Práticas Gerenciais de um APL de Tecnologia da Informação e Comunicação Diante de Fatores Contigenciais Outros Idiomas

ID:
51222
Resumo:
O propósito deste trabalho consiste em investigar as práticas gerenciais adotados pelas empresas de tecnologia da informação e comunicação do APL Iguassu-IT, face a fatores contingenciais. Realizou-se pesquisa descritiva, de abordagem quantitativa, por meio da adaptação do instrumento validado por Hayes (1975; 1977). Os resultados indicam tendências antagônicas no que diz respeito a variáveis concorrenciais e de cooperação interna. Conclui-se que as empresas são conscientes da relevância de fatores contingenciais tais como orçamento, cooperação interna e ambiente externo, assim como no que tange a importância das práticas decorrentes da utilização dos controles gerenciais. Em busca de resultados que possam contribuir com o avanço da literatura contingencial e gerencial, sugere-se a investigação de um universo mais amplo sob a perspectiva das três dimensões previstas no modelo de Hayes (1975; 1977), a condução de estudos explicativos, entre outros.
Citação ABNT:
SOUZA, R. F.; BORSATTO JUNIOR, J. L.; VESCO, D. G. D. Práticas Gerenciais de um APL de Tecnologia da Informação e Comunicação Diante de Fatores Contigenciais. Revista Capital Científico - Eletrônica, v. 16, n. 4, p. 7-25, 2018.
Citação APA:
Souza, R. F., Borsatto Junior, J. L., & Vesco, D. G. D. (2018). Práticas Gerenciais de um APL de Tecnologia da Informação e Comunicação Diante de Fatores Contigenciais. Revista Capital Científico - Eletrônica, 16(4), 7-25.
DOI:
10.5935/2177-4153.20180025
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/51222/praticas-gerenciais-de-um-apl-de-tecnologia-da-informacao-e-comunicacao-diante-de-fatores-contigenciais/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANTERO, Cecilia Alves da Silva et al. COORDINATION OF JOINT ACTIONS IN MURIAÉ’S (MG) CLOTHING LPA. RAM - Revista de Administração Mackenzie, v. 17, n. 3, p. 158-182, 2016.

ANTHONY, Robert N.; GOVINDARAJAN, Vijay. Sistemas de controle gerencial. AMGH Editora, 2008.

ARAÚJO, J. G. et al. Arranjo Produtivo Local de Confecção do Estado de Pernambuco: Utilização de Práticas Gerenciais de Custos e Formação de Preço para Tomada de Decisão. In: XV Congresso de Contabilidade e Controladoria. 2015. p. 1-16.

BEUREN, Ilse; MACOHON, Edson. Institucionalização de hábitos e rotinas na contabilidade gerencial à luz da teoria da contingência: Um estudo em indústrias de móveis em São Bento do Sul. Revista de Gestão dos Países de Língua Portuguesa, v. 10, n. 1-2, p. 78-91, 2011.

BOYD, Brian K. et al. Contingency hypotheses in strategic management research: Use, disuse, or misuse? Journal of Management, v. 38, n. 1, p. 278-313, 2012.

BRITO, Renato Adão de; BONA, Samuel Augusto de. Ciclo de vida organizacional e adesão aos artefatos de contabilidade gerencial: estudo nas empresas do APLTI do sudoeste paranaense. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

BRUNI, Adriano Leal. SPSS-Guia prático para pesquisadores. São Paulo: Atlas. p. 280. 2012.

BUEREN, Ilse Maria; FIORENTIN, Marlene. Influência de Fatores Contingenciais nos Atributos do Sistema de Contabilidade Gerencial: um estudo em empresas têxteis do Estado do Rio Grande do Sul. Revista de Ciências da Administração, v. 16, n. 38, 2014.

BURNS, Tom E.; STALKER, George Macpherson. The Management of Innovation. 1961.

CAMACHO, Reinaldo Rodrigues. Fatores condicionantes da gestão de custos interorganizacionais na cadeia de valor de hospitais privados no Brasil: uma abordagem à luz da Teoria da Contingência. 2010. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

CHAPMAN, Christopher S. Reflections on a contingent view of accounting. Accounting, Organizations and Society, v. 22, n. 2, p. 189-205, 1997.

CHENHALL, Robert H. Management control systems design within its organizational context: findings from contingency-based research and directions for the future. Accounting, Organizations and Society, v. 28, n. 2-3, p. 127-168, 2003.

DACIÊ, Franciele do Prado. Os iguais se diferem?Características determinantes do uso de próxies de controle gerencial em empresas institucional APL de confecção. 2016.

DONALDSON, Lex. The contingency theory of organizational design: challenges and opportunities. In: Organization Design. Springer: Boston, MA. 2006. p. 19-40.

ESPEJO, Márcia Maria dos Santos Bortolocci. Perfil dos atributos do sistema orçamentário sob a perspectiva contingencial: uma abordagem multivariada. 2008. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

FAGUNDES, Jair Antonio et al. Gestão do curso de administração considerando o enfoque da teoria da contingência. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 14, n. 3, p. 44-59, 2011.

FÁVERO, Luiz Paulo et al. Análise de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões. 2009.

GIL, Antonio C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

GUERRA, Almir Rogério. Arranjos entre fatores situacionais e sistema de contabilidade gerencial sob a ótica da teoria da contingência. 2007. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

GUERREIRO, Reinaldo; PEREIRA, Carlos Alberto; REZENDE, Amaury José. Em busca do entendimento da formação dos hábitos e das rotinas da contabilidade gerencial: um estudo de caso. RAM - Revista de Administração Mackenzie, v. 7, n. 2, 2006.

HAYES, David C. The contingency theory of managerial accounting. Accounting Review, p. 22-39, 1977.

HAYES, David Cliffe. The contingency theory of managerial accounting: an empirical test of an assessment model. 1975. Tese de Doutorado. The Ohio State University.

KHANDWALLA, Pradip N. The effect of different types of competition on the use of management controls. Journal of Accounting Research, p. 275-285, 1972.

LEPCHAK, Alessandro; ALTOÉ, Stella Maris Lima; TEDESCO, Odirlei Acir. Contabilidade e controle gerencial: construção de significados a partir da percepção de especialistas. In: CCC-USP. Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, 2015, São Paulo. XV Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, 2015.

MARQUES, Kelly Cristina Mucio. Custeio alvo à luz da teoria da contingência e da nova sociologia institucional: estudo de caso sobre sua adoção, implementação e uso. 2012. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

MATOS, Emanuel Rodrigues Junqueira de. Perfil do sistema de controle gerencial sob a perspectiva da teoria da contingência. 2010. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade: Contabilidade) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

MERCHANT, Kenneth A.; OTLEY, David T. A review of the literature on control and accountability. Handbooks of Management Accounting Research, v. 2, p. 785-802, 2006.

MOª, Ce; MISTILIS, Nina. The Alignment Between Information and Communication Technology (ICT) Strategy and Business Strategy of Professional Conference Organizers. E-Review of Tourism Research, v. 10, n. 3, 2012.

OLSON, Mancur; FERNANDEZ, Fábio. A lógica da ação coletiva: os benefícios públicos e uma teoria dos grupos sociais. Edusp, 1999.

OTLEY, David T. The contingency theory of management accounting: achievement and prognosis. In: Readings in accounting for management control. Springer: Boston, MA. 1980. p. 83-106.

RAMARAPU, Narender K.; LADO, Augustine A. Linking information technology to global business strategy to gain competitive advantage: an integrative model. Journal of Information Technology, v. 10, n. 2, p. 115-124, 1995.

RAUPP, Fabiano Maury; BEUREN, Ilse Maria. Metodologia da Pesquisa Aplicável às Ciências. Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2006.

SIMONS, Robert. Accounting control systems and business strategy: an empirical analysis. Accounting, Organizations and Society, v. 12, n. 4, p. 357-374, 1987.

TEIXEIRA, Francisco. Políticas Públicas para o Desenvolvimento Regional e Local: o que podemos aprender com os arranjos produtivos locais (APLs)? Organizações & Sociedade, v. 15, n. 46, p. 57-75, 2008.

VAN DER VEEKEN, Henk J. M.; WOUTERS, Marc J. F. Using accounting information systems by operations managers in a project company. Management Accounting Research, v. 13, n. 3, p. 345-370, 2002.

WATERHOUSE, John H.; TIESSEN, Peter. A contingency framework for management accounting systems research. Accounting, Organizations and Society, v. 3, n. 1, p. 65-76, 1978.

ZARDIN PATIAS, Tiago et al. Uma Análise do Capital Social no Arranjo Produtivo Local do Leite de Santana do Livramento. Desenvolvimento em Questão, v. 13, n. 30, 2015.