. Polit. Econ., v. 9, n. 1, p. 41-56, 2017 .

BILGIHAN, A.; KANDAMPULLY, J.; ZHANG, T. Towards a unified customer experience in online shopping environments: Antecedents and outcomes. International Journal of Quality and Service Sciences, v. 8, n. 1, p. 102-119, 2016.

CAETANO, J. C. O.; MUYLDER, C. F. Inovação em cooperativas de artesanato: o uso do comércio eletrônico. In: SIMPÓSIO DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO, LOGÍSTICA E OPERAÇÕES INTERNACIONAIS, 13., 2010, São Paulo. Anais... São Paulo: FGV-FAESP, 2010.

CASTELLS, M. A Galáxia da Internet. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. A era da informação: economia, sociedade e cultura. 2. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CASTRO NETO, J. L. et al. Comércio Eletrônico: análise dos fatores críticos. Revista de Negócios, n. 9, mar. 2010.

COSTA, S. C. B; RUIZEBIT. 2017. Comércio Eletrônico. Revista Eletrônica Novo Enfoque, v. 13, n. 13, p. 150-157, 2011.

CRISTIANO, A. Aspectos que interferem no crescimento do comércio eletrônico: aplicação empresa-a-consumidor businness to customer – B2C), Caderno de Administração, v. 13, n. 2, p. 46-60, Jul./Dez. 2005.

FELIPINI, D. Oportunidades de Negócios na Internet: como encontrar e avaliar um nicho de mercado. São Paulo: Lebooks, 2011.

GERALDO, G. C.; MAINARDES, E. W. Estudo sobre os fatores que afetam a intenção de compras online. REGE-Revista de Gestão, v. 24, n. 2, p. 181-194, 2017.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

GODOY, A. S. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresa - RAE, v. 35, n. 2, p. 57-63, 1995.

GODOY, J. R.; BRIDA, G. V. P. O comportamento de consumo virtual como expressão da subjetividade na contemporaneidade. 2008. Acesso em: 22 fev. 2008.

INOCENCIO, F DE C.; MARQUES, E. V. Os Melhoes e os Piores: o boca a boca em sites de varejo eletrônico. Revista de Administração de Empresas - RAE, São Paulo, v. 56, n. 5, p. 518-532, 2016.

LACERDA, T. S. Teoria da ação e o comportamento passado. 2007. 131 p. Dissertação (Mestrado em Administração) - Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Administração, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2007.

LI, H. et al. Are all signals equal?Investigating the differential effects of online signals on the sales performance of e-marketplace sellers. Information Technology & People, v. 28, n. 3, p. 699-723, 2015.

LIMEIRA, T. M. V. E-Marketing: o Marketing na Internet com casos Brasileiros. São Paulo: Saraiva, 2007.

LIM, W. M. Antecedents and consequences of e-shopping: an integrated model. Internet Research, v. 25, n. 2, p. 184-217, 2015.

McKNIGHT, D. H.; CHERVANy, N. L. What trust means in e-commerce customer relationships: An interdisciplinary conceptual typology. International Journal of Electronic Commerce, v. 6, n. 2, p. 35-59, 2002.

MEDEIROS JÚNIOR, A. et al. A Influência do Comércio Eletrônico na Percepção de Oportunidades de Negócio na Visão dos Empreendedores In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 36., 2012, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2011.

MEDINA, A. G. Trabajo, género y redes sociales: experiencias Laborales de administradoras de bazares de ropa en Facebook. Revista Colombiana de Sociologia, v. 40, n. 2, p. 129-146, 2017.

MORAES et al. Curtir Mais, Pagar Menos – Adoção às Compras Coletivas pelo Consumidor. Revista Gestão & Tecnologia, v. 14, n. 2, p. 79-100, 2014.

Nd. E-commerce cresceu 7,5% no primeiro semestre e faturou R$ 21 bi, diz webshoppers.

PARKER, C. J.; WANG, H. Examining hedonic and utilitarian motivations for m-commerce fashion retail app engagement. Journal of Fashion Marketing and Management: An International Journal, v. 20, n. 4, p. 487-506, 2016.

PINHO, J. B. Publicidade e vendas na internet: técnicas e estratégias. São Paulo: Summus, 2000.

SANCHEZ-ALZATE, J. A.; MONTOYA-RESTREPO, L. A. La confianza como elemento fundamental en las compras a través de canales de comercio electrónico: caso de los consumidores en Antioquia (Colombia). Innovar, v. 27, n. 64, p. 11-22, 2017 .

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VISSOTTO, E. M.; BONIATI, B. B. Comércio Eletrônico. Universidade Federal de Santa Maria, Colégio Agrícola de Frederico Westphalen, 2013, 53 p.

XIMENES DE ALMEIDA, C. et al. Resolveram meu problema, porém não compro mais! Por que os consumidores não desejam voltar a fazer negócios em lojas on-line? Innovar, v. 27, n. 65, p. 57-68, 2017