Educação a distância como estratégia educacional e organizacional: o caso de uma escola de administração de uma universidade pública brasileira Outros Idiomas

ID:
50524
Periódico:
Resumo:
O presente ensaio teórico-empírico tem por objetivo apresentar o caso de uma Escola de Administração que mantém cursos na modalidade de educação a distância (EAD) em uma grande universidade pública brasileira, relatando sua experiência, mais precisamente entre os anos de 2003 e 2009. As atividades de EAD na instituição foram desenvolvidas por um Núcleo de Aprendizagem Virtual (ou NAVI) que, por sua vez, desenvolveu uma plataforma de aprendizagem para cursos de extensão, graduação e pós-graduação. Nesse contexto, o ensino (ou educação) a distância é analisado enquanto estratégia educacional e, sobretudo, organizacional, sob diferentes perspectivas: a estratégica estrutural, a humana, a tecnológica, a cultural e a política, trazendo à instituição novos desafios e possibilidades, em especial no que concerne à focalização externa e de estruturação interna, aprofundando, assim, a criação e a avaliação de estratégias de uma modalidade emergente de aprendizagem: a educação a distância.
Citação ABNT:
SCHRÖEDER, C. S.; KLERING, L. R. Educação a distância como estratégia educacional e organizacional: o caso de uma escola de administração de uma universidade pública brasileira. Sinergia, v. 16, n. 1, p. 43-52, 2012.
Citação APA:
Schröeder, C. S., & Klering, L. R. (2012). Educação a distância como estratégia educacional e organizacional: o caso de uma escola de administração de uma universidade pública brasileira. Sinergia, 16(1), 43-52.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/50524/educacao-a-distancia-como-estrategia-educacional-e-organizacional--o-caso-de-uma-escola-de-administracao-de-uma-universidade-publica-brasileira/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português