Ser ou Não Ser Gay-Friendly: O Caso da Beauty Factor Outros Idiomas

ID:
50261
Resumo:
O presente caso de ensino objetiva oportunizar aos alunos a vivência de situações pertinentes ao contexto mercadológico a partir da análise da Beauty Factor, uma empresa de cosméticos que produz e comercializa produtos de beleza. A empresa, que figura entre as líderes de mercado no Brasil, respeita a diversidade e a dignidade humana e busca atingir diferentes segmentos por meio de novos investimentos em publicidade e propaganda. Para tal, a equipe de marketing, sob a supervisão de Maria Fernanda Coutinho, contratou uma consultora empresarial, Cristina Albuquerque, para o desenvolvimento de estratégias de mercado com foco nos consumidores homossexuais. Frente a esse objetivo, a consultora e a empresa deparam-se com um dilema: qual a melhor forma de anunciar o produto para o segmento homossexual sem desconsiderar os interesses dos segmentos atendidos pela empresa até o momento? Como instrumento de ensino, o caso foi desenvolvido para uso em cursos de graduação e pós-graduação em Administração de Empresas, Marketing e Publicidade e Propaganda. O debate inclui temas como estratégia de marketing, segmentação de mercado e publicidade e propaganda a serem abordados nas disciplinas de Administração Mercadológica, Gestão de Marketing, Estratégias de Comunicação em Marketing e Segmentação de Mercado.
Citação ABNT:
HOFFMANN, E. M.; SOUZA, M. J. B.; KIELING, A. P. Ser ou Não Ser Gay-Friendly: O Caso da Beauty Factor. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 19, n. 2, p. 381-412, 2018.
Citação APA:
Hoffmann, E. M., Souza, M. J. B., & Kieling, A. P. (2018). Ser ou Não Ser Gay-Friendly: O Caso da Beauty Factor. Administração: Ensino e Pesquisa, 19(2), 381-412.
DOI:
10.13058/raep.2018.v19n2.793
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/50261/ser-ou-nao-ser-gay-friendly--o-caso-da-beauty-factor/i/pt-br
Tipo de documento:
Caso de Ensino
Idioma:
Português
Referências:
BAGGIO, A.T. A temática homossexual na publicidade de massa para público gay e não-gay: conflito entre representação e estereótipo. In: 32º CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, Curitiba, 2009. Anais... Curitiba: Intercom, 2009.

BAGNALL, A. Does this ad make me look gay? New York: Adage, 2011.

BHAT, S.; LEIGH, T.W.; WARDLOW, D. L. The Effect of Consumer Prejudices on Ad Processing: Heterossexual Consumers’ Responses to Homossexual Imagery in Ads. Journal of Advertising, v. 27, n. 4, p. 09-28, 1998.

BLACKWELL, R. D.; MINIARD, P. W.; ENGEL, J.F. Comportamento do Consumidor. São Paulo: Thomson Learning, 2005.

BURNETT, J. J. Gays: Feelings about Advertising and Media Used. Journal of Advertising Research, v. 40, n. 1/2, p. 75-84, 2000.

CHURCHILL, G. A.; PETER, J. P. Marketing: criando valor para os clientes. 3. ed. São Paulo, SP: Saraiva, 2012.

CLOSE UP. Campanha Não Julgue, Beije. Youtube. 04 fev. 2018. . Acesso em: 04 fev. 2018.

DATAFOLHA. Ideias afinadas com esquerda voltam a empatar com pensamento de direita. 2017. Acesso em: 10 jan. 2017.

DOEBLER, S. Relationships between Religion and Two Forms of Homonegativity in Europe - A Multilevel Analysis of Effects of Believing, Belonging and Religious Practice. PlosOne, v. 10, n. 8, p. e0133538, 2015.

EXAME. Como aproveitar o potencial de consumo dos gays. 2014. . Acesso em: 28 abr. 2014.

EXTRA. Close Up publica foto de beijo gay e divide opiniões na web. 2015. . Acesso em: 28 abr. 2015.

G1. Brasil é o país que mais mata travesties no mundo, diz pesquisa, 2017. . Acesso em: 28 abr. 2017.

G1. Comercial de O Boticário com casais gays gera polêmica e chega ao Conar, 2015. . Acesso em: 28 abr. 2015.

G1. Conar absolve Boticário por propaganda com casais gays, 2015. . Acesso em: 28 abr. 2015.

G1. Propaganda de O Boticário com casais gays vence prêmio publicitário, 2015. Acesso em: 28 abr. 2015.

GAY PRESS REPORT. 2014 Gay Press Report. Rivendall Media Co. Inc. Acesso em:15 jan. 2014.

GGB. 2017. Brasil é o país que mais mata LGBTI: A comunidade pede paz! Salvador, 2017. . Acesso em: 05 jan. 2017.

GGB. Relatório 2015 - Assassinatos de LGBT no Brasil. Salvador, 2015. http://pt.calameo.com/read/0046502188e8a65b8c3e2. Acesso em: 28 abr. 2015.

GOL. Campanha Dia das Mães - Gilberto e Rodrigo. Youtube. 2015. . Acesso em: 04 fev. 2015.

IBGE. Censo Demográfico Brasileiro. 2010. . Acesso em: 28 abr. 2010.

KIELING, A. P.; HOFFMANN, E. M.; BOEING, R. Abocanhando o Mercado: O Caso da Rock Hamburgueria. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 18, n. 1, p. 153-186, 2017.

KONDO, E. K. et al. Marketing de Relacionamento e Estratégias de Fidelização de Clientes Pessoas Físicas. Revista ANGRAD, v. 10, n. 3. 2009.

KOTLER, P.; KELLER, K. L. Administração de marketing. 14 ed. São Paulo, SP: Pearson Education do Brasil, 2012.

KOTLER, P.; KELLER, K. L. Administração de marketing. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006.

MEIO E MENSAGEM. Personagem gay ainda choca: Estudo da J.W. Thompson indica que população não está preparada para aceitar casais homossexuais na publicidade. Revista Meio e Mensagem, set. São Paulo. 2014. . Acesso em: 24 abr. 2014.

MOWEN, J. C.; MINOR, M. S. Comportamento do consumidor. São Paulo: Prentice Hall, 2003.

O BOTICÁRIO. Campanha Dia dos Namorados 2015. Youtube. . Acesso em: 17 jan. 2015.

OAKENFULL, G. K.; GREENLEE, T. B. Queer eye for a gay guy: Using market-specific symbols in advertising to attract gay consumers without alienating the mainstream. Psychology & Marketing, v. 22, n. 5, p. 421-439, 2005.

OAKENFULL, G.; McCARTHY, M. S.; GREENLEE, T. B. Targeting a minority without Alienating the Majority: Advertising to Gays and Lesbians in Mainstream Media. Journal of Advertising Research, p. 191-198, 2008.

OGDEN, J. R.; CRESCITELLI, E. Comunicação integrada de marketing: conceitos, técnicas e práticas. 2. ed. São Paulo: Prentice Hall do Brasil, 2007.

OLIVEIRA, J. A. A publicidade rende-se à diversidade sexual: um estudo de recepção sobre a campanha ‘Casais’ do perfume Egeo de O Boticário. In: 38º CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, Rio de Janeiro, 2015. Anais... Rio de Janeiro: Intercom, 2015.

PEÑALOZA, L. “We’re here, we’re queer, and we’re going shopping”: A critical perspective on the accommodation of gays and lesbians in the U.S. marketplace. In: Wardlow, D. L. (Ed.). Gays, lesbians, and consumer behavior: Theory, practice, and research issues in marketing. New York: Haworth Press. 1996. p. 9-42.

RODRIGUES, J. L. P.; VICTORIO FILHO, A. Os anúncios na imprensa gay do Brasil. In: IV ENCONTRO DE ESTUDOS MULTIDISCIPLINARES EM CULTURA, Salvador, 2008. Anais... Salvador: Enecult, 2008.

SOUSA, I. Mercado é cego para potencial de consumo do público LGBT. Revista Exame, São Paulo, v. 1021, 2012.

UM, N. Does gay-themed advertising haunt your brand? International Journal of Advertising. v. 33, n. 4, p. 811-832, 2014.