Observação da Percepção de Gerentes da Identidade Organizacional de uma Instituição Financeira Outros Idiomas

ID:
51403
Resumo:
Este trabalho teve como objetivo o de identificar a percepção de gerentes em relação à identidade organizacional de uma instituição financeira, na jurisdição de uma Gerência Regional, localizada no Oeste do Paraná, através de um estudo de caso de natureza exploratória. A empresa utilizada como base para a realização do estudo exploratório se caracteriza por ser uma das instituições financeira, listada, conforme Banco Central do Brasil, entre as 05 maiores instituições financeiras do país, no quesito Ativos, número de agências e número de funcionários e, conforme as demais, com abrangência em todo o território nacional. Foram entrevistados 20 gerentes, sendo 05 gerentes de agência e 15 gerentes de relacionamento selecionados para ascensão à gerente de agencia. Obteve-se como conclusão que existem diferenças entre os valores pessoais e organizacionais dos indivíduos e da organização. Quando elencados todos os valores declarados pela empresa, vários destes foram refutados pelos respondentes, o que demonstra que, apesar de haver um sentimento de pertencimento a empresa, existe uma divergência e discordância entre o dito e o executado dentro da instituição.
Citação ABNT:
MARTINS, V. A.Observação da Percepção de Gerentes da Identidade Organizacional de uma Instituição Financeira. Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, v. 8, n. 2, p. 58-78, 2018.
Citação APA:
Martins, V. A.(2018). Observação da Percepção de Gerentes da Identidade Organizacional de uma Instituição Financeira. Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, 8(2), 58-78.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/51403/observacao-da-percepcao-de-gerentes-da-identidade-organizacional-de-uma-instituicao-financeira/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALBERT, S.; WHETTEN, D. A. Organizational identity. In: CUMMINGS, L. L.; STAW, B. M. (Ed.). Research in organizational behavior. Greenwich: JAI Press, 1985.

BAUER, Marcio André. A CONSTRUÇÃO SOCIAL DA IDENTIDADE: UM ESTUDO NAS ORGANIZAÇÕES DE AGRICULTURA ECOLÓGICA EM DUAS REGIÕES DO RS. Dissertação de Mestrado em Administração. UFRGS. Porto Alegre. 2004.

BOUNDENS, C. The story of work: a narrative analysis of workplace emotion. Organization Studies, v. 26, n. 9, pp. 1285-1306, 2005.

CALDAS, M. P. A demissão e alguns significados psicológicos da perda do emprego para o indivíduo. In: 23 ENANPAD, 1999, Foz do Iguaçu. Anais.. 1999.

CASCÓN.; PEREIRA, R.; HALLIER, J. Getting that certain feeling: the role of emotions in the meaning, construction and enactment of doctor manager´s identities. British Journal of Management, v. 23, n. 1, p. 130-144, 2012

CASTELLS, M. O poder da identidade. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

ENCISO, Luis Fernando; MARTINS, Vinicius Abilio. Estrutura, tecnologia e o efeito da configuração estrutural no desempenho das organizações: um ensaio teórico. Revista Metropolitana de Governança Corporativa, v. 2, n. 1, p. 38-53, 2017.

ERIKSON, E. Identidade, juventude e crise. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1976.

GODOY, Arlinda Schimidt. Introdução à pesquisas qualitativas e suas possibilidades. ERA - Revista de Administração de Empresas. São Paulo 1995.

GONÇALVES, Claudia Sofia Pereira, Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação. Universidade de Coimbra. Coimbra. 2010.

HALL, S. A identidade cultural na pósmodernidade. 7 ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

HOCHSCHILD, Arlie. The managed heart – commercialization of human feeling. London: University of California Press, 1983.

JEREMIAR JUNIOR, Jair; MARTINS, Vinicius Abilio. Perfis de Valores Organizacionais: uma análise das 50 maiores empresas privadas brasileiras. Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, v. 7, n. 1, p. 101-117, 2017.

MACHADO. Hilka Vier, KOPITTKE. Bruno, A Identidade no Contexto Organizacional: Perspectivas Múltiplas de Estudo. In: ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS, 2.; 2002, Recife. Anais.. Recife: Observatório da Realidade Organizacional : PROPAD/UFPE. ANPAD, 2002.

MACHADO, H. V. A identidade e o contexto organizacional: Perspectivas de análise. Revista de administração contemporânea, v. 6, n. Edição Especial, p. 51-73, 2003.

MACIEL, A. R.; MARTINS, V. A. Percepção da Qualidade em Serviços Contábeis: Estudo de Caso em um Escritório Contábil em Foz do Iguaçu/PR . Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v. 6, n. 2, p. 95-113, 2018.

MARTINS, Vinicius Abilio. Proposta de um mapa estratégico para uma universidade pública. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v. 3, n. 2, p. 88-103, 2015.

PAGÈS, M.; BONETTI, M.; GAULEJAC, V.; DESCENDRE, D. O poder das organizações. São Paulo: Atlas, 1987.

PIRES. Adriana Barros. Emoções no trabalho: um estudo com gerentes médios da área de recursos humanos. Dissertação de mestrado em Administração. UFRJ. Rio de Janeiro. 2010.

RAFAELI, A.; WORLINE, M. Individual emotion in work organizations, SocialScience Information, v. 40, n. 1, pp. 95-123, 2001.

RAITZ, Tania Regina. Jovens, trabalho e educação: rede de significados dos processos identitários na Ilha de Santa Catarina. Tese de Doutorado em Educação. UFRGS. Porto Alegre 2003

RICOUER, P. O si mesmo como um outro. São Paulo: Papirus, 1990

SARAIVA, Luiz Alex Silva; DUARTE, Ana Carolina Oliveira; MAGALHÃES, Yana Torres de, OLIVEIRA; Daysa Andrade. Identidade organizacional no terceiro setor: um estudo organizações não.; governamentais de uma cidade mineira. IN: XII SEMEAD. São Paulo. 2009.

SILVA, Francielly Karine; MARTINS, Vinicius Abilio. A utilização da Contabilidade Gerencial no ramo hoteleiro no município de Foz do Iguaçu - PR. Revista Eletrônica Ciências da Administração e Turismo, v. 5, n. 2, p. 40-54, 2017.

SILVA, Juliana Vieira Almeida. SCHMIDT, Maria do Carmo. Identidade e cultura organizacional em uma empresa pública paranaense. In: Revista da FAE. Curitiba. 2008.

TOLEDO, S.; BULGACOV, Y. Cultura organizacional e identidade: implicações dos ritos de passagem na identidade de jovens executivos trainees em uma organização multinacional. In: ENCONTRO DA ANPAD. 28.; 2004, Curitiba(PR). Anais. Curitiba, 2004.

VELOSO, Henrique Maia; FRANÇA; Ana Cristina Limongi. Expressão da Identidade Social entre Bancários: Um Estudo do Trabalho como Referência para Construção do Sujeito. IN: XXXII Encontro da ANPAD – ENANPAD. Rio de Janeiro. 2008

VIEIRA, Francisco Giovanni David; MACHADO, Hilka Pelizza Vier; OLIVEIRA, Rosemeri Schneirer. Sequestro Emocional: Apropriando trabalho, formando identidade e definindo poder nas organizações. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional. 2006.

WOODWARD, K. Identidade e diferença: Uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, T. T. (Org.) Identidade e diferença: A perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes, 2000.