Entre a Bebida e a Atividade de Doméstica: Um Estudo sobre a Relação entre o Uso de Drogas e o Trabalho Outros Idiomas

ID:
49865
Periódico:
Resumo:
Este artigo tem como objetivo apresentar a história de Rita: ex-empregada doméstica, ex-alcoólatra. Essa atividade de trabalho foi a desempenhada por ela na maior parte de sua trajetória profissional, atividade na qual foi intensificada sua questão com o alcoolismo. Nosso intuito, com a apresentação desta história, é refletir sobre o fenômeno da toxicomania em sua relação com o trabalho, que constatamos serem dimensões diretamente interligadas. Também observamos que ambas apresentam a dialética prazer-sofrimento, que atravessa as vivências com o trabalho e com as drogas, no caso de Rita, o álcool. Além dessas constatações, destaca-se o uso do método de história de vida. Essa via nos permitiu o aprofundamento necessário para a compreensão da problemática apresentada e, por fim, para o entendimento das inúmeras possibilidades de relações que os indivíduos podem ter, não apenas com as organizações de trabalho, mas com as organizações sociais em geral (o que inclui a família e demais grupos sociais), organizações estas que o cercam, habilitando ou interditando suas transformações enquanto sujeitos.
Citação ABNT:
LOPES, F. T.; PAULA, A. P. P. Entre a Bebida e a Atividade de Doméstica: Um Estudo sobre a Relação entre o Uso de Drogas e o Trabalho . Gestão & Conexões, v. 6, n. 1, p. 15-39, 2017.
Citação APA:
Lopes, F. T., & Paula, A. P. P. (2017). Entre a Bebida e a Atividade de Doméstica: Um Estudo sobre a Relação entre o Uso de Drogas e o Trabalho . Gestão & Conexões, 6(1), 15-39.
DOI:
10.13071/regec.2317-5087.2017.6.1.12148.15-39
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/49865/entre-a-bebida-e-a-atividade-de-domestica--um-estudo-sobre-a-relacao-entre-o-uso-de-drogas-e-o-trabalho-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
CARNEIRO, H. S. As drogas e a história da humanidade. Psicologia Ciência e Profissão. Diálogos, v. 6, n. 6, 2009.

DEJOURS, C. A metodologia em psicopatologia do trabalho (1987). In: LANCMAN, S.; SZNELWAR, L. I. (Orgs.). Christophe Dejours: da psicopatologia à psicodinâmica do trabalho. Rio de Janeiro/Brasília: Editora Fiocruz/Paralelo 15. 2008.

DEJOURS, C. Addendum Da psicopatologia à psicodinâmica do trabalho (1993). In: LANCMAN, S.; SZNELWAR, L. I. (Orgs). Christophe Dejours: da psicopatologia à psicodinâmica do trabalho. Rio de Janeiro/Brasília: Editora Fiocruz/Paralelo 15. 2008.

DEJOURS, C. Uma nova visão do sofrimento humano nas organizações. In: CHANLAT, J. (Coord.). O indivíduo na organização: dimensões esquecidas. São Paulo: Atlas, 1996.

DEJOURS, C.; MOLINIER, P. O trabalho como enigma (1994). In: LANCMAN, S.; SZNELWAR, L. I. (Orgs.). Christophe Dejours: da psicopatologia à psicodinâmica do trabalho. Rio de Janeiro/Brasília: Editora Fiocruz/Paralelo 15.2008.

FERRAROTTI, F. Histoire et histoires de vie. Paris: Méridiens Klincksieck, 1990.

FREUD, S. Leonardo da Vinci e uma lembrança de sua infância. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, v. XVI. Rio de Janeiro: Editora Imago, 2006.

FREUD, S. O mal-estar na civilização. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, v. XXI. Rio de Janeiro: Editora Imago, 2006.

FREUD, S. Sobre o narcisismo: uma introdução. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, v. XIV. Rio de Janeiro: Editora Imago, 2006.

GONZÁLEZ REY, F. Pesquisa qualitativa e subjetividade: os processos de construção da informação. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.

KARAM, H. O Sujeito entre a alcoolização e a cidadania: perspectiva clínica do trabalho. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, v. 25, n. 3, p. 468-474, 2003.

LAPLANCHE, J. Vocabulário da psicanálise / Laplanche e Pontalis. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

MENDES, A. A.; ARAÚJO, L. K. R. Clínica psicodinâmica do trabalho: práticas brasileiras. Brasília: Ex Libris, 2011.

MENDES, A. M. Aspectos psicodinâmicos da relação homem-trabalho: As contribuições de C. Dejours. Revista Ciência e Profissão, v. 15, n. 1-3, p. 34-38, 1995.

MOLINIER, P. Les enjeux psychiques du travail. Paris : Éditions Payot & Rivages, 2008.

MOLIVI, P. R. S. Álcool e Drogas no Trabalho. . Acesso em: 09 abr.2011.

OLIVEIRA, M. B. Leitura analítico-comportamental da proposta de intervenção terapêutica em entrevista motivacional para dependência química. 2007. 107 f. Monografia (Especialização em Terapia Comportamental) - Programa de Pós-Graduação em Terapia Comportamental, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2007.

BARROS, V.; LOPES, F. T. Considerações sobre a pesquisa em história de vida. In: SOUZA, E. M. de (Org.). Metodologias e analíticas qualitativas em pesquisa organizacional: uma abordagem teórico-conceitual. Vitória: Edufes. 2014. p. 41-63.