Desempenho e Conexão Política no Brasil: Uma Análise a Partir das Eleições de 2014 Outros Idiomas

ID:
50035
Resumo:
O presente estudo tem como objetivo geral analisar, comparativamente, o desempenho das empresas brasileiras de capital aberto listadas na BM&FBovespa que fizeram doação de campanha em favor das duas candidaturas que viriam a disputar o segundo turno nas eleições presidenciais de 2014 e o das demais empresas dos mesmos setores econômicos. Ressalta-se que a análise do desempenho foi realizada entre 2013 a 2015, uma vez que se busca verificar o comportamento do desempenho ex ante, durante e ex post a realização da doação de campanha eleitoral. A hipótese do estudo consiste na afirmação de que empresas com conexão política apresentam maiores níveis de desempenho empresarial, sendo tal hipótese fundamentada na teoria da dependência de recursos e na teoria da estratégia política corporativa. A amostra do estudo reúne 306 empresas, distribuídas em cinco setores econômicos, definida a partir dos setores empresariais envolvidos em doações para as campanhas dos presidenciáveis do segundo turno das eleições de 2014. A partir dos secundários coletados nos websites da BM&FBovespa e do Tribunal Superior Eleitoral, realizou-se uma análise descritiva dos dados e aplicou-se o teste não paramétrico de comparação de médias Wilcoxon-Mann-Whitney, além da análise de correlação. De modo geral, os resultados da pesquisa indicam que o desempenho das empresas da amostra que fazem conexão política não difere do desempenho das demais. Dentre os achados, destaca-se, ainda, que o tamanho da empresa e o seu nível de governança corporativa estão correlacionados com a conexão política.
Citação ABNT:
CRUZ, P. Y. G.; PARENTE, P. H. N. Desempenho e Conexão Política no Brasil: Uma Análise a Partir das Eleições de 2014 . NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, v. 8, n. 3, p. 8-22, 2018.
Citação APA:
Cruz, P. Y. G., & Parente, P. H. N. (2018). Desempenho e Conexão Política no Brasil: Uma Análise a Partir das Eleições de 2014 . NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, 8(3), 8-22.
DOI:
http://dx.doi.org/10.22279/navus.2018. v8n3.p08-22.662
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/50035/desempenho-e-conexao-politica-no-brasil--uma-analise-a-partir-das-eleicoes-de-2014---/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALDRICH, H. E.; PFEFFER, J. Environments of organizations. Annual Review of Sociology, v. 2, p. 79-105, 1976.

ANG, J.; DING, D. Government ownership and the performance of government-linked companies: The case of Singapore. Journal of Multinational Financial Management, v. 16, n. 1, p. 64-88, 2006.

BAZERMAN, M. H.; SCHOORMAN, F. D. A limited rationality model of interlocking directorates. Academy of Management Review, v. 8, n. 2, p. 206-217, 1983.

BOAS, T. C.; HIDALGO, F. D.; RICHARDSON, N. P. The spoils of victory: campaign donations and government contracts in Brazil. The Journal of Politics, v. 76, n. 2, p.415-429, 2014.

BOYD, B. Corporate linkages and organizational environment: a test of the resource dependence model. Strategic Management Journal, v. 11, n. 6, p. 419-430, 1990.

BRASIL. Ministério Público Federal. Caso Lava Jato: entenda o caso. 2014. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2015.

BREY, N. K. Conexões políticas em estruturas de propriedade: o governo como acionista. 2011. 116 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Curso de Administração, Universidade do Vale do Itajaí, Biguaçu.

BREY, N.K. et al. A estrutura de propriedade das corporações: conexões políticas sob a perspectiva da dependência de recursos. Revista Ibero-americana de Estratégia – RIAE, São Paulo, v. 10, n. 3, p. 126-146, set./dez., 2011.

BREY, N.K. et al. Conexões políticas em estruturas de propriedade: o governo como acionista. Revista de Administração, Contabilidade e Economia – RACE, v. 11, n. 2, p. 319-350, jul./dez., 2012.

CABRAL, A. C. A. et al. Governança corporativa e desempenho econômico: uma análise dos indicadores de desempenho entre os três níveis do mercado diferenciado da BM&FBovespa. Revista de Gestão – REGE, São Paulo, v. 22, n. 2, p. 187-204, abr./jun., 2015.

CAMILO, S. P. O. Conexões políticas e desempenho das empresas listadas na BM&FBovespa: análise sob a ótica da governança e da dependência de recursos. 2011. 224 f. Tese (Doutorado em Administração e Turismo) – Curso de Administração e Turismo, Universidade do Vale do Itajaí, Biguaçu.

CAMILO, S. P. O.; MARCON, R.; BANDEIRA-DE-MELLO, R. Conexões políticas das firmas e seus efeitos na performance: uma convergência entre as perspectivas da governança e da dependência de recurso – um ensaio teórico. Revista Alcance, v. 19, n. 2, p. 241-258, abr./jun., 2012b.

CAMILO, S. P. O.; MARCON, R.; BANDEIRA-DE-MELLO, R. Conexões políticas e desempenho: um estudo das firmas listadas na BM&FBovespa. Revista de Administração Contemporânea – RAC, v. 16, n. 6, p. 784-805, nov./dez., 2012a.

CLAESSENS, S.; FEIJEN, E.; LAEVEN, L. Political connections and preferential access to finance: the role of campaign contributions. Journal of Financial Economics, v. 88, n. 3, p. 554-580, 2008.

FACCIO, M. Politically connected firms. The American Economic Review, v. 96, n. 1, p. 369-386, 2006.

FAN, J. P. H.; WONG, T. J.; ZHANG, W. T. Politically connected CEOs, corporate governance, and Post-IPO performance of China’s newly partially privatized firms. Journal of Financial Economics, v. 84, n. 2, p. 330-357, 2007.

FISMAN, R. Estimating the value of political connections. The American Economic Review, v. 4, n. 91, p. 1095-1102, 2001.

GONÇALVES, R. Avaliação do desempenho de empresas do setor de incorporação imobiliária. 2010. 87 f. Dissertação (Mestrado em Controladoria Empresarial) – Curso de Ciências Contábeis, Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.

HILLMAN, A. J.; HITT, M. A. Corporate political strategy formulation: A model of approach, participation, and strategy decisions. The Academy of Management Review, v. 24, n. 4, p. 825-842, 1999.

JENSEN, M. C.; MECKLING, W. H. Theory of the firm: managerial behavior, agency costs, and ownership structure. Journal of Financial Economics, v. 3, n. 4, p. 305-360, 1976.

MACEDO, J. M. A.; MACHADO, M. A. V. Conexões políticas e desempenho: uma análise a partir das estruturas de propriedade dos bancos listados na BM&FBovespa. In: CONGRESSO USP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 15., 2015, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 2015. p.1-16.

MOHAMED, S.; HASSAN, T.; NASIR, A.; CHEN, C. M. Caracteristics and performance of politically-linked firms in Malaysia. International Journal of Finance, v. 19, n. 4, p. 4576-4603, 2007.

PEARCE II, J. A. The relationship of internal versus external orientations to financial measure. Strategic Management Journal, v. 4, n. 4, p. 297-306, 1983.

PEREIRA, J. R. Relações entre doações de campanha, denúncias de corrupção e variação de preço nas licitações de obras públicas. 2014. 50 f. Dissertação (Mestrado em Economia) – Curso de Economia, Universidade de Brasília, Brasília.

PFEFFER, J. Size and composition of corporate boards of directors: the organization and its environments. Administrative Science Quarterly, v. 17, p. 218-229, 1972.

PFEFFER, J.; SALANCIK, G. R. The External Control of Organizations: A Resource Dependence Perspective. Stanford: Stanford University Press, 2003.

PINHEIRO, B. G. et al. Conexões políticas nas maiores companhias listadas na BM&FBovespa. In: SEMEAD – SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO, 18., 2015, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 2015.

SAMUELS, D. J. Does money matter? Credible commitments and campaign finance in new democracies theory and evidence from Brazil. Comparative Politics, v. 34, p.23-42, 2001.

SHLEIFER, A.; VISHNY, R. A survey of corporate governance. The Journal of Finance, v. 52, n. 2, p. 737-783, 1997.

SNYDER, J. Campaign contributions as investments: the U. S. house of representatives, Journal of Political Economy, 98, p. 1195-1227, 1990.

TRIOLA, M. F. Introdução à estatística. 9. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2005. 656 p.

WU, W.; WU, C.; RUI, O. M. Ownership and the value of political connections: evidence from China. European Financial Management, v. 18, n. 4, p. 695729, 2012.

ZAHRA, S. A.; PEARCE II, J. A. Boards of directors and corporate financial performance: a review and integrative model. Journal of Management, v. 15, n. 2, p. 291-394, 1989