A lei 12.723/2012 e o comércio de fronteira: estudo de caso no extremo Sul do Brasil Outros Idiomas

ID:
50437
Periódico:
Resumo:
A Lei 12.723/2012, conhecida como a Lei dos Free Shops, trouxe em seu escopo uma situação nova para vinte e seis cidades brasileiras caracterizadas como cidades gêmeas: a abertura de lojas. No campo teórico da economia de Duty Free Shopping, o objetivo do presente estudo foi identificar as expectativas dos líderes lojistas sobre a Lei em duas cidades, ambas situadas no extremo sul do Brasil, no estado do Rio Grande do Sul: Chuí e Jaguarão. Em uma pesquisa qualitativa, por meio de um questionário semiestruturado, foram entrevistados os líderes do comércio de cada um dos dois municípios. Ficou evidenciado que são esperados impactos positivos sobre a sociedade, que a futura abertura das lojas Duty Free do lado brasileiro deverá trazer aumento de emprego e renda, abertura de novos empreendimentos, igualdade de condições entre as cidades gêmeas, mas que seguem existindo dificuldades nos municípios envolvidos e faltam instruções normativas por parte da Receita Federal do Brasil. As limitações do estudo ocorreram especialmente pela falta de uma abordagem sobre a influência da flutuação da moeda no comércio de fronteira. O estudo agregou conhecimento teórico sobre a futura abertura dos free shops, um tema ainda pouco explorado academicamente.
Citação ABNT:
SOARES, I. T. D.; SCHERER, F. L.; MADRUGA, L. R. R. G. A lei 12.723/2012 e o comércio de fronteira: estudo de caso no extremo Sul do Brasil. Sinergia, v. 20, n. 2, p. 9-22, 2016.
Citação APA:
Soares, I. T. D., Scherer, F. L., & Madruga, L. R. R. G. (2016). A lei 12.723/2012 e o comércio de fronteira: estudo de caso no extremo Sul do Brasil. Sinergia, 20(2), 9-22.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/50437/a-lei-12-723-2012-e-o-comercio-de-fronteira--estudo-de-caso-no-extremo-sul-do-brasil/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português