Capacidades Dinâmicas em Organizações Sem Fins Lucrativos: uma Proposta de Mensuração para o Terceiro Setor Outros Idiomas

ID:
50922
Resumo:
Além da vantagem competitiva sustentada, a abordagem das Capacidades Dinâmicas tem sido empregada para explicação do desenvolvimento contínuo dos recursos e das capacidades organizacionais e sua relação com o desempenho organizacional (ZAHRA; SAPIENZA; DAVIDSSON, 2006; TONDOLO; BITENCOURT, 2014; SILVEIRA-MARTINS; TAVARES, 2014). Este estudo tem como objetivo geral propor um instrumento de mensuração das Capacidades Dinâmicas para o contexto das organizações do Terceiro Setor. Para atender ao objetivo, foi desenvolvido um ensaio teórico, por meio de uma revisão de literatura baseando-se em Baumeister e Leary (1997) e Torraco (2005, 2016). Dessa forma, partiu-se dos estudos de Teece et al. (1997) e Wang e Ahmed (2007) como os norteadores para a compreensão das Capacidades Dinâmicas. Com vistas a ampliar entendimentos das dimensões das Capacidades Dinâmicas, juntamente, com perspectiva do Terceiro Setor, foram realizadas buscas na base Spell para os estudos nacionais e na base Scopus para os estudos internacionais, nos meses de maio e julho de 2017. Como resultado, apresenta-se um instrumento de aplicação quantitativa composto por 32 questões distribuídas em 4 dimensões (capacidade adaptativa, capacidade absortiva, capacidade inovativa e capacidade mobilizadora). Desta forma, pretende-se contribuir com a pesquisa e a realidade gerencial das organizações do Terceiro Setor.
Citação ABNT:
TONDOLO, V. A. G.; TONDOLO, R. R. P.; CAMARGO, M. E.; GUERRA, R. M. A. Capacidades Dinâmicas em Organizações Sem Fins Lucrativos: uma Proposta de Mensuração para o Terceiro Setor. Revista Eletrônica Científica do CRA-PR, v. 5, n. 1, p. 18-33, 2018.
Citação APA:
Tondolo, V. A. G., Tondolo, R. R. P., Camargo, M. E., & Guerra, R. M. A. (2018). Capacidades Dinâmicas em Organizações Sem Fins Lucrativos: uma Proposta de Mensuração para o Terceiro Setor. Revista Eletrônica Científica do CRA-PR, 5(1), 18-33.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/50922/capacidades-dinamicas-em-organizacoes-sem-fins-lucrativos--uma-proposta-de-mensuracao-para-o-terceiro-setor/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ARMANI, D. Mobilizar para transformar: a mobilidade de recursos nas organizações da sociedade civil. São Paulo: Petrópolis, 2008.

BARRALES-MOLINA, V.; BENITEZ-AMADO, J.; PEREZ-AROSTEGUI, M. N. Managerial perceptions of the competitive environment and dynamic capabilities generation. Industrial Management & Data Systems, v. 110, n. 9, p. 1355-1384, 2010. Disponível em: .

BAUMEISTER, R. F.; LEARY, M. R. Writing narrative literature reviews. Review of General Psychology, v. 1, n. 3, p. 311-320, 1997. Disponível em: .

BHUPENDRA, K. V.; SANGLE, S. What drives successful implementation of pollution prevention and cleaner technology strategy? The role of innovative capability. Journal of Environmental Management, v. 155, p. 184-192, 2015. Disponível em: .

BHUPENDRA, K. V.; SANGLE, S. What Drives Successful Implementation of Product Stewardship Strategy? The Role of Absorptive Capability. Corporate Social Responsibility and Environmental Management, v. 198, n. March, p. 186-198, 2017. Disponível em: .

BISH, A.; BECKER, K. Exploring Expectations of Nonprofit Management Capabilities. Nonprofit and Voluntary Sector Quarterly, v. 45, n. 3, p. 437-457, 2015. Disponível em: .

BLYLER, M.; COFF, R. W. Dynamic Capabilities, social capital, and rent appropriation: ties that split pies. Strategic Management Journal, v. 24, p. 677-686, 2003. Disponível em: .

CASANUEVA, C.; GALLEGO, A.; REVILLA, M. A. Access and mobilization of network resources and competitive advantage in hotels. International Journal of Contemporary Hospitality Management, v. 27, n. 6, p. 1279-1300, 2015. Disponível em: .

CASSOL, A. et al. A Administração Estratégica do Capital Intelectual: Um Modelo Baseado na Capacidade Absortiva para Potencializar Inovação. Revista Ibero-Americana de Estratégia, v. 15, n. 1, p. 27-43. Disponível em: .

COHEN, W. M.; LEVINTHAL, D. A. Absorptive Capacity: A New Perspective on Learning and Innovation. Administrative Science Quarterly, v. 35, n. 1, p. 128, 1990. Disponível em: .

COHEN, W. M.; LEVINTHAL, D. A. Innovation and Learning: The Two Faces of R & D. The Economic Journal, v. 99, n. 99, p. 569-596, 1989. Disponível em: .

DALL’AGNOL, C. F.; TONDOLO, R. R. P.; TONDOLO, V. A. G.; SARQUIS, A. B. Transparência e Prestação de Contas na Mobilização de Recursos no Terceiro Setor: Um Estudo de Casos Múltiplos Realizado no Sul do Brasil. Revista Universo Contábil, v. 13, n. 2, p. 187-203, 2017.

EISENHARDT, K. M.; MARTIN, J. A. Dynamic capabilities: what are they? Strategic Management Journal, v. 21, n. 10-11, p. 1105-1121, 2000. Disponível em: 3.0.CO;2-E>

ENGELMAN, R. et al. Capacidade absortiva: adaptação e validação de uma escala em empresas sul-brasileiras. BASE Revista de Administração E Contabilidade Da Unisinos, v. 13, n. 3, p. 235-247, 2016. Disponível em: .

FUCHS, J. P. S.; ROSSETTO, C. R.; CARVALHO, C. E. A Influência da Capacidade Absortiva Realizada no Desempenho da PME Vitivinícola. Desenvolvimento Em Questão, v. 14, n. 37, p. 144-167, 2016. Disponível em: .

GUERRA, R. M. DE A. Capacidades Dinâmicas e Ambidestria Organizacional Como Variáveis Mediadoras da Relação entre Orientação Empreendedora e Performance Organizacional. 2017. Tese (Doutorado em Administração) Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade de Caixas do Sul, Caxias do Sul.

HAIR JR., J. F. et al. Análise Multivariada de Dados. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HAMLIN, R. G.; SAWYER, J.; SAGE, L. Perceived managerial and leadership effectiveness in a non-profit organization: an exploratory and cross-sector comparative study. Human Resource Development International, v. 14, n. 2, p. 217-234, 2011. Disponível em: .

KHIENG, S. Funding Mobilization Strategies of Nongovernmental Organizations in Cambodia. VOLUNTAS: International Journal of Voluntary and Nonprofit Organizations, v. 25, n. 6, p. 1441-1464, 2014.

LEE, J.-C.; HSU, W.-C.; CHEN, C.-Y. Impact of absorptive capability on software process improvement and firm performance. Information Technology and Management, (no prelo). Disponível em: .

MAKADOK, R. Toward a synthesis of the resource-based and dynamic-capability views of rent creation. Strategic Management Journal, v. 22, n. 5, p. 387-401, 2001. Disponível em: .

MARTINS, F. A.; SILVA, A. F.; SANTOS, C. A. Gestão dos Stakeholders na Captação de Recursos nos Hospitais Filantrópicos e Religiosos. Revista de Administração Contemporânea, v. 18, número especial, p. 65-85, 2014.

MOTA, A. L. C.; NASSIF, V. M. J. Como sobreviver em um ambiente de financiamento instável? gestão de recursos em organizações empreendedoras do terceiro setor que atuam com o esporte. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v. 5, n. 5, p. 3-27, 2016.

PARIDA, V.; OGHAZI, P.; CEDERGREN, S. A study of how ICT capabilities can influence dynamic capabilities. Journal of Enterprise Information Management, v. 29, n. 2, p. 179201, 2016. Disponível em: .

PEREIRA, M. L. et al. Características de Mobilização de Recursos: Um Estudo nas Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) do Brasil. Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, v. 5, n. 3, p. 112-131, 2015.

PETERAF, M.; DI STEFANO, G.; VERONA, G. The elephant in the room of dynamic capabilities: Bringing two diverging conversations together. Strategic Management Journal, v. 34, n. 12, p. 1389-1410, 2013. Disponível em: .

RINDOVA, V. P.; KOTHA, S. Continuous "morphing": competing through dynamic capabilities, form, and function. Academy of Management Journal, v. 4, n. 6, p. 1263-1280, 2001.

ROTTA, C. Capacidades Dinâmicas e Desempenho Inovador: Uma Análise dos Setores Químico e Eletroeletrônicos Brasileiros. 2011. Tese (Doutorado em Administração) Escola de Negócios, Universidade do Rio dos Sinos, São Leopoldo.

SALAMON, L. M. Putting the civil society sector on the economic map of the world. Annals of Public and Cooperative Economics, v. 81, n. 2, p. 167-210, 2010. Disponível em: .

SALAMON, L. M.; SOKOLOWSKI, S. W. Beyond Nonprofits: Re-conceptualizing the Third Sector. VOLUNTAS: International Journal of Voluntary and Nonprofit Organizations, v. 27, n. 4, p. 1515-1545, 2016. Disponível em: .

SANCHEZ, R. Strategic flexibility in product competition. Strategic Management Journal, v. 16, n. 1, p. 135-159, 1995. Disponível em: .

SANDER, J. A.; CUNHA, C. R. Atores sociais e campo organizacional: estratégias discursivas e de mobilização de recursos na construção do complexo avícola na Cooperativa Agroindustrial Copagril. RAM Revista de Administração Mackenzie, v. 14, n. 4, p. 189221, 2013. Disponível em: .

SILVEIRA, B. R.; MARTINS, E. S. Orientação Empreendedora: uma Análise Bibliométrica em Periódicos Nacionais e Internacionais. Revista de Administração FACES Journal, v. 15, n. 4, p. 100-126, 2016.

SILVEIRA-MARTINS, E.; MASCARENHAS, L. E.; MULLER, C. R. Orientação empreendedora uni/multidimensional como estratégia precedente da capacidade gerencial. Revista Brasileira de Gestão e Inovação, v. 4, n. 2, p. 105-124, 2017.

SILVEIRA-MARTINS, E.; TAVARES, P. M. Processo de formulação de estratégias: capacidade mercadológica, incerteza ambiental e desempenho. Revista Organizações em Contexto, v. 10, n. 20, p. 297-322, 2014.

TEECE, D. J. Dynamic Capabilities: Routines versus Entrepreneurial Action. Journal of Management Studies, 2012. Disponível em: .

TEECE, D. J.; PISANO, G.; SHUEN, A. Dynamic capabilities and strategic management. Strategic Management Journal, v. 18, n. 7, p. 509-533, 1997.

TEECE, D. J.; PISANO, G. The dynamic capabilities of firms: An introduction. Industrial and Corporate Change, v. 3, n. 3, p. 537-556, 1994.

THIBES, M. M.; MORETTO, L. Mobilização de recursos nas organizações da sociedade civil: um estudo de caso. Pretexto, v. 12, n. 4, p. 133-155, 2011.

THORNTON, S. C.; HENNEBERG, S. C.; NAUDÉ, P. Conceptualizing and validating organizational networking as a second-order formative construct. Industrial Marketing Management, v. 43, n. 6, p. 951-966, 2014. Disponível em: .

TONDOLO, R. DA R. P. Desenvolvimento de Capital Social Organizacional em um Projeto Interorganizacional no Terceiro Setor. 2014. Tese (Doutorado em Administração) Escola de Negócios, Universidade do Rio dos Sinos, São Leopoldo.

TONDOLO, R. D. R. P.; BITENCOURT, C. B.; TONDOLO, V. A. G. Social Capital in Temporary Inter-organizational Projects A Third Sector Perspective. Desenvolvimento Em Questão, v. 14, n. 33, p. 363-388, 2016. Disponível em: .

TONDOLO, R. R. P.; BITENCOURT, C. C.; VACCARO, G. L. R. Capital Social Organizacional em um Projeto Interorganizacional: um Estudo Desenvolvido no Terceiro Setor. Revista de Administração Da UFSM, v. 10, n. 1, p. 8-23, 2017. Disponível em: .

TONDOLO, V. A. G.; BITENCOURT, C. C. Understanding Dynamic Capabilities from Its Antecedents, Processes and Outcomes. BBR Brazilian Business Review, v. 5, n. 11, p. 122144, 2014.

TONDOLO, V. A. G. et al. Orientação empreendedora e capacidades dinâmicas em ambiente de inovação ent. Revista Geintec, v. 5, n. 3, p. 2452-2455, 2015.

TORRACO, R. J. Writing Integrative Literature Reviews: Guidelines and Examples. Human Resource Development Review, v. 4, n. 3, p. 356-367, 2005. Disponível em: .

TORRACO, R. J. Writing Integrative Literature Reviews: Using the Past and Present to Explore the Future. Human Resource Development Review, v. 15, n. 4, p. 404-428, 2016. Disponível em: .

TSAI, W.; GHOSHAL, S. Social capital and value creation: The role of intrafirm networks. Academy of Management Journal, v. 41, n. 4, p. 464-476, 1998. Disponível em: .

VALENCIA, L. A. R.; QUEIRUGA, D.; GONZÁLEZ-BENITO, J. Relationship Between Transparency and Efficiency in the Allocation of Funds in Nongovernmental Development Organizations. VOLUNTAS: International Journal of Voluntary and Nonprofit Organizations, v. 26, n. 6, p. 2517-2535, 2015. Disponível em: .

VARGAS, L.; MARTINS, E. S. Orientação Empreendedora e Ambidestria Organizacional: Uma Pesquisa com Profissionais de TI. Revista Organizações em Contexto, v. 13, n. 25, p. 195-217, 2017.

WANG, C. L.; AHMED, P. K. Dynamic capabilities: A review and research agenda. International Journal of Management Reviews, v. 9, n. 1, p. 31-51, 2007. Disponível em: .

WANG, C. L.; AHMED, P. K. The development and validation of the organisational innovativeness construct using confirmatory factor analysis. European Journal of Innovation Management, v. 7, n. 4, p. 303-313, 2004. Disponível em: .

ZAHRA, S. A.; GEORGE, G. Absorptive capacity: A review, reconceptualization, and extension. Academy of Management Review, 2002. Disponível em: .

ZAHRA, S. A.; SAPIENZA, H. J.; DAVIDSSON, P. Entrepreneurship and Dynamic Capabilities: A Review, Model and Research Agenda. Journal of Management Studies, v. 43, n. 4, p. 917-955, 2006.

ZHOU, K. Z.; LI, C. B. How strategic orientations influence the building of dynamic capability in emerging economies. Journal of Business Research, v. 63, n. 3, p. 224-231, 2010. Disponível em: < https://doi.org/10.1016/j.jbusres.2009.03.003 >.

ZHU, W.; SU, S.; SHOU, Z. Social ties and firm performance: The mediating effect of adaptive capability and supplier opportunism. Journal of Business Research, 2017. Disponível em: < https://doi.org/10.1016/j.jbusres.2016.12.018 >.